Teodolito | "O Livro Sagrado da Factologia" de Rui Zink

18:30

P.V.P.: 16,20 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 332

Sobre a obra:
Este romance responde à mais crucial questão do século XXI. A saber: o futuro vai ser bem ou mal passado?
«Você está curioso. Não está feliz, está até um bocadinho zangado, ainda lhe doem os pulsos das algemas, mas está curioso. Continua a achar que somos uma cambada de malucos, mas agora está intrigado. Que tipo de malucos seremos, afinal? O que nos move? Dinheiro? Poder? Deus? Um outro qualquer deus? Está curioso. E é a sua fraqueza, estar curioso.»

Sobre autor:
Rui Zink nasceu em Lisboa em 1961. Escritor e professor no Departamento de Estudos Portugueses na Faculdade da Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, é autor duma obra diversificada e multifacetada. 
No âmbito da literatura publicou, entre outros, os romances Hotel Lusitano (1987), Apocalipse Nau (1996), O Suplente (2000) e Os Surfistas (2001), primeiro e-book em língua portuguesa. 
É ainda coautor de Major Alverca e dos livros infantis o Bebé ... que não gostava de televisão (2003), o Bebé ... que não sabia quem era (2003 ), o Bebé ... que fez uma birra (2004) e Pornex (1984). 
A sua obra está traduzida em inglês, alemão e hebraico, encontrando-se também publicada no Brasil.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook