Alma dos Livros | "As Relíquias Sagradas de Hitler" de Sidney D. Kirkpatrick

20:30

P.V.P.: 19,71 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 336


Sobre a obra:
Durante a Segunda Guerra Mundial, de Paris a Estalinegrado, os nazis pilharam toda a espécie de peças de arte e antiguidades. Prevendo a invasão da Alemanha nazi pelos Aliados, Heinrich Himmler ordenara a construção, nas entranhas de um bunker do Castelo de Nuremberga, uma casa-forte especificamente destinada a receber os tesouros saqueados aos quais Hitler dava mais valor. Entre os objetos mais valiosos encontravam-se a Lança do Destino (que teria sido usada para trespassar o lado direito de Cristo na cruz) e as Joias da Coroa do Sacro Império Romano, artefactos antigos imbuídos de um misticismo medieval e cobiçados por governantes, de Carlos Magno a Napoleão. 



Enquanto os bombardeiros aliados semeavam a devastação em Nuremberga e o Sétimo Exército dos EUA se preparava para invadir a cidade à qual Hitler chamara «a alma do Partido Nazi», cinco das relíquias mais preciosas, todas elas fulcrais para a cerimónia de coroação de um futuro Sacro Imperador Romano, desapareceram da casa-forte. Quem as tinha levado? E porquê? Terminada a guerra, o mistério continuou por esclarecer durante meses até que o comandante supremo aliado, o general Dwight D. Eisenhower, ordenou ao tenente Walter Horn, historiador de arte nascido na Alemanha que dava aulas em Berkeley, que procurasse os tesouros desaparecidos. 

Baseando-se em interrogatórios e relatórios de informação inéditos, bem como em diários, cartas e entrevistas nos Estados Unidos e na Alemanha, Kirkpatrick conta esta história fascinante e perturbadora e revela - pela primeira vez - como um falhado estudante de arte vienense, obcecado pelo oculto e por sonhos de grandeza, quase conseguiu criar um Reich Sagrado com raízes numa reinvenção distorcida da História e da Igreja medievais.

Sobre autor:
-

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook