"O Tempo dos Amores Perfeitos" de Tiago Rebelo

00:17


P.V.P.: 17,91 € (aqui)
Data de Edição: 2012
ISBN: 9789892320168
Nº de Páginas: 620
Editora: Edições ASA

Sobre a obra:
Tiago Rebelo conta-nos as aventuras de um oficial português em Angola, nos finais do século XIX, nos conturbados anos que se seguiram ao Ultimatum britânico, uma época em que a coroa portuguesa se debate com extremas dificuldades militares no interior da colónia. Num universo de ficção e veracidade histórica acompanhamos a história de sobrevivência do jovem tenente Carlos Augusto de Noronha e Montanha, um antepassado do escritor, que é destacado para algumas das operações mais difíceis no interior de Angola, e o seu romance impossível com Leonor, a filha do governador, rebelde e determinada. Intensamente apaixonados vêem, no entanto, a sua relação amorosa comprometida por conflitos de interesses que opõem a família de Leonor ao tenente Montanha.

Ler excerto

Sobre autor:
Tiago Rebelo é um dos romancistas mais brilhantes das letras portuguesas. Na última década manteve uma produção literária constante e os seus livros tornaram-se há muito presença habitual nos lugares cimeiros das principais tabelas de vendas nacionais. Com títulos disponíveis em diversos países, desde o Brasil a Angola e Moçambique, foi igualmente editado em Itália e na Argentina. Depois dos enormes sucessos aplaudidos pelo público e pela crítica, O Tempo dos Amores Perfeitos e O Último Ano em Luanda, o seu útlimo romance, O Homem Que Sonhava Ser Hitler, editado em 2010 pela ASA, é um magistral e absorvente relato de uma face desconhecida da sociedade actual. A par da actividade literária, Tiago Rebelo tem já uma longa carreira de jornalista, sendo actualmente editor executivo na TVI, e escrevendo regularmente para a revista do Correio da Manhã.

Imprensa:
«Sendo um romance passado no final do século XIX nas antigas colónias portuguesas, e retratando o ambiente de guerra vivido nessa altura, não é um livro de catarse dos traumas da guerra colonial. Será mais um romance ao estilo de Guerra e Paz, com um subtil acento mordaz na descrição das limitações das tropas portuguesas e um sabor romanesco na construção das personagens e enredo muito ao gosto de Tolstoi (...) Boa estrutura narrativa; construção e evolução das personagens; enquadramento destas nos respectivos ambientes sociais e psicológicos.»
Luís Robalo de Campos

«(...)O Tempo dos amores Perfeitos é um romance que se lê de um só fôlego (...) Neste romance, Tiago rebelo recriou de uma forma interessante uma época particularmente conturbada da história nacional, com o mérito do seu texto não traduzir qualquer preconceito ideológico, numa história onde não há vencedores, mas antes vidas perdidas e existências desfeitas.»
Agripina Carriço Vieira, Jornal de Letras

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook