Opinião - "A Contadora de Filmes" de Hernán Rivera Letelier | Editorial Presença

11:30


mais informação acerca do livro neste link

Opinião:
A nossa personagem é uma criança, María Margarita, que vive numa comunidade pobre de uma Mina, no Chile, com a sua família. Uma família cheia de desgraças, mãe que abandonou a casa, pai paralítico e alcoólico, irmãos que se tornam problemas. María, é a sonhadora da casa, uma menina dócil e inocente, possuidora de um dom para contar os filmes que vê no cinema. A sua inspiração surge dos filmes que assiste com sacrifício do seu pai, que lhe paga as idas ao cinema, do pouco valor que recebe da sua pensão de invalidez, depois com a sua fama crescente e seu jeito de contar os filmes, começa a tornar-se famosa entre a sua comunidade, o que começa a trazer a sua casa algum dinheiro extra. Com o dinheiro, vieram também os problemas que acompanham até final do livro.
Cheio de tristezas e muito melancólico, o livro entre linhas e capítulos curtos, é simples, fácil percepção e muito directo na sua história. Faltou algo mais, pelo menos esperava mais um pouco do livro, mais acção, mais história, mais contacto com as personagens, poderia ter sido mais caprichado, contudo não foi uma má leitura, foi razoável.

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook