Opinião: "Laços que Perduram" de Nicholas Sparks


Autor: Nicholas Sparks
P.V.P.: 19,28 € (aqui)
Data 1ª Edição: 2003
Nº de Edição: 25ª
ISBN: 978-972-23-3021-3
Nº de Páginas: 400
Dimensões: 150 x 230 mm
Colecção: Grandes Narrativas
Editora: Editorial Presença

Sobre a obra:
Traduzido em mais de trinta línguas e com algumas obras adaptadas ao cinema, como As Palavras Que Nunca Te Direi (Message in a Bottle) - um filme que conta nos principais papéis com Kevin Costner, Paul Newman e Robin Wright Penn - Nicholas Sparks volta a trazer-nos um emocionante enredo. Antes de morrer, o marido de Julie deixa-lhe dois enigmáticos presentes: um pequeno cão e a promessa de que irá sempre ser o seu guardião. Viúva aos vinte e nove anos, Julie tenta reconstruir a sua vida amorosa e já tem à escolha dois pretendentes – Richard Franklin, um bonito e sofisticado engenheiro que não a larga, e Mike Harris, o melhor amigo do seu marido. Mas a vida de Julie reserva-lhe outro destino, o da obsessão de um louco que se apaixona por ela e não a deixa nada tranquila...Em Laços Que Perduram os leitores vão reencontrar todas as características que Sparks imprime às suas histórias de amor: um enredo vibrante, cenas comoventes e uma grande identificação com as personagens que passam a fazer parte da nossa vida. Muito conhecido sobretudo do público feminino, este novo romance de Nicholas Sparks vai apaixonar os leitores e decerto confirmar-se como mais um estrondoso sucesso de vendas.
Sobre o autor:
Nicholas Sparks conta já com mais de uma década a deslumbrar os leitores com narrativas que exploram os profundos mistérios do coração e que o estabeleceram como um dos escritores mais acarinhados em todo o mundo. Os seus bestsellers têm vindo a inspirar adaptações cinematográficas que se tornam sucessos incontestáveis também no grande ecrã.
Opinião:
Tal como Nicholas Sparks refere na sua Nota de Autor, Laços que Perduram é, em primeiro lugar, uma história de amor e, em segundo lugar um romance policial.
Na intenção de escrever algo diferente do seu registo habitual, Nicholas Sparks contemplou-nos com esta história emocionante, recheada de amor e perigo em simultâneo.
Laços que Perduram retrata a história de Julie, uma rapariga que fica viúva com apenas 25 anos, pois o marido, Jim, morre com cancro.
Contudo, antes de morrer, Jim prepara uma surpresa para fazer companhia a Julie num momento de tanto sofrimento, um cão! Singer será, assim, o novo companheiro de Julie e consequentemente, o seu guardião!
Julie vê em Singer uma extensão de Jim, uma companhia diária que a ligará eternamente ao seu falecido marido.
E tal como Jim pede na carta que se fez acompanhar a Singer, Julie sente-se preparada para seguir em frente na sua vida e tentar encontrar alguém com quem partilhar o seu amor.
Mike é um dos fortes candidatos. Melhor amigo de Jim, conhece Julie à imensos anos e mesmo que esse sentimento estivesse "adormecido" até à morte de Jim, Mike sente algo mais do que amizade por Julie.
No entanto, Richard Franklin atravessa-se no meio desta amizade e Julie pensa que encontrou o homem ideal.
Durante uma viagem de Richard, Julie vai a um bar tomar café com Mike e é ai que o seu verdadeiro amor é revelado. Julie vê-se ao lado de Mike e não de Richard, e quando este volta da viagem é essa mesma informação que Julie acaba por lhe transmitir.
Mas Richard não tenciona deixar Julie, a mulher que lhe faz lembrar a sua esposa que ele próprio matou.
Richard revela-se um verdadeiro psicopata, acabando por prosseguir Julie.
Mike, aliado de Singer, torna-se então a peça chave nesta historia, será a pessoa que ajudará Julie a enfrentar uma pessoa má em todos os sentidos, capaz de cometer a maior loucura para ficar com ela.

Um livro verdadeiramente emocionante, recheado de acção e suspense.
Com um final que nos deixa divididos... tristes por um motivo mas alegres por outro!

Opinião enviada por Paula Teorgas do blogue
http://de-volta-dos-tachos.blogspot.com
Opinião: "Laços que Perduram" de Nicholas Sparks Opinião: "Laços que Perduram" de Nicholas Sparks Reviewed by Clube dos Livros on agosto 24, 2010 Rating: 5

2 comentários:

  1. Eu adorei este livro do Nicholas Sparks.
    Realmente é uma incursão no género policial que ele fez e penso que não se saiu nada mal.
    E sim o final tem tanto de alegre como de triste (penso que o Nicholas não poderia escrever nenhum livro sem esssa tristeza incorporada ;)).

    ResponderEliminar
  2. É de facto um bom livro!
    Aconselho a sua leitura pois é muito emocionante

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.