"Santuário" de Andrew Michael Hurley | Bertrand Editora

12:30

P.V.P.: 15,93 € 
(à data da publicação deste post)
Data de Edição: 2016
Nº de Páginas: 320
Vencedor do Costa Award para romance de estreia e vencedor do British Book Award

«Uma obra-prima gótica». Assim é considerado o Santuário – The Loney pelo jornal britânico The Guardian. A crítica internacional tem sido unânime ao tecer as melhores apreciações sobre o livro de estreia de Andrew Michael Hurley, que foi vencedor do Costa Award 2015, na categoria de romance de estreia, e do British Book Award 2016, dois prémios literários de grande prestígio e que confirmam a qualidade da sua escrita. A atestá-lo temos ainda autores tão distintos como Stephen King, Adam Thorpe e Jeff VanderMeer a tecerem rasgados elogios a esta obra de ficção.
Brilhantemente escrito, os direitos de Santuário – The Loney foram vendidos para 16 países e ainda à DNA filmes, produtora de Ex Machina e Longe da Multidão.
Tendo como cenário as paisagens da costa do noroeste inglês, terras que o autor bem conhece desde a sua juventude, a obra conduz-nos a uma atmosfera envolvente e espiritualmente aterrorizante onde uma família procura uma solução que lhes permita reencontrar a esperança. Uma história sobre medos e crenças numa estranha associação às dinâmicas familiares.
Sobre a obra:
Dois irmãos. Um, mudo; o outro, o seu protetor.
Todos os anos, a família visita o santuário que fica na desolada faixa de costa conhecida apenas como «Loney», desesperadamente à espera de uma cura.
Durante as longas horas de espera, os rapazes são deixados sozinhos. E não conseguem resistir à passagem que se vislumbra a cada mudança da maré, à velha casa que se ergue ao longe…
Muitos anos mais tarde, Hanny é um homem feito e já não precisa dos cuidados do irmão. Mas depois descobre-se o cadáver de uma criança, morta há muito.
O Loney acaba sempre por dar à costa os seus segredos.
Sobre autor:
Andrew Michael Hurley nasceu em Inglaterra em 1975 e Santuário é o seu livro de estreia. Publicado originalmente em 2014 numa edição limitada de 300 exemplares, os leitores e a crítica fizeram dele um enorme sucesso comercial. Foi-lhe atribuído o Costa Book Award 2015 na categoria de romance de estreia e o British Book Award 2016 nas categorias de melhor livro de estreia e melhor livro do ano.
O autor tinha publicado anteriormente dois livros de contos. Vive no norte de Inglaterra, em Lancashire, onde é professor de Literatura Inglesa e Escrita Criativa.
Imprensa:
«Uma incursão de mestre no reino do terror» 
The Sunday Times

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook