Páginas do Páginas Soltas de Bárbara Guimarães | Clube do Livro SIC

00:32

P.V.P.: 13,49 €
Data de Edição: 2013
Nº de Páginas: 264
Editora: Guerra & Paz
É mais do que um livro, é uma aventura. Bárbara Guimarães desafiou e entrevistou alguns dos melhores espíritos do nosso tempo. Conversou com grandes escritores, pintores, músicos, os nossos melhores artistas. Cada um trouxe os livros que mais os apaixonaram.
Sobre a obra:
Das conversas nasce um extraordinário alimento para o espírito. Por exemplo, José Saramago, Bernardo Sassetti, Graça Morais falam e oferecem-nos armas para sermos mais humanos, para sermos mais livres, para sabermos e podermos sonhar. Páginas do Páginas Soltas reúne as entrevistas de 30 grandes personalidades.
É um livro indispensável para os leitores de Gonçalo M. Tavares ou Valter Hugo Mãe. Um livro indispensável para quem ouve Sassetti, para os espectadores dos filmes de Fernando Lopes.
«Que livro é este?», perguntou-se Bárbara Guimarães, a sua autora. Ela mesmo nos esclarece: «Gosto de pensar que este livro é uma biblioteca ambulante.» É uma caverna de Ali Babá: estão aqui guardados, como se fosse uma memória riquíssima, os livros que os grandes escritores e artistas roubam ou dão uns aos outros. Este é um livro onde se pode viver.
Sobre autor:
Bárbara Guimarães é, há vinte anos, um dos símbolos mais prestigiados e queridos da televisão portuguesa. Começou na Informação e foi pivot do telejornal da TVI. Depois, entregou a carteira de jornalista e, na SIC, abraçou a apresentação de programas de entretenimento, como Chuva de Estrelas, Furor e os Globos de Ouro.
Bárbara Guimarães sempre quis que os seus programas na televisão não se resumissem a um mero passatempo. Deu cabo da cabeça de directores de programas, forçando-os a sair do simples entretenimento. Fez os Duetos Imprevistos, com António Vitorino de Almeida, e apresentou magazines culturais como Sociedade de Belas Artes e programas de entrevistas como Oriente. Foi na SIC Notícias que desenvolveu o conceito, a escrita e a autoria de Páginas Soltas, o programa que está na origem desta obra. Este seu livro é um acto de justiça: fixa no papel impresso a paixão de Bárbara Guimarães pelos grandes romances e pela aventura intelectual que a verdadeira leitura representa.
Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter