Alêtheia Editores | "Tea Party" de Kate Zernike

18:30

P.V.P.: 12,60 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 272

Sobre a obra:
Irromperam em cena no auge da Grande Recessão - eleitores indignados que se juntavam aos milhares para protestar contra os resgates financeiros e o governo tentacular. Evocando a época dos Pais Fundadores, atribuíram o nome de Tea Party. Um ano depois já tinham alterado os termos do debate em Washington, incutido ânimo nos Republicanos e levantando obstáculos à nova administração na sua capacidade de executar os seus programas. Tea Party é um livro esclarecedor de Kate Zernike sobre a realidade interna desta ala do Partido Republicano, que nos dá a conhecer um leque de activistas que noutras circunstâncias seriam improváveis e a filosofia que os anima. 
Zernike mostra-nos como o Tea Party emergiu, a partir de uma aliança invulgar entre jovens intelectuais conservadores, conscientes do poder da Internet, e pessoas mais velhas, preocupadas com um país que já não conseguiam reconhecer. O movimento é a mais recente manifestação de um longo historial de descontentamento dos conservadores americanos, cuja desconfiança em relação ao governo é mais antiga do que a própria nação e defende uma política fiscal conservadora e o originalismo, isto é, a interpretação do texto constitucional segundo o seu significado à época em que foi adotado.
Sobre autor:
Kate Zernike é correspondente nacional do New York Times e membro da equipa que ganhou o Prémio Pulitzer de 2002 para reportagem esclarecedora. Ao serviço do Times cobriu temas como a educação, o Congresso e quatro eleições nacionais; antes disso trabalhou como jornalista para o Boston Globe. Vive com a família nos arredores da cidade de Nova Iorque.

 Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter