Livros do Brasil | "A chave de cristal" de Dashiell Hammett | Vampiro

18:00

P.V.P.: 6,93 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 264


Sobre a obra:
Paul Madvig é um político corrupto que aspira a dominar por completo a sua cidade, no auge da Lei Seca nos Estados Unidos.

O plano é simples: casar-se com a filha do senador Ralph Bancroft Henry, herdeira de uma dinastia de aristocratas e políticos de elite, de quem gosta genuinamente. Mas serão a avidez ou o amor capazes de o tornar um assassino?



Se Madvig está inocente, qual dos seus inúmeros inimigos o estará a tramar tão impecavelmente? Ned Beaumont, um homem que gosta do risco, melhor amigo e conselheiro de Madvig, vê-se na pele de detetive amador nesta admirável parábola sobre a ganância humana, onde personagens implacáveis se envolvem num enredo empolgante, contado numa escrita rápida e incisiva.

Publicada inicialmente como folhetim na revista Black Mask em 1930, A Chave de Cristal saiu em livro no ano seguinte e é até hoje considerada uma das obras mais conseguidas de Dashiell Hammett.

Sobre autor:
Dashiell Hammett nasceu em 1894, no estado de Maryland, EUA. Começou a trabalhar aos catorze anos para ajudar a sustentar a família e em 1915, tinha então vinte e um anos, foi contratado pela Agência de Detetives Pinkerton. Este período serviu-lhe de inspiração para a escrita de policiais. A sua carreira literária iniciou-se com a publicação de contos na revista Black Mask, protagonizados desde logo pelo investigador Continental Op, um verdadeiro "duro" com vinte anos de experiência, que seria o herói do seu livro de estreia, Colheita Sangrenta, lançado em 1929. O Falcão de Malta, publicado em 1930, é a primeira obra onde surge outra das suas personagens marcantes, o detetive Sam Spade, e continua a ser até hoje o seu livro mais famoso, tendo sido frequentemente transposto para o cinema. Completam a obra essencial de Hammett os títulos A Maldição dos Dain (1929), A Chave de Cristal (1931) e O Homem Sombra (1934). Juntamente com Raymond Chandler, Dashiell Hammett introduziu o realismo nas histórias de detetives e é considerado o pai do género hard-boiled. Faleceu em Nova Iorque a 10 de janeiro de 1961.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook