A Rainha de Meg Clothier

17:22

P.V.P.: 16,97 €
Data de Edição: 2013
Nº de Páginas: 292
Editora: Editorial Planeta
Reza a história que na Geórgia medieval, a filha única de um rei sem herdeiro masculino-Tamara - foi uma rainha corajosa e destemida, tendo sido a primeira mulher a governar um país.

Meg Clothier investigou as fontes históricas mais remotas e transporta-nos ao mundo esquecido de uma rainha indómita.

Intriga, guerra, amor e traição são os principais ingredientes deste romance histórico, que marcou a estreia auspiciosa da autora e jornalista Meg Clothier, bastante aplaudida pela crítica internacional.
Sobre a obra:
GEÓRGIA, 1177

Durante vinte anos o rei Giorgi defendeu o trono do seu frágil reino contra todos os invasores. Agora, às portas da morte, o soberano enfrenta uma nova ameaça: não tem um filho que lhe suceda, apenas uma filha, Tamara, uma rapariga esperta, indómita e corajosa.
Quando uma revolta ameaça a vida de Tamara, é enviada para as montanhas disfarçada de rapaz, até que uma traição devastadora a coloca nas mãos dos inimigos. A sua fuga corajosa convence Giorgi de que deve ser a sucessora, mas os nobres sentem-se ultrajados, pois nunca foram governados por uma mulher.
Enquanto o pai vive, Tamara está protegida das forças hostis que a rodeiam, mas quando morre fica sozinha e tem de arranjar forças para controlar as facções que se defrontam na corte e atingir não só o respeito dos amigos como o medo dos inimigos. Para conquistar os objectivos tem de casar com um homem que os mais velhos aprovem.
Porém, o seu coração pertence a um temerário rapaz das montanhas, um pobre partido para uma rainha.
Com a rebelião a fermentar nas suas terras e os inimigos a assolarem-lhe as fronteiras, Tamara tem de escolher entre o homem que ama e o país que adora...
Sobre autor:
Estudou Literatura Clássica em Cambridge e passou um ano a velejar entre a Inglaterra e o Alasca. Após algumas reviravoltas tornou-se jornalista. O seu último trabalho foi para a Reuters, em Moscovo, depois voltou a Londres para se licenciar em Política Russa Pós-União Soviética.
Meg descobre Tamara ao escrever um artigo sobre a Geórgia e decide escrever um livro em vez de tentar arranjar outro emprego. Volta a visitar a Rússia várias vezes e, mais recentemente, em lua-de-mel. Meg gosta de montanhas, barcos, línguas e histórias de aventuras.
Imprensa:
«Um romance histórico emocionante.»
Marie Claire

«Meg Clothier tem uma boa história, um estilo vigoroso e soube dar a volta à história.»
Times Literary Supplement

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook