Opinião: "Doces Tormentas" de Rui Vilhena

julho 13, 2010


Autor: Rui Vilhena
P.V.P.: 16,20 € (aqui)
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-626-220-4
Nº de Páginas: 224
Dimensões: 160 x 235 mm
Colecção: Romance
Editora: Esfera dos Livros

Sinopse: Paulo é casado com Sílvia, que é amante de Carlos, que é marido de Marta, que tem um caso com Ricardo, que vive com Henrique, que está a sair com Paulo. Confuso? As grandes histórias de amor são assim: complicadas. O autor Rui Vilhena, guionista das novelas mais vistas da televisão portuguesa, traz-nos uma comédia romântica apaixonante que nos leva aos meandros do misterioso mundo das relações e dos afectos, onde o tempo pode ser o maior inimigo do amor, mas, por ironia, é também capaz de despertar uma paixão adormecida. Porque nada é o que aparenta, porque nada pode ser tomado como certo, porque no que toca aos sentimentos as surpresas estão em cada esquina, prepare-se para um romance surpreendente e divertido. Uma coisa é certa quando estes três casais amigos se sentaram à mesa do pequeno-almoço, estavam longe de imaginar que aquele não teria um final doce. E que, na ementa, entre doce de laranja e croissants, não faltava uma tentadora mousse de chocolate.



  • Sobre Rui Vilhena
Estudou na University of California (UCLA) em Los Angeles, e no El Camino College, também em Los Angeles (1993-1994), onde frequentou o curso de Film and Television Production. Trabalha como guionista desde meados dos anos 90 e já escreveu projectos para teatro, televisão, multimédia, entre outros, ministrando com frequência workshops na área do guionismo. É na área da ficção para televisão, que o seu nome se tem destacado. Desde 2005 assinou as novelas Ninguém como Tu (2005, TVI), Tempo de Viver (2006/2007, TVI) e Olhos nos Olhos (2008/2009, TVI). Ainda na área da ficção televisiva, foi o responsável pela série 37 e pela adaptação do romance Equador de Miguel Sousa Tavares para a TVI.

Opinião: Confesso que não conhecia o autor, de facto conhecia as novelas e a série, não as vi nem segui, mas sabia perfeitamente, da sua existência, contudo quando comecei a ler esta obra achei piada, fez-me lembrar um tipo de diálogo que poderia ser perfeitamente um guião de uma peça (não sou dessas áreas, mas tenho noção de como são feitos e já assisti a algumas peças) e que fui recriando como se estivesse a assistir a uma série dividida por 4 fases, toda esta obra está muito bem dividida e separada, dentro de cada fase, são sempre identificadas as horas de cada acção e o espaço em que decorre. Esta obra retrata a vida de 3 casais de amigos e assenta principalmente nas relações amorosas e na monotonia e rotina que se podem tornar, levando a mexericos e traições, devido à proximidade e confiança que existe entre eles.

É uma obra muito boa, de fácil leitura, engraçada e que nos faz rir em determinados momentos, aconselhada sem dúvida e uma vez que é rápida para ler quiçá para este tempo… porque não tomar desde já esta obra como uma leitura obrigatória de férias.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Por acaso foi um livro que me despertou a atenção assim que foi lançado. No entanto, decidi aguardar por uma ou duas opiniões até me lançar na sua compra. Gostei do que escreveste. Talvez o coloque mesmo na lista das leituras de Verão. ;)

    Bjinho e boas leituras
    Patrícia

    ResponderEliminar

Follow on Facebook