Editorial Presença | "O Guardião dos Objetos Perdidos" de Ruth Hogan

21:00

P.V.P.: 14,85 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 264

Romance de estreia da Autora. Direitos vendidos para diversos países em todo o mundo entre os quais , Portugal, Itália, Alemanha, Noruega e Reino Unido.

Sobre a obra:
Anthony Peardew passou metade da sua existência a guardar com todo o zelo objetos que encontrava perdidos , numa tentativa de se redimir de uma promessa quebrada muitos anos antes.
Já perto do ocaso da sua vida , decide deixar a casa onde vive, e os «tesouros» que nela foi reunindo, a Laura, sua assistente e única pessoa a quem ele pode confiar a missão de restituir aqueles objetos aos seus legítimos donos. Mas os últimos desejos de Anthony têm repercussões verdadeiramente inesperadas...

Uma brilhante história de amor e redenção que explora a importância da memória, a magia dos objetos e o que eles representam na nossa existência, e os elos inesperados que se criam entre todos nós.

Sobre autor:
Ruth Hogan nasceu em Bedford, Reino Unido, na casa onde os seus pais ainda vivem. Em criança, era uma leitora compulsiva. As suas leituras preferidas iam desde As Crónicas de Nárnia a pacotes de cereais e pedras tumulares. Estudou Inglês e Drama no Goldsmiths College, após o que conseguiu um emprego «adequado» .
Algum tempo depois, desempenhou funções num serviço governamental, mas sofreu um acidente de automóvel que a impediu de trabalhar em regime de horário completo. Isto levou -a a iniciar-se na escrita. Em 2012 foi-lhe diagnosticado um cancro. Ao longo do período em que foi submetida a quimioterapia, Ruth decidiu aproveitar as horas noturnas de insónia para escrever, tendo daí resultado o belíssimo romance O Guardião dos Objetos Perdidos, cujos direitos de tradução estão vendidos para cerca de 20 línguas. A autora vive numa caótica casa vitoriana com os cães que resgatou e o seu paciente marido.

Imprensa:
«Mágico e comovente.»
Heat

«Uma história encantadora, de escrita inteligente e sensível, com personagens inesquecíveis.»
My Weekly

«O romance de estreia de Ruth Hogan revela como até os proscritos podem ter importância e prova que objetos, pessoas e lugares aparentemente díspares estão afinal relacionados.»
Booklist

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter