"O Império dos Espiões" de Rui Araújo

outubro 07, 2010


Autor: Rui Araújo
P.V.P.: 18,85 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-555-523-9
Nº de Páginas: 388
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Oficina do Livro

A espionagem em Portugal e nas colónias


Sobre a obra:
O Império dos Espiões é a história inédita e fascinante da actuação dos serviços secretos estrangeiros durante a Segunda Guerra Mundial em Portugal e nas antigas colónias ultramarinas. A neutralidade colaborante de Salazar não impediu os agentes alemães, italianos, britânicos e norte-americanos de conspirarem contra o regime e de conduzirem operações bélicas no nosso país, quer em Portugal continental, quer em Goa, Guiné ou Moçambique.
Muitos portugueses participaram nessa guerra secreta. Cândido de Oliveira, por exemplo, jornalista e desportista, foi o responsável de uma rede de sabotagem do Special Operations Executive britânico; Agostinho Lourenço colaborou com os serviços de informações alemães e foi utilizado pelos americanos numa vasta operação destinada a manipular a espionagem japonesa em Lisboa.
Acedendo a inúmeros documentos classificados, incluindo de arquivos militares estrangeiros, Rui Araújo, um dos autores portugueses mais credenciados em matéria de espionagem, revela ao leitor histórias impensáveis, personalidades surpreendentes e casos inéditos, tornando O Império dos Espiões numa obra obrigatória para conhecer melhor um período único da História de Portugal.

Excerto
«Os livros de Rui Araújo sobre este tema, olhados num arco de tempo mais amplo, podem portanto ser vistos, e são-no por este prefaciador, como um compacto de histórias que põem em evidência, como poucas, a teimosia com que o poder político ignora os sinais adversos e persiste em decisões mortíferas para milhares de pessoas (…) Os serviços de inteligência são um cúmulo, altamente condensado, da estupidez humana e os livros de Rui Araújo são um monumento, irónico e corrosivo, a esse cúmulo.»
António Louçã in Prefácio

Sobre o autor:
Rui Araújo nasceu em Lisboa. Foi correspondente da RTP e da ANOP em Paris antes de integrar a equipa do programa «Grande Reportagem». Foi o primeiro jornalista português a entrar em Timor depois da invasão indonésia e participou na investigação do caso Irangate para a CBS News.
Colaborou também com a United Press International, a TSF, com os jornais Expresso, O Jornal e Libération e com as revistas Grande Reportagem (de que é co-fundador), Visão, Nieman Reports e Mariner’s Mirror. Actualmente é jornalista da TVI.
É autor, entre outras obras, dos romances policiais Lisbon Killer, A Amante Fatal, Os Náufragos do Amor e dos livros de investigação The Corruption Notebooks e O Diário Secreto que Salazar não Leu

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook