"A História de Kullervo" de J. R. R. Tolkien | Publicações Europa-América

14:00

P.V.P.: 16,29 € 
(à data da publicação deste post)
Data de Edição: 2016
Nº de Páginas: 176

Sobre a obra:
Kullervo filho de Kalervo é talvez o mais negro e mais trágico personagem de entre todas as personagens de Tolkien. «Kullervo Infeliz», como Tolkien o apelidava, é um órfão sem sorte com poderes sobrenaturais e um destino trágico.

A sua infância foi passada no lar do feiticeiro Untamo, que matou o seu pai, raptou a sua mãe, e que tentou por três vezes matá-lo quando ainda era pequeno. Kullervo está só, à excepção do amor que nutre pela sua irmã, Wanona, e do seu guardião com poderes mágicos, Musti, um cão preto. Quando Kullervo é vendido como escravo, jura vingar-se do feiticeiro, mas irá descobrir que até perante uma vingança terrível, não é possível escapar ao mais cruel dos destinos.

Tolkien escreveu que A história de Kullervo foi «o início da minha tentativa para criar as minhas próprias lendas» e também que seria «um tema maior nas lendas da Primeira Idade»; o seu Kullervo é o antecessor de Turim Turambar, o trágico e incestuoso herói de Os Filhos de Hurin. Além de ser uma história poderosa por si só, a História de Kullervo é pela primeira vez publicada com os esboços e as notas do autor, bem como ensaios sobre a obra onde se insere, Kalevala, o que a revela como base da estrutura do mundo inventado de Tolkien.
Sobre autor:
John Ronald Reuel Tolkien nasceu na África do Sul, de pais ingleses, em 1892. Tinha 4 anos quando o pai morreu e foi já em Inglaterra que fez os seus estudos, concluídos em 1915 na Universidade de Oxford. Alistado no Exército Inglês, combateu na Primeira Grande Guerra e foi vítima da "febre-das-trincheiras", que o levou a estar hospitalizado durante um ano. A seguir à guerra trabalhou na equipa que organizou o "Dicionário Inglês de Oxford" e começou a leccionar, primeiro na Universidade de Leeds, depois na de Oxford. Tolkien era um especialista do Old English (que vai do séc. VIII a.C. ao séc. XII d.C.) e do Middle English (que vai do séc. XII ao XVI). 
"O Hobbit", seu primeiro livro (já publicara textos académicos, nomeadamente, em colaboração com E. V. Gordon, "Sir Gawain and the Green Knight) escreveu-o em 1937, e a trilogia de "O Senhor dos Anéis" foi publicada nos anos de 1954 e 55. J.R.R. Tolkien viria a morrer em 1973, com 81 anos.
Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook