Opinião: "A Lança do Deserto" de Peter V. Brett


Autor: Peter V. Brett
P.V.P.: 20,09 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-557-715-6
Nº de Páginas: 738
Dimensões: 155 x 235 mm
Colecção: 1001 Mundos
Editora: Edições Gailivro

Sobre a obra:
O Sol põe-se sobre a Humanidade. A noite pertence agora a demónios vorazes que se materializam com a escuridão e que caçam, sem tréguas, uma população quase extinta, forçada a acobardar-se atrás da segurança de guardas de poder semi-esquecidas. Mas estas guardas apenas servem para manter os demónios à distância e as lendas falam de um Libertador; um general, alguns chamar-lhe-iam profeta, que em tempos uniu a Humanidade e derrotou os demónios. No entanto esses tempos, se alguma vez existiram, pertencem a um passado distante. Os demónios estão de volta e o Libertador é apenas um mito... Ou será que não?

Opinião:
Neste livro o autor, apresenta-nos a história com menos acção do que o anterior volume, uma vez que contém um maior desenvolvimento histórico, onde nos é apresentado tudo aquilo que está para trás, a história do Libertador e a luta com os demónios e as perseguições dos novos demónios (mais inteligentes e fortes) aos nossos heróis.
Peter V. Brett, conta-nos a história de Ahmann Jardir, que transformou as tribos guerreiras de Krasia em exterminadores de demónios, e que se intitula de Shar’Dama Ka, desde que foi levado para ser treinado até ao à actualidade; São também contados os acontecimentos passados com Arlen, agora conhecido como o Homem Pintado e mas também Libertador, Leesha, Rojer e Renna.
O livro está muito cativante de início ao fim, com uma escrita fluída e de fácil leitura, todos os detalhes do livro são importantes e interessantes. Para quem leu o primeiro livro, é uma leitura obrigatória este segundo volume, para quem não leu, recomendo a leitura do primeiro e deste.

Opinião: "A Lança do Deserto" de Peter V. Brett Opinião: "A Lança do Deserto" de Peter V. Brett Reviewed by Clube dos Livros on outubro 17, 2010 Rating: 5

5 comentários:

  1. Mais um que se encontra em fila de espera coladinho ao Homem Pintado… =/

    ResponderEliminar
  2. Elphaba J. envia-me um e-mail pf,
    blogClubedosLivros@gmail.com

    tenho algo que te interessa urgente =)

    ResponderEliminar
  3. Adorei!

    Tal como todas as boas sequelas, “A Lança do Deserto” alimenta-se da obra anterior libertando o escritor para explorar outros níveis deste universo povoado por demónios nocturnos.

    Devo admitir que os primeiros capítulo, embora estejam bem construídos, custaram-me um pouco a digerir, pois odiei Jadir. Não obstante, a terminologia aprendida neles foi crucial para entender a interacção dos krasianos com os nortenhos. A partir daí foi um festim. Brett é excelente a construir psicologicamente as personagens e descreve as lutas sem se tornar maçudo. Gostei particularmente dele oferecer a certas personagens uma espécie de redenção, mas sem chamar muito à atenção para esse facto.

    http://cronicasobscuras.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Excelente! Já vou na página 345...estou a adorar..Embora tenha uma narrativa maior, o autor presenteia-nos a imaginação com toda a descrição possível para entrarmos na história como...quase elemento da narrativa.

    Após uma ano de distância entre a leitura de um para o outro, estou rendida!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.