"Histórias Daqui e Dali" de Luis Sepúlveda

outubro 30, 2010


Autor: Luis Sepúlveda
P.V.P.: 14,54 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 160
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Porto Editora
A partir do dia 8 de Novembro está disponível o mais recente livro de Luis Sepúlveda. O autor vai estar em Portugal.

Chega no dia 8 de Novembro às livrarias Histórias Daqui e Dali, o novo livro de Luis Sepúlveda, inédito em Portugal.
Depois de quatro romances de Luis Sepúlveda publicados, a Porto Editora lança agora um livro de histórias deste autor chileno que desde há muito tempo conquistou os leitores portugueses. Histórias Daqui e Dali é um conjunto de 25 relatos onde as palavras do autor nos remetem sempre para um mesmo território literário: o território dos derrotados que se negam a aceitar a derrota.
Luis Sepúlveda vem a Lisboa e ao Porto em meados de Novembro para contactos com o público e com a comunicação social.


Sobre a obra:
«Tá, diz-se em uruguaio quando se procura afirmar com ênfase, e Tá respondeu Mario Benedetti quando a decência perguntou se havia que arriscar pelos pobres, pelos fracos, pelos condenados da terra, pelos que não tinham direito à alegria, pelos que sonhavam com uma existência justa, por uma palavra ‘amanhã’ plena de sentido.»
Esta frase, que dá início a uma das histórias que Luis Sepúlveda recolhe neste livro, resume perfeitamente tanto o espírito que guia a vida do autor chileno, como as suas palavras. Palavras seguras, potentes mas sussurrantes, que sempre nos interrogam sobre o estado do mundo e das suas gentes. Foi essa interrogação constante que consagrou Luis Sepúlveda como um dos mais originais escritores de língua castelhana.
Nestas 25 histórias somos transladados para diversos cenários, distintas situações, países daqui e dali. Um território bem conhecido dos leitores de Luis Sepúlveda que, neste livro, se reencontrarão com algumas das melhores passagens da sua extensa obra literária.

Sobre o autor:
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Nome de Toureiro, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores.
No catálogo da Porto Editora (que publicará toda a sua obra) figuram já A Lâmpada de Aladino, O Velho que Lia Romances de Amor, A Sombra do que Fomos e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar.



Crítica:

A escrita de Luís Sepúlveda não tem fronteiras. Viaja por territórios distintos, inspira-se em pequenos acontecimentos, descobre conexões com todo o sentido […] Jornal de Negócios

Sepúlveda é um contador de histórias nato. Eficaz e sabedor do ofício. Ípsilon, Público

Uma escrita sem grandes adornos para contar histórias cuja simplicidade é inversamente proporcional à emoção que lá vem dentro. Visão

You Might Also Like

1 comentários

Follow on Facebook