Leya | "O Fator Humano" de Graham Greene

15:00

P.V.P.: 9,00 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 344


Sobre a obra:
Maurice Castle é um ex-diplomata britânico que trabalha no MI6, em Londres, e é casado com uma bela sul-africana. O seu dia-a-dia de agente de secreto parece ser mais burocrático do que se imaginaria, até que uma fuga de informação traz à tona o seu passado, desorganiza a sua vida e coloca em xeque o seu futuro.
Este livro é a história de um agente duplo, forçado a essa situação pelo seu amor por uma negra. Aborda o tema do apartheid e do racismo, condicionado de um lado pela política britânica e do outro pelas ambições russas.

No fundo, a vida (literária e pessoal: tantas amantes) de Green decorreu sob o signo da suspeita, do pecado e da traição: um genuíno escritor que era um genuíno espião. Ou vice-versa.
SALVATO TELES DE MENEZES in Prefácio

Sobre autor:
Escritor inglês nascido em 1904 e falecido em 1991. Henry Graham Greene, tendo vivido um infância dolorosa, estudou em Oxford e foi jornalista (1926-1929), crítico de cinema (1935-1939) e director literário de vários jornais e editoras. A sua obra é muito vasta, repartindo-se entre romances, "entertainments" (termo por ele próprio adoptado), peças de teatro, colectâneas de contos e novelas, ensaios, livros para crianças e argumentos cinematográficos. Podem destacar-se The Basement Room (1935), The Power and Glory (1940), The Heart of the Matter (1948), The End of the Affair (1952), The Potting Shed (1959) e Carving a Statue (1964).

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook