CoolBooks | "O motor do caos e da destruição" de António Bizarro

11:59

P.V.P.: 11,97 € (vr. papel)
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 432

Sobre a obra:
Uma palavra encontrada num livro antigo tem o potencial de dizimar a Humanidade, e duas facções distintas digladiam-se pela sua posse na cidade da indústria. 

As autoridades de Saint Paul entram em alerta total devido a uma ameaça vinda dos céus da cidade, e cabe ao inspector Lindberg travá-la. 
O mote sexo, drogas e rock industrial manifesta-se na forma de uma estranha doença que aflige Julian Kronenburg, vocalista da banda Brides of Christ. 



Numa Saint Paul futurista, o êxodo pendular casa-trabalho/trabalho-casa torna-se numa luta diária pela sobrevivência. 

A queda de um realizador de cinema no vazio arrasta consigo Felix e Melissa, os quais acabam por se unir na sua luta contra o medo e a solidão. 

Um escritor atravessa o mundo e os séculos, carregando um segredo terrível, e encontra a sua alma gémea em Saint Paul. 

A mesma tecnologia que permite repovoar a Terra após o Apocalipse Andróide serve para despoletar psicopatologias latentes, bem como o aparecimento de novos e terríveis crimes. 

Nas palavras do escritor G.H. Ballantine, «o tempo é o motor do caos e da destruição», e em Saint Paul o passado e o futuro colidem, transformando-se mutuamente.


Sobre autor:
António Bizarro nasceu em 1978 na cidade de São Paulo e cresceu no Barreiro. Actualmente vive em Pirescoxe, a meio caminho entre um castelo do século XV e uma oliveira milenar. Editou o seu primeiro livro de contos, Siamese Dream, em 2010. Integrou a compilação Seek and Thistroy! , da Thisco Records, com o projecto de música electrónica City of Industry. Em 2015, lançou o seu primeiro álbum em nome próprio, Opus I: Dark Room, disponível no seu blog Android:Apocalypse.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook