Bertrand Editorial | "Manipulação da Verdade" de Eric Frattini

18:30

P.V.P.: 15,93 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 384

Sobre a obra:
De acordo com «Manipulação da Verdade», alguns dos acontecimentos mundiais mais importantes de que as pessoas se recordam não aconteceram exatamente como foram percecionados. Desde o incêndio no Reichstag ao que o autor conclui ter sido um falso golpe de Estado na Turquia, em julho de 2016, Eric Frattini reflete sobre a manipulação da opinião pública para a justificação de ações bélicas ou intervenções duvidosas.

Entre o ataque a Pearl Harbor, o crescimento do regime totalitário alemão que espoletou a Segunda Guerra Mundial, a intervenção dos Estados Unidos da América em Cuba e o falso cibercalifado do ISIS, «Manipulação da Verdade» discorre sobre eventos vários ao longo das últimas décadas, todos relacionados com ataques, terrorismo e armas de destruição maciça, entre outras dezenas de episódios históricos.

De acordo com o Coronel Pedro Baños, no prólogo do livro, operações de falsa bandeira “são operações encobertas destinadas a culpar terceiros, (…) muito variadas, desde um atentado terrorista até um ataque efetuado por forças militares, passando por atos de sabotagem e subversão”. Este ex-chefe de Contrainformação e Segurança do Corpo do Exército Europeu de Estrasburgo afirma ainda sobre este tipo de manipulação: “trata-se de orientar a opinião pública numa determinada direção, quase sempre relacionada com uma entrada num conflito bélico (…). A forma mais frequente de conseguir essa mobilização dos cidadãos é através da demonização do inimigo (…). Para o conseguir, é habitual recorrer à guerra psicológica e à manipulação das massas.”

O autor está presente em Portugal a 2 de março, em local a definir em Lisboa, para o lançamento deste seu novo livro, contando com Luís Naves como apresentador. 
Operações de falsa bandeira: do incêndio no Reichstag ao golpe de Estado na Turquia
Alguns dos acontecimentos mundiais mais importantes de que nos recordamos não aconteceram exatamente como nos foi dado a saber. As operações de falsa bandeira são tão antigas quanto a guerra, mas continuam a ser um método muito eficaz usado pelos Estados para manipular a opinião pública e justificar ações bélicas ou intervenções duvidosas. Do conveniente incêndio do Reichstag em 1933, orquestrado por Hitler, à recente tentativa de golpe de Estado na Turquia, Eric Frattini mostra-nos que nem tudo é o que parece.
A Manipulação da Verdade levanta o véu sobre as operações de falsa bandeira mais relevantes da nossa História recente, produto de uma investigação apurada e bem documentada, e apresenta-nos os factos como eles são.
Uma leitura urgente e essencial.

Sobre autor:
Eric Frattini foi correspondente no Médio Oriente e residiu em Beirute e Jerusalém. É autor de mais de uma vintena de livros, entre os quais se contam Mossad: Os Carrascos do Kidon e Hitler Morreu no Bunker?. A sua obra está traduzida para várias línguas e editada em 47 países. Em 2013, recebeu o II Prémio Nacional de Investigação Jornalística (Itália) pela sua investigação do caso Vatileaks – trabalho que deu origem ao livro, já publicado em Portugal, Os Abutres do Vaticano – e o Prémio Anual Strillaerischia (Itália) pelo seu trabalho como correspondente no Afeganistão.
Realizador e guionista de dezenas de documentários de investigação para as principais cadeias espanholas de televisão, colabora assiduamente em diferentes programas de rádio e TV. Ministra frequentemente cursos e conferências sobre segurança e terrorismo islâmico a várias forças policiais, de segurança e inteligência de Espanha, Grã-Bretanha, Portugal, Roménia e Estados Unidos.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter