"Manifesto Comunista" de Karl Marx | Guerra e Paz

17:01

P.V.P.: 19,80 € 
(à data da publicação deste post)
Data de Edição: 2016
Nº de Páginas: 176
A Guerra e Paz editores publica este mês o Manifesto Comunista, de Karl Marx e Friedrich Engels. Esta edição faz parte de um projecto que engloba também a publicação do Mein Kampf, de Adolf Hitler, e de O Livro Vermelho, de Mao Tsé-Tung. Três livros fundamentais para a História do século XX. Três livros contendo visões utópicas que desencadearam brutais ditaduras, guerras e genocídios arrepiantes.
Podem publicar-se, hoje, estes livros, sem um enquadramento que forneça ao leitor o quadro histórico que precede o aparecimento destas obras e sem levar em conta as consequências que desencadearam? A Guerra e Paz entende que não e, por isso, converteu estes três livros em edições globais, nas quais, em texto e imagens se inclui também a história épico-trágica do comunismo, do nazismo e do maoismo.
A 20 de Janeiro, chega às livrarias o Manifesto Comunista. A edição tem organização e textos de Manuel S. Fonseca, convocando figuras ou testemunhos como os dos romancistas Vassili Grossman e Alexander Soljenitsin, escritores como Raymond Aron, políticos como Nikita Krushchov, testemunhos como os de O Livro Negro do Comunismo. António Rodrigues apoiou esses textos com pesquisa sobre a história do comunismo e traduziu esta nova versão do Manifesto Comunista, que Marx e Engels escreveram para dar corpo teórico às revoluções de 1848 que puseram a Europa em fogo.
Sobre a obra:
Este é, duplamente, um livro de intervenção. 
Por ter o texto integral, em nova tradução, de O Manifesto Comunista, que Marx e Engels escreveram em 1848, para oferecerem um corpo teórico, um guia, às fogueiras da revolta que ardiam por todas as nações da Europa. 
Mas é também um livro de intervenção por apresentar, a preceder o Manifesto, 56 páginas que revisitam a his¬tória do comunismo europeu. O comunismo nasceu nas bocas da fome e no peito da revolta: era o sonho de um homem novo. Mas a utopia acabou num mar de tortura, gulags e sangue. 
Com um grafismo ousado, é esse périplo que se esboça na primeira parte deste livro. Na segunda, o histórico texto de Marx e Engels.
Sobre autor:
-
Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter