Opinião: "O Cuco" de Alda Gonzaga

agosto 17, 2010


Autor: Alda Gonzaga
P.V.P.: 12,11 € (aqui)
Data 1ª Edição: 2009
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-636-459-5
Nº de Páginas: 168
Dimensões: - x - mm
Colecção: Mundos Paralelos
Editora: Papiro Editora

Sobre a obra:
Em O Cuco a autora descreve o drama duma mulher casada que, a par de uma profissão trabalhosa e exigente, vive um grande amor. Contudo, devido a vários condicionalismos, vai perdê-lo. Fica-lhe, porém, um filho desta relação e será ele que lhe dará forças para continuar a viver a vida. Este é o primeiro romance de uma triologia que irá, com certeza, despertar o interesse dos leitores.

Opinião:
A autora apresenta O Cuco como sendo a primeira obra de uma triologia. Esta triologia tem o nome de "Mundos Paralelos".
Nesta obra começa quando na sua nave, a viajar pelo universo, atinge a Via Láctea e começa a dirigir-se em direcção ao planeta Terra, Europa, Portugal e aterra num jardim do Porto e aqui tudo começa, em plena década dos anos 70. No Porto, esta conta a vida de um casal - Leonor e João. A autora explora a mulher, esta vive um grande amor e é uma pessoa realizada a nível profissional. A autora conta-nos a vida de Leonor desde jovem até se aposentar, do seu filho Afonso e a nora Lígia e da sua neta Catarina.
O filho Afonsinho foi fruto de um amor entre Leonor e Afonso, e este nunca soubera que Afonso era o seu pai biológico e que no final acabara por falecer sem que este saiba que ele era o seu pai biológico, mas no desenrolar da história a amiga de Leonor, Fátima, acompanha-a e ajuda-a a ir visitar a Chaves, a campa do seu amor, a ponta perdida do seu triângulo amoroso, pai do seu filho, o Afonso Manuel.
No final da história, Lígia, a sua nora começa a apanhar a sogra e descobre a ponta do seu segredo, contudo a obra termia sem que o segredo seja revelado, tendo por intenção de Leonor, que este morra com ela, sem que Afonsinho sofra em saber que não é filho de João, e também para que João não sofra em saber que tem e tratou um filho tão bem e viveu feliz sem saber que era um filho gerado fora do casamento.
Neste livro, escondia-se realmente um grande enredo por detrás deste título e desta capa, acreditem que nunca pensei que ia sair daqui uma tão boa obra.
Aconselhada =)

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook