"A erva das noites" de Patrick Modiano | Porto Editora

18:16

P.V.P.: 13,95 € 
(à data da publicação deste post)
Data de Edição: 2015
Nº de Páginas: 104
Editora: Porto Editora
A Erva das Noites é um livro que reflete na perfeição a musicalidade e a poesia «modianesca»
Classificaram-no como «o mais belo poema em prosa da literatura francesa atual» (Livres Hebdo) e o Le Monde escreveu mesmo que, com este romance, o autor havia atingido «o cume de um género que ele próprio criou: a autoficção poético-policial»: A Erva das Noites é um dos mais recentes romances de Patrick Modiano, estava até agora inédito em Portugal e será publicado pela Porto Editora a 22 de maio. Documentando um período turbulento da História francesa, Modiano apresenta, com a «musicalidade» de pequena orquestra por que é conhecido, um romance negro e enigmático protagonizado por um escritor sexagenário que poderá mesmo ser reconhecido como o alter-ego do autor.
Na Porto Editora foram já publicados outros quatro romances de Patrick Modiano, o escritor vencedor do Prémio Nobel da Literatura 2014: Para Que não Te Percas no Bairro, Dora Bruder, As Avenidas Periféricas e O Horizonte.
Sobre a obra:
De certo modo ligado a uma ocorrência criminal no início dos anos 60, Jean tenta clarificar as circunstâncias que o levaram a conviver com o grupo do Hotel Unic, em Montparnasse, e com uma certa Dannie, por quem estava apaixonado.
Juntando os seus fragmentos de memória com as peças soltas de um dossier da Brigada de Costumes, ele reabre um inquérito há muito arquivado, de que é, no fundo, a última testemunha.
Sobre autor:
Patrick Modiano nasceu em Boulogne-Billancourt, nos arredores de Paris, em julho de 1945, e publicou o seu primeiro romance (La Place de l’Étoile) em 1968. Com Rue des Boutiques Obscures, obteve em 1978 o Prémio Goncourt. Em 1972, recebeu o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa com As Avenidas Periféricas.
Considerado hoje um dos mais importantes escritores franceses, e autor de uma vasta obra, foi distinguido com o Grande Prémio Nacional das Letras e com o Prémio Nobel da Literatura de 2014.
Imprensa:
O mais belo poema em prosa da literatura francesa atual.
Livres Hebdo

Um dos livros mais hipnóticos do autor. Um romance onírico, que nos deixa sem fôlego e cuja musicalidade perdurará na memória e no coração.
Lire

Em A Erva das Noites, Patrick Modiano atinge o cume de um género que ele próprio criou: a autoficção poético-policial. Modiano nunca havia escrito um texto tão poético, tão sedutor, como este aparente romance negro.
Le Monde

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter