"A Sereia" de Carolyn Turgeon

00:30


Compre por: 14,99 € (aqui)
Data de Edição: 2012
ISBN: 9789896572860
Nº de Páginas: 240
Editora: Editorial Planeta

Um versão surpreendente do conto clássico, A Pequena Sereia, de Hans Christian Andersen, narrada de uma forma magistral.

A Sereia vai ser adaptada ao cinema pela Sony Pictures, no próximo ano.

Duas princesas e um príncipe ferido. Quem viverá feliz para sempre?
Uma história de fadas que dá que pensar.
A história de duas mulheres que têm tudo a perder.
Uma maravilhosa história para adultos que mantém o leitor em suspense até à última página.

Sobre a obra:
A princesa Margrethe está escondida num convento porque o seu reino está em guerra e um dia, no jardim que dá para o mar gelado, testemunha um milagre: uma sereia emerge das ondas com um homem nos braços, moribundo. Quando chega à praia, a princesa descobre que a sereia desapareceu no mar e enquanto trata do belo estranho, descobre que é um príncipe e também o filho do grande rival do pai. Certa de que a sereia lhe entregou aquele homem por uma razão, Margrethe engendra um plano para acabar com a guerra no seu reino.
Entretanto, a princesa Lenia anseia voltar para o homem que transportou para terra e não se importa de trocar o seu mundo, a sua voz e até a sua saúde por umas pernas e a possibilidade de lhe conquistar o coração... Uma versão surpreendente da história clássica, A Sereia é a história de duas mulheres que têm tudo a perder, fazendo-nos pensar duas vezes na história de fadas que ouvimos em crianças, uma história que nos mantém em suspenso até à última página.

Ler Excerto

Sobre autor:
Carolyn Turgeon nasceu no Michigan e cresceu em Illinois, Texas, Michigan e Pensilvânia.

Estudou literatura inglesa e italiana na Universidade Penn State e fez um mestrado em Literatura Comparada pela UCLA.

Vive entre a Pensilvânia e Nova Iorque.

O seu livro A Sereia irá ser adaptado a filme.


Imprensa:
"A história clássica de Hans Christian Andersen reinventada de forma magistral."
New York Times

«Absorvente, pungente, de partiro coração… Os leitores que gostam de contos de fadas não conseguirão pô-lo de lado.»
Library Journal

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter