Saída de Emergência | "O Implacável Cerco de Almada" de António da Costa Neves

19:00

P.V.P.: 14,94 € 
(à data da publicação deste post)
Nº de Páginas: 240


Sobre a obra:
1384. Os exércitos de Castela sitiam Lisboa e começa o mais famoso cerco da História de Portugal. Mas na margem oposta do Tejo, um cerco que hoje poucos recordam vai revelar-se ainda mais terrível e cruel: o da vila de Almada.



João Galo, filho do regedor de Almada, perde o pai nos primeiros dias do cerco. Ao ver-se subitamente no papel de chefe de família e com a responsabilidade de proteger a casa e as irmãs, terá de encontrar coragem para participar nos ataques de D. Nuno Álvares Pereira aos castelhanos e força para resistir à paixão pela prostituta Rosa.

Num ambiente de guerra civil, esta é a história de heróis, mas também do povo anónimo que, à revelia da nobreza portuguesa, toma os castelos do Reino e os entrega a D. João I, Mestre de Avis. Uma saga de heroísmo, traição e superação que só terminará com a mais épica batalha da nossa História: Aljubarrota.

Sobre autor:
António da Costa Neves é licenciado em História, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, tendo, durante anos, publicado, regularmente, poesia em diversos jornais e revistas.
Em 2006, o seu primeiro romance, Mataram o Chefe de Posto, sobre a temática da guerra colonial, ganhou o Prémio Literário Cidade de Almada-2007. Depois disso, o autor já publicou mais sete romances, alguns deles igualmente premiados.
Adamastor, um romance de 2008, foi objeto de ensaio académico e tema de seminário na Universidade de Coimbra, e o romance Mea Culpa! foi selecionado, em 2010, como obra de referência para o Concurso Nacional de Leitura do Ensino Secundário.
No campo da poesia, o autor venceu recentemente o Prémio de Poesia e Ficção de Almada-Poesia 2016, com a obra Trinta Sonetos Triviais.

Imprensa:
-

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook

Site Meter