Suma de Letras | Opinião - "O Discípulo" de Michael Hjorth

17:47


mais informação acerca do livro neste link

Opinião:
São policiais como este que me tornaram mais uma leitora apaixonada por este género de literatura.
Sou uma adepta de séries policiais e “Mentes Criminosas” sempre foi uma das muitas séries televisivas que para mim se foi destacando ao longo dos anos. Quando comecei a ler “O discípulo” que é o segundo livro da série “Sebastian Bergman” editado em Portugal pela editora Suma de Letras e escrita por dois fantásticos escritores Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt, consegui recordar através deste livro alguns dos episódios das temporadas passadas desta série. Garanto-vos que este livro transporta-nos para dentro de cada crime como se estivéssemos numa série televisiva. Os últimos capítulos foram a cereja no topo do bolo.

No ano passado fui seduzida pela capa de “Segredos Obscuros” e de seguida tive que ler a sua sinopse para perceber se deveria ou não ser uma boa aposta. Está claro que foi uma das melhores apostas que fiz naquela altura. Para uma leitora viciada em romances como eu sair da sua zona de conforto não foi tarefa fácil, mas quando o terminei senti que valeu mesmo a pena. No instante em que o terminei fiquei fã de Sebastian e da equipa de inspectores liderada por Torkel.
Já “O discípulo” que é o segundo volume da série “Sebastian Bergman” conseguiu superar o primeiro e prendeu-me de tal forma ao livro que o devorei em poucos dias.
Sou sincera, deixei este livro guardado na minha estante para o poder devorar numa altura em que a minha vida estivesse mais descontraída e nada melhor que para as minhas férias de Verão, por outro lado estou um pouco arrependida por não o ter lido mais cedo. Como o ditado diz e é verdade “mais vale tarde do que nunca”.
Gostei da evolução que os escritores decidiram dar ás personagens que completam esta série, tal como aos crimes. No primeiro livro os escritores decidiram começar com um crime leve e realmente foi o que fizeram de melhor. Neste segundo decidiram recriar mais crimes e conseguiram tornar este livro mais forte que o anterior.
Neste momento ando ansiosa para ler o terceiro livro da série intitulado “O Homem Ausente” que já está na estante e faço intenção de o ler o mais breve possível antes que saia um quarto volume.
Se ainda estás de férias ou se vais entrar aposta nesta série e leva-a para te fazer companhia durante esses dias. Não te irás arrepender de levar esta equipa contigo.

Descrição do livro:

Sebastian Bergman tem o propósito de reconquistar o afecto da filha que descobriu recentemente. Ao longo dos meses começou a tornar-se um pouco obcecado pelas rotinas dela. Até o seu psicólogo dissuadiu-o de continuar com essa obsessão.
Depois de ter pensado bastante, Sebastian decide voltar a trabalhar com Torkel. Como forma de se distrair da sua missão.
Apesar de a equipa de inspectores não estar receptiva com a entrada dele para a equipa, Sebastian acaba por ser aceite.
A equipa de investigadores de Torque está de volta com um caso em que duas mulheres são assassinadas da mesma forma. Incapazes de descobrir quem cometeu estes crimes permitem que o criminoso volte novamente ao activo matando mais uma mulher.
Para surpresa ou não de todos a terceira mulher assassinada da mesma forma que as anteriores é uma conhecida de Sebastian. Depois de contar a Torkel sobre o seu envolvimento com a terceira vitima, Sebastian recorre ás instalações da equipa e começa a investigar os crimes anteriores. Acaba por descobrir que ambas as mulheres mortas são suas conhecidas. 
O assassino está a imitar o criminoso que colocou à quinze anos na cadeia. Ao que parece Edward Hinde está de volta.

Será que Sebastian vai conseguir convencer a equipa que Hinde está por detrás destes crimes? Irá haver mais uma morte? Conseguirá a equipa de Torkel prender o assassino antes de este voltar ao ataque?

Um policial incrível que leva a nossa imaginação até ás cenas dos crimes.


por Vanessa Silva Martins - acompanhe no GoodReads

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook