"Os Segredos da Maleta Vermelha" de Alexandra Leal/ Paula Cosme Pinto

Autor: Alexandra Leal/ Paula Cosme Pinto
P.V.P.: 12,97 € (aqui)
Data 1ª Edição: 2012
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 168
Colecção: -
Editora: Planeta

Abra a maleta e venha espreitar um mundo feito de mel
e piripiri que rompe com falsos mitos, onde cabem histórias reais de gente empreendedora, algumas gargalhadas e muito prazer sem complexos.

«Este conceito ajuda as pessoas a quebrarem a rotina de forma criativa, mas também informada. As senhoras da Maleta têm uma boa formação de base e isso sente-se na forma como expõem os seus produtos.»
Maria do Céu Santo, ginecologista e obstetra

«A Maleta Vermelha foi um ponto de viragem na vivência da sexualidade. Trouxe inovação ao prazer.»
Nuno Nodin, sexólogo

«Seja em que cultura for, sabemos que a sexualidade é um tema difícil de abordar... mesmo dentro das paredes de um consultório. Este conceito da Maleta Vermelha, consegue transmitir precisamente o contrário: que o sexo não deve ser encarado com tabus. [...] Considero-as um belíssimo complemento da prática clínica.»
Fernando Cirurgião, ginecologista e obstetra

Sobre a obra:
«Este livro fez-me rir com gosto [...] Acresce que sexo e humor são companheiros privilegiados de viagem, despertar o sorriso – e não o casquinar javardo, infelizmente habitual entre nós… –, despertar o sorriso, dizia, individual ou colectivo, estilhaça barreiras que impedem a simples troca de pontos de vista, a tão necessária informação ou até, objectivo mais ambicioso, a formação. [...]
Considero este um livro de formação em Sexologia? Não. Estou de acordo com toda a informação contida nas vinhetas? Não, aqui e ali é demasiado a preto e branco, mas nunca abafa a dúvida ou cala a necessidade de recorrer a quem de direito. Logo, tudo bem. O livro pode ser útil, como a Maleta Vermelha o é, de resto, para quem decidir acolhê-la. (Porque lhe apetece! Nada pior do que transformar uma hipótese válida em moda seguida em piloto automático…)
Conta a história de alguém que se bateu por um sonho e não se deixou abater pelos escolhos inevitavelmente encontrados; recusou tabus; permaneceu mulher como as outras, sem receio de legendas e rótulos que sabia à espreita em cada esquina. Gosto disso. Ninguém é sexualmente livre através do aumento do número das posições experimentadas ou «truques» aprendidos na revista berrante à venda no quiosque do bairro. A liberdade vem de dentro e é uma tarefa de pessoa inteira. O erotismo virá depois. E repararão que escrevi erotismo e não sexo, há um mundo a descobrir entre eles. Se a Maleta e o livro vos ajudarem nessa aventura, terão cumprido – e até ultrapassado! – as expectativas da autora.»
Júlio Machado Vaz, Prefácio
Ler Excerto

Sobre autor:
Alexandra Campos Leal não acredita numa biografia de feitos académicos. «Não são os títulos que me definem como pessoa!» Mãe de duas crianças que pretende que sejam úteis à sociedade e detentora dum projecto de acredita estar a mudar a vida das mulheres.
Tem trabalhado por uma mentalidade mais livre de preconceitos e pelo fim dos tabus sexuais.

Paula Cosme Pinto é jornalista no jornal Expresso, onde assume a co-autoria do blogue A Vida de Saltos Altos, cujas crónicas sobre o universo feminino foram publicadas em livro no fim de 2011.
Conheceu A Maleta Vermelha em 2008, ao fazer a Grande Reportagem SIC/Expresso «Donas de Casa Desinibidas».
Mais do que escritora ou jornalista, assume-se como uma mulher seriamente... atrevida. E sem tabus.



Imprensa:
«Este conceito ajuda as pessoas a quebrarem a rotina de forma criativa, mas também informada. As senhoras da Maleta têm uma boa formação de base e isso sente-se na forma como expõem os seus produtos.»
Maria do Céu Santo, ginecologista e obstetra

«A Maleta Vermelha promove o conhecimento e venda de brinquedos eróticos e essa actividade faz todo o sentido numa perspectiva mais vasta de promoção do prazer e do bem-estar sexual.»
Pedro Nobre, presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia

«A Maleta Vermelha foi um ponto de viragem na vivência da sexualidade. Trouxe inovação ao prazer.»
Nuno Nodin, sexólogo

«Seja em que cultura for, sabemos que a sexualidade é um tema difícil de abordar... mesmo dentro das paredes de um consultório. Este conceito da Maleta Vermelha consegue transmitir precisamente o contrário: que o sexo não deve ser encarado com tabus. [...] Considero-as um belíssimo complemento da prática clínica.»
Fernando Cirurgião, ginecologista e obstetra
"Os Segredos da Maleta Vermelha" de Alexandra Leal/ Paula Cosme Pinto "Os Segredos da Maleta Vermelha" de Alexandra Leal/ Paula Cosme Pinto Reviewed by Clube dos Livros on janeiro 24, 2012 Rating: 5

4 comentários:

  1. Adorei descobrir que os nossos "segredos" vão começar a ser desvendados!
    Obrigada.
    Beijinhos e Boas Vibrações
    Alexandra Leal
    alexandra@amaletavermelha.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns Alexandra, pelo excelente trabalho!
      Adorei o nosso livro,
      Beijinhos e continuação de muito sucesso sempre em vermelho!
      Nelia Carvalho
      Assessora de Sesimbra

      Eliminar
  2. vivo em coimbra, e gostaria que a minha esposa pudesse ter acesso a uma demonstraçao, da maleta vermelha. Ela está acessivel a ir.
    como e quando posso indicar-lhe o dia e a hora e o local?
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde

      Pode contactar a autora para: alexandra@amaletavermelha.com

      Obrigado

      Eliminar

Com tecnologia do Blogger.