Novidades

"Marquesa de Alorna" de Maria João Lopo de Carvalho

01:09


Autor: Maria João Lopo de Carvalho
P.V.P.: 19,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 679
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Oficina do Livro

O primeiro romance histórico da autora revela uma mulher rebelde, culta, apaixonada e sonhadora que deslumbrou Portugal e a Europa nos séculos XVIII e XIX. Uma figura inspiradora para as mulheres do Portugal de hoje. O livro chega a 10 de Outubro e assinala o regresso à escrita para adultos de Maria João Lopo de Carvalho. A apresentação pública será no dia 6 de outubro, no Convento de São Félix, em Chelas, e terá Marcelo Rebelo de Sousa como apresentador.

A escritora Maria João Lopo de Carvalho vai publicar, com a Oficina do Livro, o romance histórico Marquesa de Alorna, um trabalho de fôlego - quase 700 páginas - dedicado à mulher que inspirou a autora durante quase toda a sua vida. No início do Séc. XX, a família Lopo de Carvalho adquiriu a Quinta da Alorna, em Almeirim, onde viveu Leonor de Almeida, a Marquesa de Alorna. Maria João Lopo de Carvalho cresceu a ouvir relatos da extraordinária vida desta mulher, viveu nos mesmos lugares por onde passou aquela que foi uma referência histórica nas artes e na cultura portuguesas, e encontrou neles a grande inspiração para escrever o seu primeiro romance histórico, um livro que assinala o regresso de Maria João Lopo de Carvalho à escrita para adultos.

Sobre a obra:
Uma mulher à frente do seu tempo


Marquesa de Alorna é uma história de amor à Liberdade e de amor a Portugal. A história de uma mulher apaixonada, rebelde, determinada e sonhadora que nunca desistiu de tentar ganhar asas em céus improváveis, como a estrela que, em pequena, via cruzar a noite. Leonor de Almeida, Alcipe, condessa d’Oeynhausen, marquesa de Alorna – nomes de uma mulher única e plural, inconfundível entre as elites europeias. Com a sua personalidade forte e enorme devoção à cultura, desconcertou e deslumbrou o Portugal do séc. XVIII e XIX, onde ser mãe de oito filhos, católica, poetisa, política, instruída, viajada, inteligente e sedutora era uma absoluta raridade. Viu Lisboa e a infância desmoronarem-se no terramoto de 1755, passou dezoito anos atrás das grades de um convento por ordem do marquês de Pombal e repartiu a vida, a curiosidade e os afectos por Lisboa, Porto, Paris, Viena, Avinhão, Marselha, Madrid e Londres. Viveu uma vida intensa e dramática, sem nunca se deixar vencer. Privou com reis e imperadores, filósofos e poetas, influenciou políticas, conheceu paixões ardentes, experimentou a opulência e a pobreza, a veneração e o exílio.

Sobre autor:
Maria João Lopo de Carvalho é licenciada em Letras pela Universidade Nova de Lisboa. Foi professora de português e de inglês em todos os graus de ensino básico e secundário. Passou pelas áreas de educação e cultura na Câmara Municipal de Lisboa e foi copywriter numa agência de publicidade. Começou a publicar na Oficina do Livro em 2000, com o best seller «Virada do Avesso». Hoje tem 40 títulos editados, vários best sellers, entre romances, livros infantis, livros de crónicas e manuais escolares, e é também autora do novo método de português como língua estrangeira publicado pelo Instituto Camões. Tem tido grande destaque na escrita infanto-juvenil com a colecção «7 irmãos» e é autora recomendada pelo Plano Nacional de Leitura. É cronista regular na imprensa escrita e na televisão. «Marquesa de Alorna» é o seu primeiro romance histórico. Retomou a escrita para adultos após 6 anos a escrever para crianças e jovens.

Ler mais »

Novidades

Guia da Sexualidade para raparigas; Guia da Sexualidade para rapazes; Guia da Sexualidade – 101 perguntas e respostas

01:04


Autor: Sara Shepard
P.V.P.: 9,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 64
Dimensões: - x - mm
Colecção: Guias da Sexualidade
Editora: Porto Editora

Guias da Sexualidade

Três livros fundamentais para raparigas e rapazes a partir dos dez anos


Acabam de chegar às livrarias, através da Porto Editora, três obras fundamentais para a compreensão da sexualidade por parte de jovens a partir dos dez anos: Guia da Sexualidade para raparigas; Guia da Sexualidade para rapazes e Guia da Sexualidade – 101 perguntas e respostas.
A adolescência é um período cheio de mudanças e de emoções novas e a coleção Guias da Sexualidade ajuda a esclarecer, de forma acessível, as grandes dúvidas que usualmente surgem nesta etapa. Rapazes e raparigas podem escolher o livro que melhor se adapta às respetivas inquietações e que melhor os auxilia na descoberta dos pequenos-grandes segredos que a sexualidade encerra.
A coleção conta com a revisão científica da Associação para o Planeamento da Família.


Sobre a obra:
GUIA DA SEXUALIDADE – 101 PERGUNTAS E RESPOSTAS
Como posso falar com os meus pais? Que hei de fazer para que outra pessoa goste de mim? Que roupa devo usar? Estas e muitas outras questões são esclarecidas no Guia da Sexualidade - 101 perguntas e respostas, 101 dúvidas de jovens da tua idade. Vais descobrir que as tuas "preocupações" são comuns aos teus colegas de turma, aos teus amigos e aos jovens com quem te relacionas diariamente.


GUIA DA SEXUALIDADE PARA RAPARIGAS
O teu corpo começou a mudar, os teus hábitos não são os mesmos, o teu aspeto físico é diferente? O que é que está a acontecer-te? A adolescência bateu à tua porta. Guia da Sexualidade para raparigas pretende informar a rapariga sobre o que acontece às jovens nesta idade: compreender a menstruação, o papel que as amigas desempenham, a forma como desperta o desejo sexual e a ansiedade para conquistar um rapaz, assim como toda a informação sobre as relações sexuais.


GUIA DA SEXUALIDADE PARA RAPAZES
O teu corpo começou a mudar, os teus hábitos não são os mesmos, o teu aspeto físico é diferente... O que é que se passa contigo? A adolescência bateu à tua porta. O Guia da Sexualidade para rapazes pretende informar o rapaz sobre o que acontece aos jovens nesta etapa da sua vida: compreender as "poluções noturnas", o papel que os amigos desempenham e as diferentes formas de se comunicarem, como desperta o desejo sexual e a ansiedade para conquistar uma rapariga, assim como toda a informação sobre as relações sexuais.



Ler mais »

Novidades

"Fall River e outros contos dispersos" de John Cheever

00:51


Autor: John Cheever
P.V.P.: 15,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 160
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Sextante Editora

Um dos melhores escritores americanos do século XX

Fall River e outros contos dispersos é o último volume da coletânea de contos de John Cheever


A Sextante Editora dá por concluído o seu projeto de publicação dos contos de John Cheever no dia 6 de outubro, com a edição de Fall River e outros contos dispersos.
Cheever é considerado um dos principais escritores americanos do século XX, sendo nos contos que a sua mestria é mais evidente. A coletânea dos seus contos valeu-lhe o Prémio Pulitzer de ficção, o Prémio Nacional do Círculo de Críticos e o Prémio Americano do Livro e foi publicada pela Sextante Editora em Contos Completos I e II. Publicamos agora os contos dispersos, contos de juventude que nos remetem para a agitação das grandes cidades americanas no século XX, os seus artistas e boémios, os sonhos falhados e as paixões inalcançáveis.


Sobre a obra:
Nesta coletânea surpreendente, Cheever faz-nos mergulhar num mundo intenso, com cenas que lembram os quadros de Edward Hopper. Um mundo de penhoras forçadas, de pessoas arruinadas, de espetáculos de cabaré, de jogadores desesperados, de esperanças adiadas. É, de certo modo, a descoberta de uma nova dimensão da obra de John Cheever.
Reunindo pela primeira vez os contos da juventude de Cheever, o livro que agora se publica completa o projeto da Sextante de editar a obra de contista de John Cheever, da qual foram já publicados os volumes Contos Completos I e II.


Sobre autor:
John Cheever nasceu em 1912 no Massachusetts e morreu em 1982 em Nova Iorque. Considerado um dos maiores escritores americanos do século XX, viu a sua obra reconhecida com a atribuição da Medalha Howells da Academia Nacional Americana de Artes e Letras em 1965. É conhecido sobretudo pelos seus contos, quase todos inicialmente publicados na revista The New Yorker. Em 1978, a coletânea dos seus melhores contos, The Stories of John Cheever, recebeu o Prémio Pulitzer de ficção, o Prémio Nacional do Círculo de Críticos e o Prémio Americano do Livro desse ano.
Considerado por John Updike como o melhor estilista da sua geração, elogiado por Saul Bellow e Vladimir Nabokov, John Cheever inscreve-se na linha de escritores como Sherwood Anderson, J. D. Salinger e Raymond Carver.
Além de Contos completos I e II, a Sextante publicou também o seu romance Falconer.
Ler mais »

Novidades

"Auto o Cruzeiro do Inferno" de Isabel Zambujal

00:47


Autor: Isabel Zambujal
P.V.P.: 9,50 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 96
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Clube do Autor

Uma colecção criada para homenagear os grandes autores portugueses. Nunca é demais lembrar aos jovens leitores que os bons escritores são intemporais e as grandes histórias nunca serão ultrapassadas pelo tempo.


«Inspirada em Gil Vicente, cujo pensamento interpretou magistralmente, Isabel Zambujal mostra-nos de uma forma divertida e quase lúdica o país que somos e em que sociedade nos movimentamos. Vamos descobrir com que olhar, ao mesmo tempo acutilante e subtil, a autora vê este nosso mundo do início do século XXI»
Maria da Conceição Coutinho Bueso, Professora e advogada

Sobre a obra:
Será que nos dias de hoje ainda há fidalgos, alcoviteiras e judeus com o mesmo comportamento das personagens de Gil Vicente no seu Auto da Barca do Inferno?

Isabel Zambujal descobriu-os em pleno séc. XXI e seguiu-lhes os passos até ao Cais.


Cinco séculos depois, os defeitos e virtudes dos passageiros mantiveram-se.

Relendo a genialidade de Gil Vicente, a autora não resistiu a abusar do humor e da imaginação. Porque ainda é a rir que se castigam os costumes.

Sobre autor:
Nasceu em Lisboa, em 1965. Sente-se no céu a brincar com as palavras e por isso sempre trabalhou como copywriter em agências de publicidade.

Em 2001, decidiu juntar três coisas que muito gosta - viagens, crianças e escrever - e nasceram os Saltinhos, a sua primeira colecção de literatura infantil, presente no Plano Nacional de Leitura e distinguida pelo ICA para a produção de uma série de animação.

A Menina que Sorria a Dormir, Histórias Escritas na Cara e a colecção Grandes Compositores, já traduzida em Espanha e na Bélgica, são apenas alguns títulos da sua autoria. Como lhe agrada embarcar em novos mundos, estreou-se no universo dos adultos com um delicioso conto para o livro Chocolate - Histórias Para Ler e Chorar Por Mais e prepara-se para ver as suas histórias adaptadas ao teatro.

Hoje desempenha as funções de supervisora criativa na Ogilvy Portugal e passa pouco tempo parada no cais.

Ler mais »

Novidades

"Pequenas Mentirosas, Belas e Perigosas, Doces e Vingativas e Perfeitas e Maldosas" de Sara Shepard

00:42


Autor: Sara Shepard
P.V.P.: 11,50 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: de 296 a 328
Dimensões: - x - mm
Colecção: Pequenas Mentirosas
Editora: Porto Editora
Finalmente em Portugal

Pequenas Mentirosas é sucesso televisivo, mas nasceu em livro


A 6 de outubro, chega finalmente a Portugal a coleção Pequenas Mentirosas, que esteve na origem da série televisiva juvenil – de grande sucesso internacional – com o mesmo nome.
Em simultâneo, são publicados os títulos Pequenas Mentirosas, Belas e Perigosas, Doces e Vingativas e Perfeitas e Maldosas. Estes romances, cheios de suspense, são, segundo o New York Times, «mais do que uma diversão primaveril». Constituem, sublinha-se, «a melhor alternativa à vigilância parental».
Nos Estados Unidos, Pretty Little Liars (título original) tem um enorme sucesso na TV e, claro, em livro. Regista longas permanências nos principais tops de vendas, como o da Amazon e o do New York Times.
Por cá, a série Pequenas Mentirosas passa no canal de cabo Sony Entertainment TV Portugal.


Sobre a obra:
Allison, Aria, Spencer e Hannah são quatro amigas adolescentes e colegas de escola. São as típicas meninas populares, bem-vestidas, que ocupam o seu dia-a-dia com namorados e festas de pijama. Allison é dada como desaparecida, depois de uma festa de pijama no celeiro da casa de Spencer. A história começa quando o corpo de Allison aparece e se dá início a uma investigação policial que pretende colocar todos os habitantes da cidade como suspeitos. E quando se pensa que o papel de Allison ficou por aqui, eis que cada uma das amigas recebe um sms anónimo, assinado por “A.” que ameaça revelar a todos os segredos de cada uma das amigas.

Sobre autor:
Sara Shepard é uma conhecida autora norte-americana de romances juvenis. Licenciada em literatura, mora hoje em Filadélfia.

Imprensa:
Shepard criou um romance de suspense de leitura viciante que deixará os adolescentes a chorar por mais.
School Library Journal

Com mistério, intriga e personagens da vida real, Shepard transporta os leitores para um mundo de miúdas falsas e vaidosas.
Teen Reads

Pequenas Mentirosas é mais do que uma diversão primaveril: é a melhor alternativa à vigilância parental.
The New York Times
Ler mais »

Novidades

"Pensa num Número" de John Verdon

00:36


Autor: John Verdon
P.V.P.: 16,60 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 448
Dimensões: - x - mm
Colecção: Alta Tensão
Editora: Porto Editora

«Sei n0 que estás a p3nsar»

Pensa num Número é o thriller de estreia de John Verdon e uma revelação internacional


O thriller revelação deste ano é o livro de estreia do americano John Verdon, intitula-se Pensa num Número e é publicado pela Porto Editora no dia 6 de outubro.
O sucesso de Pensa num Número, aclamado pela crítica internacional e com direitos de tradução vendidos para 24 países, fica a dever-se, sobretudo, ao suspense do enredo, ao realismo das descrições e às fortes personagens, como o assassino capaz de descodificar o pensamento das suas vítimas e o detetive que, segundo o Washington Post e o New York Times, rivaliza com Sherlock Holmes e Poirot.


Sobre a obra:
Pelo correio chega uma série de cartas perturbadoras que terminam com uma declaração inquietante: «Pensa num número qualquer até mil, o primeiro que te vier à cabeça… Repara agora como eu conheço bem os teus segredos.» Estranhamente, aqueles que obedecem constatam que o remetente de tais cartas previu com precisão a sua escolha. Para Dave Gurney, um inspetor de homicídios recém-reformado da Polícia de Nova Iorque e amigo de um dos alvos das missivas, o que primeiro lhe pareceu um caso estranho depressa se transforma num complicado quebra-cabeças que levará a uma investigação em grande escala na busca de um pérfido assassino em série.
Convidado como consultor pelo gabinete do procurador, em pouco tempo Gurney consegue alguns avanços na descoberta de pistas que a polícia local negligenciara. Ainda assim, diante de um adversário que parece ter o dom da clarividência e antecipar-se a todos os passos, vê os seus melhores esforços dissiparem-se como areia por entre os dedos. Terá encontrado, ao fim de vinte e cinco anos de carreira exemplar, um adversário capaz de o vencer?
Considerado pela crítica internacional uma obra-prima do suspense, Pensa num Número dá-nos a conhecer uma personagem fascinante, capaz de rivalizar com Sherlock Holmes ou Poirot.


Sobre autor:
John Verdon trabalhou durante vários anos como diretor criativo em agências de publicidade de Manhattan. Logo após o 11 de setembro de 2001 mudou-se para uma pequena localidade no Norte do estado de Nova Iorque, onde se dedica à escrita a tempo inteiro.
Pensa Num Número, o seu romance de estreia, encontra-se já publicado em 24 países.


Imprensa:
O melhor thriller que li desde há muito, muito tempo.
Tess Gerritsen

Engenhoso e divertido… O enigma intricado que se apresenta ao detetive Dave Gurney desafiaria certamente as ‘pequenas células cinzentas’ de Hercule Poirot.
Washington Post

John Verdon mantém o protagonista sempre um passo à frente do leitor. E tece um mistério que tiraria o sono a Sherlock Holmes.
New York Times

Um livro empolgante, repleto de personagens que transcendem as páginas de um enredo ousado e inteligente… Um romance para todos os leitores, não apenas para aqueles que se reveem no género policial.
New York Journal of Books

Pense num número de um a dez… Agora multiplique-o por zero. O resultado indicar-lhe-á o número de vezes que conseguirá largar este livro.
Mystery Scene

John Verdon criou um policial incrível que em nada fica aquém de um Stieg Larsson… Todas as personagens são tremendamente ricas, as descrições reais e o enredo brilhante.
The Herald-Dispatch

Há um novo monstro do thriller.
La Razón
Ler mais »

Passatempo

Resultado Passatempo: "Os Imperfeccionistas" de Tom Rachman

00:25

Olá a todos! :-)

Tínhamos para oferta 1 livro,

Este passatempo só foi possível graças ao apoio das Editorial Presença, muito obrigado pelo apoio!

Neste passatempo contamos com mais um sucesso, muito obrigado a todos os 253 participações.

O vencedor deste passatempo é:

* 166 - Eduardo Franco - Turcifal


Muitos Parabéns! Ao vencedor, enviei um e-mail de confirmação a pedir a morada para envio do prémio.
Quem não ganhou desta vez, não desanime e continuem a participar.
Irão continuar a aparecer novidades!

Cumprimentos a todos e boas leituras!
Clube dos Livros
Ler mais »

Novidades

"Grande Reserva" de João Barbosa

00:12


Autor: João Barbosa
P.V.P.: 14,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 236
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Oficina do Livro

Sobre a obra:
As melhores Histórias do Vinho Português.


Grande Reserva é um livro de história e histórias, um apanhado de pequenos tesouros do vinho português, entre fait-divers e curiosidades.

No mundo dos aromas, paladares e gulas, fala-se muito em casamentos perfeitos entre comida e bebida. Se um vinho de colheita tardia vai bem com fois-gras e um tinto da terra com um cozido alentejano de grão, este livro vai bem com tudo: vinho branco, rosé, tinto, espumante, fortificado, tranquilo, novo, velho, tradicional ou internacional. Serve para comentar num serão entre amigos ou para explorar a sós enquanto se sonha com o néctar que tanto se gostaria de provar. Tal como o vinho, este livro quer-se para fruição, para o prazer e para a felicidade simples.

Um remédio santo contra as chatices da vida.

Sobre autor:
João Barbosa nasceu no Campo Grande, Lisboa, em 1970. Foi aluno regular e cábula na faculdade, tendo-se licenciado em História. Jornalista, trabalhou em publicações como O Jornal, Diário Económico e A Capital, sobretudo na área de economia e, mais especificamente, agricultura.

É também autor de três blogues: infotocopiavel (sobre prosa e poesia), armorial (heráldica) e joaoamesa (vinhos e conexos). Elege os vinhos Echézeaux (Domaine de la Romanée Conti) 1987 e o Scion (Vinho do Porto / 1855), do qual fala neste livro, como os melhores que já bebeu, e diz que gostava de plantar uma vinha que desse um vinho «impossível»: baga e ramisco, com tempero de Touriga Franca.

As artes visuais e a escrita são as suas paixões de sempre. E o vinho, claro. Não se considera um “enochato”, gente de quem, aliás, tenta fugir, e escreveu este Grande Reserva, o seu primeiro livro, com todo o prazer.

Ler mais »

Passatempo

Resultado Passatempo - "As Quatro Últimas Coisas" de Paul Hoffman"

16:21

Olá a todos! :-)

Tínhamos para oferta 1 livro,

Este passatempo só foi possível graças ao apoio da Porto Editora, muito obrigado pelo apoio!

Neste passatempo contamos com mais um sucesso, muito obrigado a todos os 280 participações.

O vencedor deste passatempo é:

* 275 - Pedro Silva - Lisboa


Muitos Parabéns! Ao vencedor, enviei um e-mail de confirmação a pedir a morada para envio do prémio.
Quem não ganhou desta vez, não desanime e continuem a participar.
Irão continuar a aparecer novidades!

Cumprimentos a todos e boas leituras!
Clube dos Livros
Ler mais »

Novidades

"Os Grandes Faraós do Antigo Egito" de Luís Manuel de Araújo

15:39


Autor: Luís Manuel de Araújo
P.V.P.: 24,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-626-335-5
Nº de Páginas: 352 + 16 extratextos
Dimensões: 160 x 235 mm
Colecção: História Divulgativa
Editora: Esfera dos Livros

Sobre a obra:
Durante mais de três mil anos, cerca de trezentos faraós sentaram-se no trono do Egito. Uns são conhecidos pelas suas obras ou batalhas que protagonizaram, como Ramsès II, ativo construtor é grande combatente, outros por serem fundadores de tempos novos ou por terem provocado grandes revoluções, como Ahmés ou Akhenaton, marido da bela Nefertiti que chocou ao imprimir um novo culto religioso à divindade solar, outros ainda graças ao legado funerário impressionante que chegou aos dias de hoje, como o de Tutankhamon, cujos feitos são poucos conhecidos mas o seu espólio, encontrado intacto no Vale dos Reis, é famoso. É a extraordinária história destes homens de poder que o egiptólogo Luís Manuel de Araújo nos conta, de forma cronológica, nesta obra original e única. Amplamente ilustrado, baseado numa investigação e estudo aprofundado da realeza egípcia, Os Grandes Faraós do Antigo Egipto, relata a história das trinta dinastias, destacando 30 dos mais famosos e conhecidos reis do país do Nilo. Através destes homens viajamos pelo Império Antigo, o Império Médio e finalmente o Império Novo, numa viagem pela longa e curiosa história da civilização egípcia.

Sobre autor:
Luís Manuel de Araújo é doutorado em Letras (História e Cultura Pré-Clássica) pela Universidade de Lisboa, sendo licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com estágio de pós-graduação em Egiptologia na Faculdade de Arqueologia da Universidade do Cairo em 1984-1985. É professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e orienta teses de mestrado e de doutoramento na área de História Antiga (Egiptologia). Participa regularmente em congressos, encontros, seminários e jornadas arqueológicas, apresenta conferências em Portugal e internacionais, sendo de sublinhar, entre outras, a participação em congressos de Egiptologia realizados no Cairo. Pertence a várias associações e colaborou com muitos artigos no Dicionário do Antigo Egipto, Lisboa. Conduz anualmente visitas de estudo ao Egipto desde 2000 (com grupos da Faculdade de Letras de Lisboa). Tem publicados doze livros, entre os quais se destacam Antiguidades Egípcias (esgotado); Estudos sobre Erotismo no Antigo Egipto (esgotado); A Coleção Egípcia da Universidade do Porto, 2011.
Ler mais »

Novidades

"Biografia de Lisboa" de Magda de Avelar Pinheiro

15:32


Autor: Magda de Avelar Pinheiro
P.V.P.: 26,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-626-340-9
Nº de Páginas: 504 + 20 extratextos
Dimensões: 210 x 226 mm
Colecção: História Divulgativa
Editora: Esfera dos Livros

Sobre a obra:
A história de uma cidade tem gente, tem cheiros, tem comércio, tem cercos e pestes, revoluções e invasões, batalhas, conquistas e derrotas, casas e mosteiros, evolução urbanística, higiene, limpeza, saúde pública, transportes, ruas, lendas, mistérios, momentos de lazer e desporto, cafés, festas urbanas e tradições, alegrias e sofrimento. Tal como num ser vivo, tudo isto cabe na vida, na história, na biografia de Lisboa. A historiadora Magda Pinheiro, especialista em História Urbana, traz-lhe uma obra absolutamente original, baseada numa profunda investigação de vários anos e consulta de várias fontes e arquivos. Ao longo destas páginas, percorremos a história de Lisboa, cidade capital, metrópole cosmopolita, cabeça do reino, desde a lenda de Ulisses até aos dias de hoje passando por momentos que marcaram a vida da metrópole, como a conquista de Lisboa, a saída da Corte para o Brasil, os Descobrimentos, o grande terramoto, as Revoltas Liberais, a Pneumónica, a chegada da Liberdade ou a Expo’98. Recheado de episódios que marcam a história do próprio país, de histórias do quotidiano da cidade, curiosidades sobre os bairros típico como Alfama ou Santos e as ruas onde passeamos, e onde podemos descobrir vestígios do passado, este livro, amplamente ilustrado, torna viva a cidade de Lisboa.

Sobre autor:
Magda de Avelar Pinheiro é desde 1977 professora do Departamento de História e investigadora do Centro de Estudos de História Contemporânea do ISCTE-IUL. Dirige a revista Ler História. Doutorou-se em 1987 na Universidade de Paris I Panthéon/Sorbonne onde decorreu toda a sua formação universitária. As suas áreas de especialização têm incluído a História dos caminhos-de-ferro e das finanças públicas, a biografia e a História urbana. Das suas publicações destacam-se as biografias de Luís da Silva Mousinho de Albuquerque (1992) e de Passos Manuel (1996); os livros O Liberalismo nos Espaços Públicos (2000), Cidade e Caminhos de Ferro (2008). Tem também organizado livros coletivos e publicado estudos em revistas da especialidade e coletâneas nacionais e estrangeiras.
Ler mais »

Novidades

[Casa das Letras] Novidade para Outubro

02:39

Ficam aqui as principais novidades literárias da Casa das Letras, para o mês de Outubro:


Título: O Ouro dos Corcundas
Autor: Paulo Moreiras

Sinopse: A guerra entre Absolutistas e Liberais está ao rubro quando Vicente Maria Sarmento retorna a Chão de Couce, após receber a notícia da morte do pai. Mas esse regresso tem um sabor duplamente amargo; em Lisboa, onde viveu os últimos anos, Vicente Maria pertenceu a um bando de salteadores e esteve preso no Limoeiro, donde só saiu por obra e graça dos malhados, que assaltaram a cadeia para libertar os partidários de D. Pedro. Antes de seguir para casa da mãe, para sossego do corpo e do espírito, Vicente Maria dirige-se para a Venda do Negro, acabando a noite nos braços da puta Tomásia, que nunca esqueceu e a quem promete casamento e vida honesta.
Nas livrarias a 17 de Outubro.


Título: A Jesuíta de Lisboa
Autor: Titus Müller

Sinopse: Antero Moreira de Mendonça odeia os jesuítas. Quando em 1755 um terramoto de proporções bíblicas arrasa a cidade de Lisboa e os Jesuítas pregam publicamente a fúria de Deus, o jovem entusiasta das ciências naturais vê chegada a oportunidade de se vingar da Companhia de Jesus. No entanto, Gabriel Malagrida, o líder dos Jesuítas a quem o povo reconhece poderes proféticos, revelar-se-á um opositor à altura. Contando com a ajuda de Leonor, filha de um comerciante alemão, Antero irá conseguir escapar ao cadafalso e à masmorra. Aquilo que Antero desconhece é que Leonor se conta entre os fiéis seguidores da ordem jesuíta. Que partido acabará o coração de Leonor por tomar? O de Antero ou o dos seus correligionários jesuítas?
Titus Müller estará em Lisboa, dias 24 e 25 de Outubro, para promover este seu livro.
Nas livrarias a 10 de Outubro.


Título: Mulheres de Ditadores
Autor: Diane Ducret

Sinopse: Chamavam-se Inessa, Clara, Nadia, Magda, Felismina, Jiang Qing, Elena, Catherine…
E eles Lenine, Mussolini, Estaline, Hitler, Salazar, Mao, Ceausescu, Bokassa.
Diane Ducret relata em detalhe os momentos, as estratégias de sedução, os casos amorosos, as intervenções políticas e os destinos diversos, ocasionalmente trágicos, das mulheres que cruzaram o caminho ou passaram pelo leito dos ditadores.
Nas livrarias a 10 de Outubro.


Título: Citações e Pensamentos de Bocage
Autor: Paulo Silva

Sinopse: Bocage foi o grande mestre da expressividade poética, construindo uma obra onde coloca a fluência e a clareza da prosa ao serviço da poesia. Poeta de grandes explosões e convulsões, consegue como nenhum outro a perfeita ressonância dos sentimentos num harmonioso equilíbrio de escrita, resultando em expressões dramaticamente apaixonadas e um espírito sempre no limite da emoção.
As citações, os textos temáticos e os sonetos reunidos neste livro traduzem os muitos momentos expressivos deste grande poeta.
Nas livrarias a 17 de Outubro.


Título: Voo Nocturno e Correio do Sul
Autor: Antoine de Saint-Exúpery

Sinopse: Voo Noturno descreve-nos a trágica aventura de um pioneiro do ar e em Correio do Sul as memórias do aviador, entrelaçadas com uma intriga internacional, dão-nos a conhecer o homem por detrás do herói.
Nas livrarias a 24 de Outubro.


Ler mais »

Novidades

[Dom Quixote] Novidades para Outubro

02:28

Ficam aqui as principais novidades literárias da Dom Quixote, para o mês de Outubro:


Título: Segredo Oculto em Águas Turvas - Outono
Autor: Mons Kallentoft

Sinopse: Chove torrencialmente sobre Skogsa, a relíquia medieval nos arredores de Linköping, e as grandes gotas caem sobre o corpo que flutua nas águas do fosso que rodeia o castelo. O advogado Jerry Petersson, o novo e rico proprietário, conhecido pelo seu espírito impulsivo e irascível, nunca mais resolverá novos casos. Chamada a investigar o crime, Malin Fors suspeita dos Fagelsjö, uma família aristocrática que, por problemas financeiros, foi forçada a vender a Jerry Petersson a propriedade há séculos na família. Mas seria isso motivo suficiente para o homicídio? Ou será que por detrás dos muitos milhões, das obras de arte valiosas, dos fatos caros e do sucesso nos negócios, Jerry Petersson não era quem parecia?
Nas livrarias a 24 de Outubro.


Título: O Peregrino Secreto
Autor: John le Carré

Sinopse: Derrubado o Muro de Berlim, está aberta a Cortina de Ferro. O Peregrino Secreto é Ned, um agente leal e honesto do período da Guerra Fria, que fez parte dos Serviços Secretos britânicos durante toda a vida. Agora, no final da sua carreira, tem por tarefa formar uma nova geração de espiões. No jantar de fim de curso, é arrastado para uma viagem sentimental através da sua própria vida, desde o recrutamento à iminente aposentação. O resultado é uma deslumbrante série de episódios – em parte cómicos, em parte líricos, em parte trágicos –, cada um deles constituindo um marco ao longo do percurso deste “peregrino secreto”.
Nas livrarias a 17 de Outubro.


Título: O filho do desconhecido
Autor: Alan Hollighurst

Sinopse: No final do Verão de 1913, nas vésperas da Grande Guerra, o jovem poeta aristocrata Cecil Valance passa um fim-de-semana em “Dois Acres”, a casa da família do seu amigo e colega de Cambridge, George Sawle. São dias intensos para todos, mas é em Daphne, irmã de George, que o seu impacto será mais duradouro, pois Cecil escreve-lhe um poema que virá a tornar-se num marco para toda uma geração.
Tendo como pano de fundo um século da vida britânica, O Filho do Desconhecido é um retrato envolvente de uma Inglaterra em constante mutação, um romance sobre o poder duradouro do desejo e a forma como o coração cria as suas próprias lendas.
Alan Hollinghurst estará em Lisboa, de 14 a 16 de Novembro, para promover este seu mais recente romance, que, recorde-se, foi nomeado para o Man Booker Prize 2011.
Nas livrarias a 30 de Outubro.


Título: Némesis
Autor: Philip Roth

Sinopse: No “calor demolidor da Newark equatorial” grassa uma epidemia aterradora que ameaça de mutilação, paralisia, incapacidade irreversível e mesmo de morte as crianças de Nova Jérsia. É este o tema surpreendente e lancinante do novo livro de Philip Roth: uma epidemia de poliomielite em tempo de guerra, no Verão de 1944, e o efeito que tem sobre uma comunidade de Newark, coesa e assente nos valores da família, e nomeadamente sobre as suas crianças.
Nas livrarias a 10 de Outubro.


Título: A menina é filha de quem?
Autor: Rita Ferro

Sinopse: A autora ficciona as suas memórias pessoais num romance intimista onde conta as suas origens e a sua história familiar. A viagem começa nos anos 50 e atravessa uma época de obediência em que, apesar do meio artístico em que cresceu, a originalidade não é encorajada. As pessoas que povoam o seu imaginário são conhecidas: Fernanda de Castro, António Ferro, António Quadros, Ruben A., Almada Negreiros, Natália Correia, Ary dos Santos, David Mourão-Ferreira e até Fernando Pessoa.
Este não é um romance de Rita Ferro, é o romance de Rita Ferro.
Nas livrarias a 17 de Outubro.


Ler mais »

Opinião

Opinião: "O Executor" de Lars Kepler

02:10



mais informação acerca do livro neste
link

Opinião:
Uma mulher aparece misteriosamente morta numa embarcação de recreio ao largo do arquipélago de Estocolmo. O seu corpo está seco, mas a autópsia revela que os pulmões estão cheios de água. No dia seguinte, Carl Palmcrona, diretor-geral de Armamento e Infraestruturas de Defesa da Suécia, é encontrado enforcado em casa. O corpo parece flutuar ao som de uma enigmática música de violino que ecoa por todo o apartamento.
Chamado ao local, o comissário da polícia Joona Lina sabe que na sua profissão não se pode deixar enganar pelas aparências e que um presumível suicídio não é razão suficiente para fechar o caso. Haverá possibilidade de estes dois casos estarem relacionados? O que poderia unir duas pessoas que aparentemente não se conheciam?
Longe de imaginar o que está por detrás destas mortes, Joona Lina mergulhará numa investigação que o conduzirá, através de uma vertiginosa sucessão de acontecimentos, a uma descoberta diabólica. Existem pactos que nem mesmo a morte pode quebrar…


São estes os mistérios, que por trás de uma história ligada a exportação de armas ilegais, que o nosso detective Jonna Lina vai tentar desvendar, ao estilo com que já se nos apresentou em O Hipnotista, outro livro muito bom desta dupla.
O livro em si apresenta-se com um ritmo bom, com capítulos pequenos e bem estruturados, de fácil leitura e rápida, contém o enredo interessante e cativante, que nos deixa a caminhar pelo meio do mistério e suspense. Obras muitos boas estas que começam a ser um acontecimento comum que se encontram nos livros publicados pelos nórdicos. Contudo há que destacar que detalhes nos entre os vários pontos da obra, como as personagens, o enredo política no tráfego de armas para países Africanos, etc, tudo está bem aproveitado e desenvolvido.
Um livro para fãs de policiais, que procuram enredos envolventes.

Ler mais »

Opinião

Opinião: "A Corte do Ar" de Stephen Hunt

02:04



mais informação acerca do livro neste
link

Opinião:
Quando a órfã Molly Templar testemunha um assassinato brutal no bordel onde foi colocada como aprendiz, o seu primeiro instinto é o de correr de volta para o orfanato onde cresceu. Ao chegar e encontrar todos os amigos mortos, apercebe-se de que era ela o verdadeiro alvo do ataque… pois o sangue de Molly contém um segredo que a torna um alvo a abater para os inimigos do Estado.
Oliver Brooks levava uma existência tranquila na casa do tio, mas quando é acusado da morte do seu único familiar é forçado a fugir para salvar a vida, acompanhado por um misterioso agente da Corte do Ar. Perseguido pelo país, Oliver vê-se na companhia de ladrões, foras-da-lei e espiões, e aprende mais sobre o segredo que destruiu a sua vida.
É então que Molly e Oliver são confrontados com uma ameaça à própria civilização por um poder antigo que se julgava derrotado há milénios. Os seus inimigos são implacáveis e numerosos, mas os dois órfãos terão a ajuda de um formidável grupo de amigos nesta aventura cheia de acção, drama e intriga.

Corte de Ar, apresenta-se como um livro adulto, com um objectivo camuflado no meio da história desta duas crianças órfãs, que não vêm apenas com um objectivo de salvar o mundo, mas com a mensagem de que o mundo contém histórias sobre si mesmo, com ideias que podem causar conflitos e problemas.
As personagens são muito bem pensadas e tocantes, as suas acções e evolução ao longo do livro são muito boas mesmo, torna-nos fãs das mesmas e a querer avançar e acompanhar o que estas nos têm para desvendar.
A acção é boa e cativante. Trata-se de uma história bastante complexa que requer bastante atenção para que seja bem entendida.
A escrita é bastante rítmica, não é fluída mas mágica e rica de imaginação, é sem dúvida cativante e requer toda a nossa atenção para que nada seja deixado para trás ou perdido na mensagem que nos transmite.
Uma saga que terá o seu lugar cativo na minha estante, fica agora a espera pelos próximos volumes que prometem agarrar e ganhar mãos fãs.
Ler mais »

Opinião

Opinião: "Os Pilares da Terra" de Ken Follett

01:54



visite e adquira o livro neste link

Opinião:
Este já foi o segundo do Ken Follett, o primeiro (Nome de Código: Leoparda) foi à tanto tempo que já nem me lembro o suficiente para comentar... Comprei em livro de bolso na fnac e... custou-me uma dioptria... não recomendo, o livro enorme, é fantástico, e vale a pena ser comprado em português ou em tamanho normal...

O ambiente medieval é absolutamente envolvente, dá vontade de viver lá, e as personagens mais cativantes que as da série, especialmente o Jack. E claro, a maneira de escrever do Sr. Ken Follett é aliciante, o que nos faz ficar colados à história. A série acaba por ser muito leviana em relação ao livro, passa mesmo ao lado na densidade dos personagens e argumento.

Os Pilares da Terra fazem-me lembrar que a igreja católica, apesar de se terem passados alguns anos, continua igual, a corrupção política é muito moderna, e tal como Jack, que percorreu novos horizontes para ter novos conhecimentos, assim devemos pensar e continuar.

E Os Pilares da Terra (o povo) continuam a levar toda esta sociedade às costas...

A minha avaliação: ****

por Cláudia Correia - blogue
Ler mais »

Novidades

"A Rainha das Duas Sicílias" de Nancy Goldstone

00:56


Autor: Nancy Goldstone
P.V.P.: 18,50 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 424
Dimensões: 150 x 235 mm
Colecção: -
Editora: Bertrand Editora


Sobre a obra:
A biografia de Joana I, figura histórica muitas vezes negligenciada, que lutou para governar em nome próprio.

Em 1348, aos vinte e dois anos, Joana I, rainha de Nápoles, foi apresentada em julgamento ao Papa, acusada do homicídio do primo e marido, o príncipe húngaro André. Defendeu-se em latim e foi absolvida transformando-se então na única mulher monarca do seu tempo a governar em nome próprio. Presidiu durante mais de trinta anos a uma das cortes europeias mais prestigiadas e influentes, até ser ela própria assassinada. Pela primeira vez, Nancy Goldstone conta a história de uma das mais corajosas e influentes mulheres da história, pintando um retrato cativante da realeza medieval em toda a sua esplêndida complexidade.

Sobre autor:
Nancy Goldstone é autora de cinco livros de História, entre os quais se destaca As Quatro Rainhas, publicado pela Bertrand. Vive em Westport, no Connecticut.
http://nancygoldstone.com/


Imprensa:
«Uma história notável acerca de uma mulher igualmente notável, contada com competência e vigor. Nancy Goldstone recria com toda a riqueza o mundo de intrigas, de feudos familiares e de desonestidade do século XIV.»
Wendy Moore, autora de O Pior Marido de Inglaterra

«Numa prosa académica mas acessível, a popular historiadora Goldstone sublinha os muitos feitos significativos desta rainha exemplar. Trata-se de retrato profundamente intrigante de uma figura histórica negligenciada».
Kirkus Reviews
Ler mais »

Novidades

"Anjos na Guerra" de Susana Torrão

00:50


Autor: Susana Torrão
P.V.P.: 14,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 168
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Oficina do Livro

Sobre a obra:
A Aventura das enfermeiras paraquedistas portuguesas


A criação do corpo de enfermeiras paraquedistas da Força Aérea Portuguesa, em 1961, levou pela primeira vez as mulheres para as Forças Armadas.

Estas mulheres que caiam do céu para tratar dos feridos e travar o sofrimento enfrentaram, ao lado dos soldados, a dureza do mato e a violência dos combates. Mas não só. Enfrentaram também o preconceito de uma sociedade conservadora, onde a ideia de enviar mulheres para um cenário de conflito era vista com enorme desconfiança. Em África, as enfermeiras faziam evacuações dos feridos da frente para os hospitais militares e prestavam apoio às populações civis, mas em Lisboa a sua acção era desconhecida para a maioria.

O livro relata a história dessas pioneiras improváveis, que quase passaram despercebidas ao seu país mas que acabaram por lhe dar uma lição de coragem.

Sobre autor:
Susana Torrão nasceu em1972 e é jornalista. Licenciada em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, trabalhou no Diário de Noticias, Semanário, Semanário Económico e Focus. Trabalha como freelancer desde 2006 e, ao longo dos últimos anos, escreveu para publicações como Sábado, Exame, Notícias Magazine, NS’, Público ou Fora de Série.

Anjos na Guerra é o seu primeiro livro

Ler mais »

Follow on Facebook

Site Meter