Editora Guerra e Paz | "Coração das Trevas" de Joseph Conrad

14:00

P.V.P.: 13,41 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 211


Sobre a obra:
Um romance assombroso que nos mergulha nas profundezas da selva africana e do turvo coração humano. Kurtz resume-o na perfeição: «O horror! O horror!»
Aqui levanta-se o véu do inferno colonial, dissecando-se os limites da experiência humana. O que é ser selvagem? Pode a literatura, a narrativa, a linguagem, a descrição, a força da metáfora sugerir e aprisionar o que de indizível e convulso há na experiência espiritual e física do estado selvagem? Pode! Conrad e Coração das Trevas podem.
Marlow, um marinheiro experiente, parte, num barco a vapor, em busca do Sr. Kurtz, um enigmático e enlouquecido comerciante de marfim, em direcção ao continente africano. Nesta jornada física e psicológica, rio Congo acima, entre cenas de tortura, crueldade e escravidão, Marlow questiona e reflecte sobre questões e valores de essência humana e civilizacional, o seu lado mais obscuro onde tudo é escuridão ou mito.
Um legado do século xx numa prosa inesquecível por ser perturbadoramente viciante e claustrofóbica.

ESTA EDIÇÃO INCLUI: Nota introdutória ∙ O Diário do Congo ∙ «o horror, o horror»: uma viagem pelas águas turvas da alma humana ∙ Lista de personagens
TRADUÇÃO · Maria João Madeira

Sobre autor:
Joseph Conrad. Com o nome de baptismo de Józef Teodor Konrad Korzeniowski, nasceu na Ucrânia, em 1857, sob a autoridade czarista. Filho de um casal polaco no exílio, ficou órfão aos onze anos, ficando sob a tutela do tio materno, o responsável pela sua grande paixão: viajar por mar. Em 1874, viajou para Marselha e assim inicia a sua carreira como marinheiro. Em 1886 obtém nacionalidade britânica e o certificado de mestre no Serviço Mercantil Britânico. Anos mais tarde, aproveitando as suas experiências na Marinha, abandona o mar para se dedicar à escrita durante o apogeu do Império Britânico. Almayer’s Folly (1895) foi o seu primeiro romance. Com grande mestria narrativa, é ainda autor de outras obras, entre as quais se destacam: Lord Jim (1900), Nostromo (1904), The Secret Agent (1907), Under Western Eyes (1911), Chance (1916). Em 1890 esccreveu The Congo Diary, que viria a dar origem a Heart of Darkness (1902). Morreu em Kent em 1924.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook