"Múltipla Escolha" de Lya Luft

23:09


P.V.P.: 13,41 € (aqui)
Data de Edição: 2012
ISBN: 9789896571092
Nº de Páginas: 160
Editora: Editorial Planeta

Depois do estrondoso sucesso de Perdas & Ganhos, a poetisa e romancista brasileira Lya Luft regressa a este tipo de escrita que lhe deu notoriedade.

Um livro fundamental numa altura em que a indecisão e a incerteza minam a vida das pessoas.

Sobre a obra:
Lya Luft reflecte com uma lucidez e sabedoria invulgares sobre problemas que nos tocam a todos – a nossa família, as nossas dificuldades de comunicação, o nosso lugar no trabalho – numa sociedade que criou uma série de estereótipos que nos escravizam todos os dias.
Múltipla Escolha ajuda os leitores a relativizarem certos assuntos e a valorizarem outros, muitas vezes mais próximos e mais simples, de que nos esquecemos com frequência.
Escrito num tom simples, o livro quase poderia ser uma conversa com uma mãe ou um amigo, em busca de alguma sabedoria em relação à vida.

Lya Luft fala com os leitores criando um clima de intimidade e, de modo
quase sobrenatural, parece ouvi-los. Para a autora, o público não é uma
abstracção, o que explica o seu sucesso e a sua legião de fãs.
A escrita de Lya Luft, a autora mais vendida do Brasil, afirma-se, em português, como uma voz universal, tendo obras publicadas na Alemanha, França, Espanha, Itália, Holanda, Jugoslávia e Israel.

Sobre autor:
Lya Luft é uma das mais conceituadas escritoras brasileiras da actualidade.
Formada em letras anglo-germânicas, Lya Luft é uma prestigiada tradutora de alemão e inglês.
Nasceu no Rio Grande do Sul, em 1938, no seio de uma família descendente de colonos alemães.
Começou a sua carreira literária em 1980, aos 41 anos, com a publicação do romance As Parceiras.
Em 1996, O Rio do Meio é considerada a melhor obra de ficção do ano – Prémio da Associação Paulista de Críticos de Arte.
O livro Perdas & Ganhos (2003) atinge um sucesso inédito, ultrapassando no Brasil os 500 mil exemplares vendidos e catapultando a autora para um reconhecimento alargado, êxito que se repete com Pensar É Transgredir (2004).
Histórias de Bruxa Boa marca a sua estreia na literatura infantil, tema que retomaria em 2007 com A Volta da Bruxa Boa.
Em 2005, publicou o volume de poesias Para não Dizer Adeus e, em 2006, a colectânea de crónicas Em Outras Palavras.
Regressa, em 2008, à ficção, com o Silêncio dos Amantes.

Imprensa:
«Em Múltipla Escolha, a escritora prossegue em sua trajetória de convidar o leitor a pensar. Assim, desde o horror à descriminalização das drogas até às exigências sociais, Lya propõe um combate à mediocridade a partir da reflexão.»
O Estado de S. Paulo

«Dona de uma escrita elegante e fácil de ser compreendida, até quando trata de assuntos espinhosos, muitos dos quais tentamos, por comodismo ou leviandade, jogar para debaixo do tapete, Lya Luft, faz um convite explícito à reflexão. E não foge, ela própria, de tratar coisas íntimas, se desnudando como ser humano frente aos leitores.»
Diário de Pernambuco

«Lya Luft é a maior escritora do Brasil»
Paulo Coelho

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook