"Mãos que Falam com Pressa" de Eduarda de Andrade Mendes

outubro 26, 2011


Autor: Eduarda de Andrade Mendes
P.V.P.: 7,00 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-636-482-3
Nº de Páginas: 112
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Papiro Editora


Sobre a obra:
Não existe nem pode haver passividade na palavra, nem valores equacionados na mesma. Cresço em cada sílaba, em cada frase, em emoções de gestos incontidos. Brindo o gosto pela poesia, com as horas que fruem os caminhos, como o lavrador semeia na terra lavrada. Corre em mim um quotidiano, rebelde e irreverente que me desalinhou da estética como indivíduo e comunico a vida, como algo adjacente no vaguear torto das esquinas.

Sobre autor:
Nascida em Lisboa nos anos 50, cedo se destacou pelas idas constantes para a Quinta dos avós na Beira-Alta, onde se encontrava no seu pleno no meio da Natureza.
Fez os seus estudos no Liceu de Oeiras, tendo igualmente frequentado o British Council e Alliance Française. Os estudos Académicos passaram pelo Curso de Língua e Cultura Portuguesa, na Faculdade de Letras de Lisboa.
O "amor" pelos multi-deficientes, levou-a a tirar várias especialidades, para se dedicar ao trabalho quer com os mesmos, quer com jovens em risco.
O gosto pela poesia, incentivada pela mãe e avó, desabrochou na Escola Primária, quando Pessoa era leitura obrigatória. A partir daí tornou-se o seu mestre, quer com Caeiro, mas principalmente com Campos.
E como costuma dizer: "Meto a metafísica no bolso e vou para a rua dançar".


You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook