Topseller | Opinião - "Intruso" de Iain Reid

agosto 20, 2019


mais informação acerca do livro neste link


Opinião:
Junior e Henrietta (Hen) são casados e levam uma vida simples e tranquila na sua quinta, afastados do bulício citadino. Um dia, um estranho vindo da cidade chega com notícias surpreendentes: Junior foi selecionado aleatoriamente para fazer uma viagem para muito, muito longe. Ao que parece, ele é um dos candidatos para um projeto de colonização espacial. O mais bizarro é que foi tudo orquestrado para que Henrietta não ficasse sozinha durante a ausência de Junior. Nunca, nem por um segundo. Para todos os efeitos, Henrietta terá sempre uma companhia familiar. Demasiado... familiar.

Curiosamente, este livro despertou-me a atenção de imediato, assim que vi a capa, a sinopse e o destaque do Goodreads. Quando começo a ler, fiquei desde cedo envolvido de tal forma na narrativa, no mistério evidente que li num curtíssimo espaço de tempo.
O autor, retrata neste livro a vida de um casal, isolado no campo, e de um estranho que acaba por fazer parte das suas vidas, instalando-se num dos quartos de sua casa, a fim de supervisionar e preparar Junior para a tal viagem, com a sua entidade OuterMore. Este estranho, de nome  Terrance, é-nos introduzido a pouco e pouco como um sujeito do género do Agent Smith do Matrix, e vai colocando câmaras na casa para controlar Junior e afins. Bem, com isto acaba por monitorizar todo o comportamento e relação entre Junior e Hen, acabando mesmo por criar desconforto e deixando-nos a pensar em várias hipóteses do seu real papel entre eles. Se lerem, vão perceber.
Enquanto casal, existe afastamento que causa desconforto, mas também existe relação íntima, mas não posso falar mais, a sério! Têm de ler.

Quanto mais avançada, maior era a minha curiosidade e mais inquieto ficava por saber mais e mais… e curiosamente a narrativa passa-se no mesmo local, e sabem que mais? Não senti necessidade alguma de ver algo mais além disso. E quando Iain Reid nos  presenteia com a 3ª parte, esqueçam... começa um verdadeiro momento - blow your mind!!! Sempre que leio um livro tento encontrar uma base, algum filme ou algum livro com o qual comparar, e apesar de este ser uma mistura de vários, os que mais  se aproximam dele são o Dark City e o Stepford wives. Quem viu, esta já a pensar o que é que um tem a ver com o outro, e de facto não tem nada a ver, mas este livro leva-nos a estes 2 filmes. Ambos nos conduzem numa viagem ao futuro, onde memorias podem ser manipuladas, comportamentos, estilos de vida, etc, mas no outro são-nos introduzidos robots com IA, que tentam assumir um papel familiar e que aqui, nos fazem ver problemas vs harmonia entre casais, os valores na relação, a importância do ser humano e um substituto. 
Bem, levantam-se muitas questões realmente com este livro, e espero que o filme seja fantástico, para não estragar esta magia. 

Convido-vos mesmo a mergulhar neste pequeno (grande) livro, e a responderem a duas questões para vocês mesmo:
#1- Quem é realmente o intruso? Este eu acredito ter a resposta certa, mesmo não sendo óbvia como pareça;
#2- Qual o significado no besouro-rinoceronte?  

Nota: Eu vou questionar o autor directamente a fim de ter resposta a ambas as questões, e discutir com ele. :)

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook