Alêtheia Editores | "Que fazer?" de Nikolai Tchernichevski

17:00

P.V.P.: 16,20 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 490


Sobre a obra:
O romance que serviu de base à obra «Que Fazer? de Lenine (que leu cinco vezes num Verão), escrito em 1863 pelo filósofo, jornalista e crítico literário russo Nikolai Tchernichevski. Lenine diz mesmo ter sido esta obra decisiva para a sua conversão à causa revolucionária: - Ele mudou-me completamente, disse em 1904.
Tkatchov, teórico da revolução, chamou-lhe a Bíblia do movimento. Kropotkin, «a bandeira da juventude russa». Um jovem revolucionário dos anos 60 (do século XIX) afirmou que só houve três grande homens na História: Jesus, São Paulo e Tchernichevski. Lenine, cuja ascética forma de vida tem uma espantosa semelhança com a de Rachmetjev, leu o romance cinco vezes num Verão. Mais tarde afirmou que este livro tinha sido decisivo para a sua conversão à causa revolucionária. «Ele mudou-me completamente», contou a Valentinov em 1904. «Este é um livro que nos muda para toda a vida.» «Foi um dos maiores erros da censura czarista ter permitido a publicação do romance de Tchernichevski, pois ele converteu mais homens para a causa da revolução do que todas as obras de Marx e Engels juntas (o próprio Marx aprendeu russo para poder ler o livro).» Orlando Figes

Sobre autor:
NIKOLAI GAVRÍLOVITCH TCHERNICHÉVSKI, democrata revolucionário russo, nasceu em 12 de Julho de 1828. Em1806, entra para o Seminário de Penza e adota o toponímico Tchernichévski, em alusão a Tchernichevo, onde havia nascido. Entre 1846 e 1850, estuda História e Filologia na Universidade de São Petersburgo. A partir de 1853, passa a ser crítico literário da revista Sovremennik [O Contemporâneo], na qual permaneceu até 1862, ano em que é preso, acusado de agitação política ao participar na elaboração de um panfleto.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook