Opinião: O Labirinto de Água - Eric Frattini



mais info nest link acerca do livro


Opinião: Deste livro a começar pela capa, passar pelo enredo e pela conteúdo só posso dizer bem...
Demorei um pouco a ler esta obra devido à falta de tempo mas lá concluí e que agora tenho pena, pois acabou depressa, aquilo que se estava e tornou fantástico!
O autor (Eric Frattini) desenvolveu um excelente trabalho neste livro.

O livro começa por nos transportar a Alexandria (ano 68 d.c.) aí começa a sua introdução com os relatos de um jovem Eliezer junto do seu mestre, onde o seu mestre relata uma passagem bíblica da Última Ceia de Jesus Cristo com os Apóstolos, logo se abre o mistério e ficamos a pensar o que se trataria o segredo a quem o dirigiu, após o relato que fica em segredo o autor transporta-nos até 1955 a Gebel Qarara onde 3 camponeses fazem uma descoberta de um túmulo e onde daí é retirado um terrível segredo para a Igreja Católica que poderá colocar em causa tudo aquilo que existe e foi construído. Este documento é vendido no mercado de antiguidades e chega até uma coleccionadora de nome Crescentia Brooks, esta é a avó da nossa personagem central da história, Afdera Brooks que é introduzida na história, nos seus pensamentos que se encaixam com os momentos finais do livro, esta entra na nossa era, em finais do século XX, por meio de uma chamada que a sua irmã, Assal Brooks, realiza para o seu local de trabalho em Jerusalém, a pedido da sua avó que começa a sentir fraquejar e começa a pressentir o seu fim e deseja que a neta regresse a Veneza, local de residência e é lá que esta pede à neta, Afdera , para se encarregar de cumprir uma tarefa à qual a sua avó Crescentia não conseguiu realizar...
A história vai desenrolando e, com o desenrolar desta, começam a aparecer várias personagens que irão ajudar a decifrar todo o mistério e enigmas existentes até atingir o seu objectivo final, cumprir a missão que a sua avó lhe deixara como herança... Claro que durante este processo, Afdera e todos aqueles que a rodeiam se vêm bastante desesperados quando começam a perceber mortes misteriosas que começam a aparecer, e a descobrir mortes passadas que no fundo todas estavam ligadas à missão que esta teria de cumprir a pedido da sua avó. Todas as mortes estão relacionadas com o evangelho de Judas Iscariote e uma carta de um misterioso Eliezer que aparece no início do livro.
É aí que ela conhece a personagem mais enigmática da história, que a ajuda e acompanha a todo lado, esta personagem é Max, e toda a sua identidade e todo o seu mistério será no final revelado, o que quando nos concentramos bem na história começamos a questionar como seria possível determinada coisa acontecer, e no final descobrimos que tudo fazia sentido pois aquele homem era algo mais do que o que se pensava ser!

As mortes ao longo da história, estão a cargo de uma sociedade secreta denominada de "Círculo Octogunos" constituída por padres a mando do poderosíssimo Cardeal Lienart, responsável pela Secretaria de Estado do Vaticano, e do seu braço direito Mahoney que tudo faz para agradar o seu chefe e conseguir que ele alcance o que pretende para que este seja recompensado por ele. Pois os objectivos do terrível Cardeal Lienart, passam mesmo por encomendar um atentado ao Sumo Pontífice da Igreja, conseguindo através de várias ramificações contratar Ali Agca para que o execute em plena praça de São Pedro.
Existe também uma personagem denominada de Arcanjo que aparece e desaparece rapidamente e no final volta a intervir misteriosamente (contudo terão de ler para descobrir mais). Todos estes elementos deste grupo serão capazes de dar a vida por manter a salvo a igreja e os seus princípios, uma vez que esse evangelho já era perseguido à centenas de anos de modo a nunca o trazer à luz do dia e revelar aquele segredo, desta forma irão usar tudo o que puderem para que ninguém o consiga possuir em suas mãos.

Se me perguntarem se devem comprar o livro, a minha resposta é sim, é uma obra excelente mesmo, misteriosa, alia história passada com acontecimentos presentes, toda a história está de tal forma bem construída que não nos perdemos, apenas pudemos ficar confusos e impacientes por descobrir o que havia acontecido, ou com algumas situações, mas isso logo é desfeito mais à frente e isso torna a obra tão boa que dá vontade de ler e ler e ler (...) para descobrir o que acontece logo de seguida...

Ao autor, Eric Frattini, os meus parabéns, surpreendeu-me e superou mesmo, criou uma obra excelente, e à Porto Editora por ter editado este livro cá em Portugal, caso contrário teríamos perdido uma grande obra.

Acreditem vale a pena a aquisição deste livro!


Acho que posso deixar aqui uma nota:
Eric Frattini estará em princípio a dia 25 deste mês, no El Corte Inglês de Lisboa, para apresentação do livro de August Lienart, onde mostra como este se tornou tão poderoso e influente. Esta obra irá começar em Agosto do ano de 1944 e termina Outubro de 1958 em Habana.
Contudo logo que possível confirmo esta informação, pois já dispunha dela à algum tempo!
Opinião: O Labirinto de Água - Eric Frattini Opinião: O Labirinto de Água - Eric Frattini Reviewed by Clube dos Livros on maio 18, 2010 Rating: 5

1 comentário:

  1. Estimado amigo,
    Muchas gracias por el comentario sobre mi nueva novela 'El Laberinto de Agua'.
    Efectivamente me encuentro en este momento escribiendo la precuela de 'El Quinto Mandamiento' y 'El Laberinto de Agua' y que llevará por título 'El Oro de Mefisto' en donde relato como el cardenal August Lienart llegó a tener tanto poder en el Vaticano.
    La novela comienza el 10 de agosto de 1944 en la Estrasburgo ocupada por los nazis y finaliza, en octubre de 1958 en La Habana.
    Bueno, espero que en Portugal tenga tanta aceptación como la está teniendo 'El Laberinto de Agua'...

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.