"Poemas de um homem só" de Daniel Costa

novembro 16, 2011


Autor: Daniel Costa
P.V.P.: 13,70 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-636-602-5
Nº de Páginas: 196
Dimensões: 150 x 230 mm
Colecção: -
Editora: Papiro Editora


Sobre a obra:
O promontório se eleva, o poeta se eleva ainda mais alto, procurando um outro horizonte para preencher as palavras inacabadas.

É assim com a poesia de Daniel. Uma viagem de impacto emocional, uma depuração, por vezes afirmativa, por outras, interrogativa.

A sua vasta poesia, que tenho o prazer de ler ao longo de anos, é um edifício imutável.

Consegue com mestria de um bisturi dissecar momentos e factos, transportando-nos para imagens que nos absorvem, aquecendo-nos a via clara da língua mater.

Eduarda de Andrade Mendes


Sobre autor:
Daniel Cordeiro da Costa nasceu a 4 de Outubro de 1940, em Bufarda, Atouguia da Baleia, Peniche.

Na sua terra natal trabalhou no campo até 1964. Depois, já em Lisboa, onde ainda vive, trabalhou em diversas áreas e criou a sua própria revista, a Franquia, dedicada a assuntos do âmbito da filatelia, que obteve considerável sucesso no Brasil.

Desde sempre dedicado à escrita, é autor de vários trabalhos na área jornalística, nomeadamente do extinto Jornal do Oeste (Rio Maior), das revistas F.N., Coleccionando, Crónica Filatélica da Afinsa (Madrid), Filnumis - O Guia do Coleccionador, e ainda do Jornal da Amadora.

É autor de Café Lisboa, publicado pela Papiro Editora (2010), e Amor Guerra, publicado pela Alfarroba Edições (2010).

Um Homem Só, que agora a Papiro Editora tem a honra de publicar, é o seu primeiro livro de poesia. Alguns dos seus poemas são dedicados à sua terra natal, Peniche.

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook