Presença | "Mindhunter - Caçador de Mentes" de John Douglas e Mark Olshaker

junho 19, 2018

17,55 € | 396 pág


Sobre livro:
Os bastidores de alguns dos casos mais terríveis, mais impressionantes e desafiadores investigados pelo FBI .

Ao longo de mais de duas décadas ao serviço desta instituição, o agente especial John Douglas tornou-se uma figura lendária, com uma ação exemplar na aplicação da lei e na perseguição aos mais sádicos e violentos homicidas do nosso tempo. 

Tal como John Crawford em O Silêncio dos Inocentes, Douglas confrontou, entrevistou e estudou muitos assassinos em série, entre os quais Charles Manson, autor dos macabros crimes de Los Angeles no final da década de 1960. Com uma extraordinária habilidade para se colocar quer no lugar da vítima quer na do criminoso, Douglas analisa cada cena do crime, revivendo mentalmente as ações de um e de outro, definindo os seus perfis, descrevendo os seus hábitos, antevendo os passos seguintes. 



Um fascinante relato de vida de um agente especial do FBI e da mente dos mais perturbados assassinos em série que ele perseguiu.

Escrito com a força de um thriller, embora assustadoramente real, Mindhunter é um clássico do género. Um livro que serviu de inspiração à série homónima da Netflix.

Sobre autor:
John Douglas é um ex-agente especial, pioneiro na elaboração de perfis de criminosos, do FBI. 
Ali, ajudou a desenvolver e a estabelecer a prática de análise de perfis para a resolução dos casos mais sinistros que envolvem assassinos em série. 
É autor de diversos livros, sobre a mente de assassinos e sobre os procedimentos de análise de perfis de criminosos.
Escreveu, em coautoria, o célebre Crime Classification Manual.
John Douglas aposentou-se ao fim de vinte e cinco anos ao serviço do FBI, deixando como legado uma prática consagrada de investigação.


Mark Olshaker é romancista e autor de livros de não ficção.
Além disso, é argumentista, realizador e produtor de cinema. 
Escreveu e produziu numerosos documentários, entre os quais Mind of a Serial Killer, nomeado para um Emmy.

Imprensa:
«John Douglas sabe mais sobre assassinos em série do que qualquer outra pessoa em todo o mundo.»
Jonathan Demme, realizador de O Silêncio dos Inocentes

«John Douglas foi pioneiro e mestre na elaboração de perfis de criminosos para o FBI. É uma das figuras mais interessantes, ao serviço do cumprimento da lei, que tive o privilégio de conhecer.»
Patricia Cornwell, autora de romances policiais da série Scarpetta (Editorial Presença)

«Fascinante.»
I Paper

«Um herói dos anos noventa: não como o polícia sempre em ação, mas sim como o agente especial que ousou investigar os inexplorados caminhos da mente.»
The Observer

«Um livro sensacional!»
Esquire

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook