"Com o Humor não Se Brinca" de Nelson Nunes | Vogais

11:00

P.V.P.: 14,93 € 
(à data da publicação deste post)
Data de Edição: 2016
Nº de Páginas: 352
Com base em dezenas de entrevistas aos nomes que fazem rir o público português, Nelson Nunes esboça o retrato completo do humor português contemporâneo, obrigatório para quem gosta de boa comédia e para quem dela vive. Um livro sem par em Portugal.
Prefácio de Filipe Homem Fonseca
Sobre a obra:
Ricardo Araújo Pereira, Herman José, Nuno Markl, Bruno Nogueira, João Quadros, Salvador Martinha, Nilton e muitos outros humoristas (incluindo os mais destacados da novíssima geração) levam-nos, neste livro, até ao fascinante centro do mundo da comédia portuguesa, revelando os seus mecanismos, fronteiras e polémicas.
Repleto de histórias pessoais sobre o percurso, as técnicas e o pensamento dos principais comediantes portugueses, este livro desvenda as ferramentas fundamentais para a escrita humorística e aborda com absoluta frontalidade as problemáticas mais importantes para a criação de uma piada.
Através de conversas com os comediantes, Nelson Nunes, jornalista e escritor, dá-nos a conhecer as suas carreiras — os passos em falso, os momentos de sorte, os grandes êxitos, as rivalidades, o que os une e os afasta — e revela tudo o que pensam sobre a arte de fazer rir os outros e as dúvidas que o humor pode suscitar:
• Como se pode e deve fazer uma piada?
• Quais são as técnicas mais importantes?
• Porque existem tão poucas mulheres humoristas?
• As piadas só funcionam se tiverem um alvo?
• Há limites para o humor?
• O que é o humor negro?
• Roubo de piadas: facto ou ficção?
• Entre muitas outras..

Ricardo Araújo Pereira - «Há pessoas que acham que o riso tem um poder enorme, mas eu acho que isso é falso e que, quando há alguma manifestação desse poder, é impossível prevê-la. A existir algum poder no humor, é incontrolável.»
Herman José - «Escrever humor é sempre uma dor, implica olhar durante muito tempo para uma folha e pôr tudo em dúvida.»
Nuno Markl - «Todo o humorista é egocêntrico.»
Bruno Nogueira - «Fazer humor é como desarmar uma bomba.»
João Quadros - «O humor é uma espécie de superpoder que ajuda a combater o medo e a entrar num lugar mais agradável.»
José de Pina - «O humorista é umsniper , sabe a quem deve apontar.»
César Mourão - «Humor é saber ver o avesso das coisas.»
Salvador Martinha - «Uma boa piada parte sempre da surpresa.»
Rui Sinel de Cordes - «Uma piada serve para rir. Só isso.»
Nilton - «Qualquer humorista tem dentro de si uma pequena besta.»
Luís Franco-Bastos - «Uma boa piada está acima de qualquer moral.»
Joana Marques - «São as pessoas que validam a piada.»
Sobre autor:
Diz-se que Nelson Nunes é jornalista e escritor, embora o próprio tenha uma certa resistência em aceitar tão gloriosos e dignos epítetos. Mas vá, aceitemos o facto, até porque o escritor já tem obra publicada (Quando a Bola não Entra, 2015) e fez muito trabalho de reportagem ao longo dos últimos dez anos em media tão variados como Focus, Nova Gente ou Rádio Renascença. Também trabalhou como investigador científico na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, mas essa fase da sua vida foi demasiado circunspecta e só se repetirá sob condições muito especiais.
Atualmente, é responsável por muito estardalhaço na sua crónica semanal no P3 – do jornal Público.

Para além de possuir a irritante característica de ter o nome e o apelido começados pela mesma letra, Nelson Nunes é daltónico e um ávido roedor de unhas. Das suas próprias, evidentemente, não anda para aí a roer unhas a desconhecidos, até porque isso seria nojento. Com o Humor não Se Brinca é o resultado da sua paixão por uma boa piada e das suas investigações sobre os limites e os mecanismos da comédia.
Imprensa:
«O Nelson é bem capaz de ter escrito o livro definitivo sobre a moderna comédia portuguesa»
Nuno Markl

«Um tratado desta envergadura sobre os comediantes portugueses devia ser publicado a cada dez anos» 
Filipe Homem Fonseca

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter