Topseller | Opinião - "O Homem dos Sussurros" de Alex North

agosto 17, 2019


mais informação acerca do livro neste link


Opinião:
O Homem dos Sussurros, publicado em Portugal pela Topseller, e usando como selo de qualidade a mensagem “O melhor thriller da década”, causou bastante frenesim entre leitores assíduos e leitores pontuais, neste caso de verão.
Este livro recebe críticas excelentes de vários autores e entidades, contudo após terminar fico com a ligeira sensação de que não encontrei no livro aquele click que o fizessem merecer tais elogios. 
Alex North, traz a história de Tom Kennedy que perde a sua esposa Rebecca, e do seu filho Jake, e se mudam para uma pacata povoação chama Featherbank. Contudo não é nesta pequena vila, que vão encontrar o sossego e rapidamente vão descobrir a negra história que assombra esta terra.

No geral, gostei da forma como todo o enredo é criado e do seu ritmo, com a introdução da terrível história sobre a povoação a Tom Kennedy, acerca dos desaparecimentos dos corpos das crianças por alguém a quem comparo com Hannibal Lecter, a pitada de sobrenatural em torno da personagem Jake aquele miúdo frágil e aparentemente isolado, como sempre em todos os filmes e livros, mas que me fez lembrar a personagem do livro Chocky, o amigo imaginário. Gostava realmente de ter visto mais desenvolvimento em torno das personagens:
Tom, no que toca à relação pai-filho é realmente muito boa, e muito realista, apenas acho que poderia ter sido introduzido um caso amoroso ou se foi, ficou no ar; 
Jake, poderia ter sido mais explorada a sua personagem em ambiente escolar e não tanto em casa, ver explicado se ele tem realmente um sexto-sentido ou se são apenas perturbações derivadas da morte de sua mãe;
Amanda, lidera a investigação e dá a entender ser uma excelente profissional mas será realmente, se sim como o ficou?, que experiência tem, quem é ela além de detective;
Pete, polícia bastante envolvido, mais até do que Amanda, mas gostava de ter lido a sua história de forma mais aprofundada, explicando o que realmente se passou para este deixar de existir. 

Não creio que tenha sido uma limitação do autor o facto de não ter sido tudo mais explorado um pouco, mas vejo-o sim, como uma falha do próprio autor em passar da sua mente para o papel aquelo que idealizou de cada personagem e não nos permitiu conhecer. A escrita é boa, simples e rítmica, como referi. Gostaria também de ver o ambiente mais sombrio para poder dizer que é algo mais do que um bom livro.
É sem dúvida um livro capaz de arrepiar queles que são pais, dado o simples facto de pensar que poderia ser com os nossos próprios filhos, e vivendo nós actualmente num mundo louco, faz-nos pensar se estão realmente em segurança quando os entregamos.

Como últimas notas:
Apesar da capa até ser engraçada com a borboleta e os crânios, tenho a certeza de que gosto mais da capa da versão inglesa;
Fiquei contente em saber que o livro iria ver a sua adaptação ao cinema, o que me traz esperanças que este seja mais caprichado e que façam um excelente filme sombrio, porque os ingredientes base já estão no livro.

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook