"Zonas Íntimas" de Charlotte Roche

00:23


Compre por: 13,05 € (aqui)
Data de Edição: 2012
ISBN: 9789892319803
Nº de Páginas: 248
Editora: Lua de Papel

Sobre a obra:
Logo nas primeiras páginas o leitor é guiado, com arrepiante despudor, para o último reduto da intimidade: o quarto de casal. É ali, debaixo dos lençóis, no decurso de um fellatio, prolongada e minuciosamente descrito, que Elizabeth se apresenta. Ela é uma mulher de 33 anos, mãe de uma filha de sete, a viver o seu segundo casamento. É a personagem principal, mas também o coro grego; expõe-se mas também se observa à distância. E nesse duplo processo, já não é apenas uma mulher casada, mas a mulher contemporânea, onde se desvendam as terríveis cicatrizes da modernidade. Zonas Íntimas é um romance que nada teme, que despreza rótulos ou tabus. Ergue-se em torno da voz desabrida de uma mulher que não consegue perdoar a mãe (a negação do sexo) e que tenta reconciliar-se com o passado (a traumática perda de três irmãos). Nesse sôfrego monólogo interior, onde cruamente se expõem as marcas da contemporaneidade (a morte de Deus), o sexo surge já não como metáfora, mas como âncora - é no sexo, e pelo sexo, que Elizabeth se tenta (re)construir, perseguir a intimidade e, em última análise, sobreviver.

Ler Excerto

Sobre autor:
Charlotte Roche nasceu em 1978 em High Wycombe, Inglaterra, e cresceu na Alemanha. Como apresentadora de televisão dos canais VIVA, 3SAT e ZDF, entre outros, recebeu o Prémio Grimme e o Prémio de Televisão da Baviera. Em 2008 publicou o seu primeiro romance, Zonas Húmidas (Caderno, 2009), que desencadeou um enorme debate, tornando-se o livro mais vendido do ano na Alemanha (dois milhões de exemplares). Charlotte Roche vive com o marido e a filha em Colónia.

Imprensa:
“Não há na literatura contemporânea de língua alemã um outro autor que consiga escrever sobre sexo de forma tão expressiva e, em última análise, afectuosa.”
Der Tagesspiegel

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter