[Dom Quixote] Novidades para Junho: Mons Kallentoft, Jorge Amado, William Faulkner, Luís Urgais, Gabriela Adamesteanu, Janny Scott, ...

21:40

Ficam aqui as principais novidades literárias da Dom Quixote e outras chancelas do Grupo LeYa, para o mês de Junho:

Título: Flores Caídas no Jardim do Mal (Primavera)
Autor: Mons Kallentoft

Sinopse: O sol primaveril brilha em Linköping, no centro da Suécia, e aquece os poucos habitantes, ainda pálidos da escuridão de um inverno prolongado, que ousaram sair para tomar café nas esplanadas da cidade. Uma mulher passeia com as duas filhas pela Praça Grande da cidade e dirige-se à caixa automática de um banco para levantar dinheiro. E, subitamente, há um som aterrador que atravessa a cidade e faz estremecer as construções mais sólidas e os corações mais endurecidos. Momentos depois, Malin chega à praça e a visão que a atinge dificilmente poderá ser apagada…
Nas Livrarias a 11 de Junho


Título: Gabriela, Cravo e Canela
Título: Jorge Amado

Sinopse: No ano em que se assinala o centenário do nascimento de Jorge Amado, a Dom Quixote reedita aquele que é, porventura, o seu livro mais emblemático. Gabriela, Cravo e Canela é mais do que a história de amor do árabe Nacib e da sertaneja Gabriela. É a crónica de uma pequena cidade baiana, Ilhéus, quando passava por bruscas transformações, por volta do ano de 1925. A riqueza trazida pelo cacau possibilitara o desenvolvimento urbanístico e o progresso económico, transformando profundamente a fisionomia da cidade.
Publicado em 1958, Gabriela, Cravo e Canela recebeu no ano seguinte os prémios Machado de Assis e Jabuti. Pouco depois, em 1961, Jorge Amado seria eleito para a Academia Brasileira de Letras, em grande parte graças ao estrondoso sucesso do livro.
Nas Livrarias a 11 de Junho


Título: O Som e a Fúria
Autor: William Faulkner

Sinopse: O Som e a Fúria é a história da tragédia da família Compson, apresentando algumas das personagens mais memoráveis da literatura: a bela e rebelde Caddy; Benjy, o filho varão; o assombrado e neurótico Quentin; Jason, o cínico brutal; e Dilsey, o criado negro. Com as suas vidas fragmentadas e atormentadas pela história e pela herança, as suas vozes e ações enredam-se para criar o que é, sem dúvida, a obra-prima de Faulkner, e um dos maiores romances do século XX.
Esta edição, que assinala os 50 anos desde a morte do autor, conta com um prefácio de António Lobo Antunes.
Nas Livrarias a 30 de Junho


Título: O Legado de Nhô Filili
Autor: Luís Urgais

Sinopse: Filho de minhotos, João Bento Rodrigues – que ficaria conhecido por Filili – nasceu na ilha do Fogo no ano da abolição da escravatura. O decreto não bastou, porém, para que se extinguisse o tráfico, até porque os negreiros tinham a cumplicidade das autoridades; e foi assim que Maguika, capturada nas matas da Guiné, se tornou propriedade de Nhô Filili, trazida por um negociante desejoso de, com presentes, o conquistar para genro.
Tendo por cenário o arquipélago de Cabo Verde entre a segunda metade do século xix e a primeira do século xx, O Legado de Nhô Filili é o retrato de uma África bela e sedutora, mas também dura e miserável, e bem assim uma metáfora da história da mestiçagem biológica e cultural e da génese dos movimentos pela independência das Colónias.
Nas Livrarias a 18 de Junho


Título: Uma Manhã Perdida
Autor: Gabriela Adamesteanu

Sinopse: Numa manhã fria de inverno, Vica Delcă, uma mulher de setenta anos a quem o regime comunista fechou a loja e que vive com dificuldades, caminha sozinha pelas ruas de Bucareste. A sua intenção é visitar a irmã e, de seguida, dirigir-se à mansão da sua antiga patroa em busca de um donativo mensal, mas também para conversar um pouco e lembrar os velhos tempos.
Uma Manhã Perdida é um magistral romance polifónico que, alternando entre o solene e o cómico, a ternura e o hu¬mor, nos relata a saga de uma família romena durante cem anos e, a partir desta, de todo um povo. Publicado em 1983, este é o romance que catapultou Gabriela Adameşteanu para a primeira linha dos escritores romenos.
Gabriela Adamesteanu estará em Lisboa, de 1 a 5 de Julho, para promover este romance.
Nas Livrarias a 25 de Junho


Título: Uma Mulher Invulgar
Autor: Janny Scott

Sinopse: Barack Obama escreveu extensamente sobre o pai que o deixou, mas pouco se sabe acerca da mulher que, mais do que ninguém, moldou a criança que haveria de se tornar Presidente dos Estados Unidos. Agora, em Uma Mulher Invulgar, Janny Scott, jornalista premiada do New York Times, con¬ta a história de Stanley Ann Dunham, a quem o Presidente Obama atribui, segundo diz, «o que de melhor há em mim».
Uma Mulher Invulgar é um olhar pro¬fundo e inspirado sobre como se molda uma per-sonalidade. É igualmente a história de uma mulher à frente do seu tempo, cuja morte aos cinquenta e dois anos, quando Obama se estava a lançar na sua primeira campanha para um cargo público, a impe¬diu de ver o filho chegar à Presidência dos Estados Unidos.
Nas Livrarias a 11 de Junho


Título: Escutando o Rumor da Vida seguido de Solidões em Brasa
Autor: Urbano Tavares Rodrigues

Sinopse: Escutando o Rumor da Vida, como o próprio título o diz, é uma tentativa de visão global do mundo em que vivemos, mas inteiramente diferente das obras convencionais realistas e naturalistas. Bem pelo contrário, aqui reinam a excentricidade, a loucura, o humor e até o absurdo tornado real, desde a conversão do belo tenebroso Olímpio no herói da generosidade e do amor, à excentricidade erótica de Teresa Cordovil…
Já na novela Solidões em Brasa pode parecer mais natural a inquietação de Vítor Córdova, que procura no amor e no sexo, na viagem e nos seus pequenos delírios um sentido para a vida, que afinal não encontra, bem como Maria Lucília Rodrigues, pintora que acaba por se suicidar, desesperando de achar a harmonia, a verdade que perseguiu.
Nas Livrarias a 18 de Junho



Título: A História do Século XX em 50 Frases
Autor: Helge Hesse

Sinopse: Algumas frases conseguiram ilustrar e sintetizar na perfeição os grandes momentos da Humanidade. A Segunda Guerra Mundial, as origens do feminismo e a entrada em cena dos Beatles são alguns dos marcos históricos, sociais e culturais que deram lugar a tão pertinentes expressões. Cada uma delas, acompanhada de uma descrição sobre o episódio em que foi concebida e sobre a personalidade dos seus protagonistas e autores, constitui um elo desta original História do Século XX em 50 Frases.
Nas Livrarias a 30 de Junho



Título: Verão Quente
Autor: Domingos Amaral

Sinopse: Em 1975, no auge do Verão Quente, com Portugal à beira de uma guerra civil, Julieta é encontrada inanimada e cega, depois de cair pela escada, na sua casa de família na Arrábida. E, num dos quartos do primeiro andar, são descobertos, já mortos, o seu marido, Miguel, e a sua irmã, Madalena. Seminus e ambos atingidos com duas balas junto ao coração, as suas mortes levam o tribunal a condenar Julieta pelo duplo homicídio.
Vinte e oito anos depois, em 2003, a cegueira traumática de Julieta desapa¬rece e ela volta a ver. Começa também a recordar-se de muitos pormenores daquela tarde trágica em que aconteceu o crime, e em conjunto com Redonda, a sua bonita filha, e o narrador da história, vão tentar reconstituir e desvendar o terrível segredo da Arrábida, que destruiu aquela família para sempre.
Nas Livrarias a 18 de Junho

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook