Sniper Americano _ Autobiografia do Atirador Especial Mais Letal da História de Chris Kyle

18:52

P.V.P.: 17,99 € 
Data de Edição: 2013
Nº de Páginas: 392
Editora: Vogais
Ele foi o sniper de elite mais letal de sempre. Os rebeldes iraquianos chamavam--lhe «O Demónio». Entre os seus irmãos Navy SEALs, era conhecido como «A Lenda»…
Sobre a obra:
Uma extraordinária autobiografia, escrita na primeira pessoa pelo atirador especial mais letal da História, Chris Kyle, combatente em algumas das batalhas mais importantes das últimas décadas. Nascido e criado no Texas, Chris Kyle aprendeu a atirar na sua infância, enquanto acompanhava o pai em caçadas. Antes de se alistar na Marinha era já um cowboy experiente. Depois do 11 de Setembro foi lançado nas linhas da frente da guerra contra o terrorismo, onde demonstrou as suas capacidades enquanto sniper, com registos excecionais debaixo de fogo cerrado.

Entre 1999 e 2009 obteve o maior número de tiros bem-sucedidos como atirador especial da História militar norte-americana, confirmado oficialmente pelo Pentágono: 160. Chris Kyle morreu em fevereiro de 2013, em circunstâncias trágicas, assassinado por um antigo marine num campo de tiro no Texas. Nesta autobiografia, publicada originalmente alguns meses antes da sua morte, Chris Kyle descreve, com grande detalhe, a formação e treino dos SEALs, as batalhas em que esteve envolvido e as estratégias e armamento utilizados, bem como a dor provocada pela guerra — por ter sido atingido duas vezes, com gravidade, e por ter presenciado as mortes trágicas de dois amigos próximos.

Num registo sem reservas e repleto de adrenalina, Sniper Americano é o relato verídico e emocionante das experiências de guerra de um atirador especial de elite. Este livro é um documento único e inédito sobre os procedimentos e táticas dos SEALs e do exército norte-americano, e os efeitos diretos da guerra na vida quem arrisca tudo pelo seu país.
Sobre autor:
Chris Kyle, membro do SEAL Team Three da Marinha dos EUA, serviu quatro missões de combate no Iraque.
É o atirador especial mais letal de sempre, detendo o recorde de 160 mortes como sniper, confirmadas oficialmente pelo Pentágono. Recebeu duas Estrelas de Prata, cinco Estrelas de Bronze com um V (por valentia em combate), duas Medalhas da Marinha e dos Marines, e uma Comenda da Marinha.
Após as suas comissões tornou-se instrutor-chefe das equipas de Snipers dos SEALs. Chris Kyle morreu em fevereiro de 2013, em circunstâncias trágicas, assassinado por um antigo marine. Deixou para trás a sua mulher, Taya, e dois filhos. 
Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook