"Homens - caçá-los, domá-los, amá-los" de Belle de Jour


Autor: Belle de Jour
P.V.P.: 14,90 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-672-028-5
Nº de Páginas: 256
Dimensões: 150 x 240 mm
Colecção: Objectiva
Editora: Objectiva
Homens - caçá-los, domá-los, amá-los

Não vai conseguir resistir aos segredos e dicas – tão sinceros como atrevidos – desta sedutora infalível, que revela aqui o que mais nenhuma amiga tem coragem de confessar.

Desde os tempos de Adão e Eva que as mulheres tentam compreender os mistérios da espécie masculina.

Seja qual for a sua situação – solteira ou comprometida, calculista ou romântica, conformada ou optimista – este guia é indispensável para compreender o homem moderno.

Belle de Jour conhece intimamente homens de todos os tamanhos e feitios. Como ex-prostituta de luxo, sabe muito bem como lhes agradar, e neste livro revela-nos tudo, sem rodeios.

Da sedução à conquista, do desgosto à felicidade, passando pelas melhores técnicas de caça, Belle de Jour usa o saber de experiência feito para oferecer conselhos valiosos sobre o amor, o sexo e o desejo.

O seu pseudónimo relembra o romance Belle de Jour (1928) de Joseph Kessel e o filme com o mesmo nome, de 1967, protagonizado por Catherine Deneuve e realizado por Luis Buñuel.

Em francês, Belle de Jour é uma expressão que, traduzida à letra, quer dizer “Beleza do Dia” em oposição a “Mulher da Noite” (termo usado para referir as prostitutas).
No dia da revelação da sua identidade, a 15 de Novembro de 2009, Magnant tinha 34 anos e escreveu no seu blog:
“É muito melhor estar deste lado. Não ter de mentir e esconder coisas às pessoas de quem gosto. Poder explicar a minha experiência como profissional do sexo a todos os cépticos e duvidosos. Aí o anonimato tinha um propósito – o anonimato tem sempre uma razão de ser para os escritores que pensam ser demasiado prejudicial ou polémico revelar o seu nome.”
  • Sobre Belle de Jour
Brooke Magnanti (nascida a 9 de Novembro de 1975) é investigadora científica, blogger e escritora. Até revelar a sua identidade, era conhecida pelo pseudónimo Belle de Jour. Enquanto fazia o seu doutoramento, entre 2003 e 2004, Magnanti pagou as propinas trabalhando - durante 14 meses - como call girl numa agência de acompanhantes londrina, recebendo 300 £ à hora. Fê-lo por não ter dinheiro suficiente para pagar as propinas da Universidade de Sheffield.
O seu diário, publicado no blogue anónimo Belle de Jour: Diary of a Call Girl tornou-se cada vez mais conhecido devido às especulações sobre a sua identidade ou a veracidade do seu conteúdo.
Mantendo-se anónima, Magnanti continuou a publicar as suas experiências, em 2005 e 2006.
Durante vários anos, a imprensa especulou sobre a verdadeira identidade da autora, se Belle seria ou não uma call girl e se aquilo que escrevia no seu diário era verdadeiro ou fictício.
Em 2007, os blogs e os livros de Belle foram adaptados para um programa televisivo, Secret Diary
of a Call Girl, no qual Billie Piper, cujo nome verdadeiro é Hannah Baxter, fazia o papel de Belle.
  • Revelação da identidade
Depois de ter assinado o contrato do seu primeiro livro e de ter começado a escrever artigos nos jornais só mais duas pessoas sabiam qual a verdadeira identidade de Belle de Jour: o seu agente Patrick Walsh e o seu contabilista.
Paul Gallagher, de The Guardian, descreveu a situação como “um dos segredos literários mais bem guardados da década”. Stephen Adams, de The Daily Telegraph, disse que isto era o equivalente do novo milénio à busca da lebre dourada dos anos 80.
Segundo The Guardian, um blogger britânico descobriu a sua identidade em 2003, mas guardou
segredo. Criou uma página no seu blog contendo o googlewhack de Belle de Jour e de Brooke Magnanti, o que lhe permitia verificar se alguém googlava os dois nomes. Em 2009, identificou os endereços IP da Associated Newspapers que haviam acedido à página, e entrou em contacto com a Belle para a avisar.
Temendo que um ex-namorado revelasse a sua verdadeira identidade, Brooke Magnanti acabou por anunciar ao The Sunday Times o seu verdadeiro nome e profissão. Era, na altura, investigadora de Saúde Infantil - neurotoxicologia e epidemiologia do cancro na Bristol Initiative for Research of Child Health – e no Centro de Nanociência e Informação Quântica da Universidade de Bristol.
Magnanti investigou uma possível ligação entre o cancro da tiróide na Cumbria e o desastre de Chernobyl na Ucrânia e medidas para avaliar os riscos dos organofosfatos.
Um segredo bem guardado…

· Nem os colegas de trabalho de Magnanti sabiam de nada até um mês antes da sua revelação ao público.
Um porta-voz da Universidade de Bristol afirmou: “Este aspecto do passado da Dra. Magnanti não é relevante para o seu actual papel na Universidade”;

· Os seus editores só souberam, na semana anterior a essa divulgação, e afirmaram: “Foi uma decisão corajosa de Belle de Jour a de expor a sua verdadeira identidade, e nós apoiámo-la na sua decisão”;

· Os pais foram surpreendidos com a novidade, no próprio fim-de-semana da publicação da notícia.
"Homens - caçá-los, domá-los, amá-los" de Belle de Jour "Homens - caçá-los, domá-los, amá-los" de Belle de Jour Reviewed by Clube dos Livros on julho 06, 2010 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.