Editorial Caminho | "O Centauro no Jardim" de Moacyr Scliar

09:30

P.V.P.: 17,91 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 328

Sobre a obra:
Nos confins do interior Sul do Brasil, numa pacata família de judeus que desbrava o mato para erguer uma fazenda, nasce um estranho ser que, pela sua singularidade, está destinado a um percurso singular. É um centauro, metade homem metade cavalo. A estranheza da sua aparência afasta-o do mundo dos homens. A sua alma humana, a sua aspiração de viver com os outros, amarram-no irresistivelmente à sociedade. Qual pode ser o destino de um centauro no mundo dos homens?
Através desta fábula Moacyr Scliar, um dos mais destacados escritores brasileiros contemporâneos, expõe de modo exemplar perante os nossos olhos a contradição entre a nossa condição de ser social e a necessidade de afirmação da nossa individualidade. Revelando uma imaginação fulgurante, que cria as situações mais inesperadas e as resolve do modo mais feliz, com um estilo rico e fluente, O Centauro no Jardim, que a Caminho agora reedita, será uma revelação para muitos leitores portugueses. Com este romance Moacyr Scliar obteve o prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte de 1980 para a melhor obra de ficção.

Sobre autor:
Moacyr Scliar nasceu em Porto Alegre (Brasil) em 1937. Autor de uma vasta obra (romance, conto, ensaio), recebeu já vários prémios e está traduzido em mais de uma dezena de línguas. O Centauro no Jardim (publicado pela Caminho em 1986), A Orelha de Van Gogh (contos, Prémio Casa de las Americas, 1988), Sonhos Tropicais (1992), Contos Reunidos (1995), A Paixão Transformada: História da Medicina na Literatura (1996), A Mulher Que Escreveu a Bíblia (1999), são alguns dos títulos que destacamos. A Majestade do Xingu (saído em 1997 e publicado agora pela Caminho) foi galardoado com o Prémio José Lins do Rego, da Academia Brasileira de Letras.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook