"Guia dos Direitos e Deveres do Doente Oncológico" de Alberto Neves de Melo

janeiro 11, 2011

Autor: Alberto Neves de Melo
P.V.P.: 15,00 €
Data 1ª Edição: 2010
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-8389-84-8
Nº de Páginas: 246
Dimensões: - x - mm
Colecção: Compendium
Editora: Chiado Editora

Sobre a obra:
De algum modo, sem complexo nem tabus, sem truques nem prestidigitação, sem medo nem preconceito, sem pretender transmitir uma visão inapropriadamente optimista sobre tratamento, desfechos e prognóstico do cancro, o autor expõe abreviada parte da sua própria VIDA de experiência na luta contra o cancro, com novas e múltiplas percepções, e aceita partilhá-la com os/as leitores/as, na incessante procura de mais e melhor informação - a informação é condição essencial para a plena participação das pessoas com patologia/doença, deficiência ou necessidades especiais na sociedade-, de aprendizagem constante, traduzida em benéfico conhecimento: na melhor forma de evitar o cancro.
Encontrará respostas para uma doença que ainda é associada a morte prematura, crença que erradamente nos faz evitar falar abertamente de cancro.
Encontrará respostas a muitas questões, incluindo,designadamente: como se forma o cancro, como se pode evitar, como se detecta, como se trata, como se VIVE com cancro, que expectativas de cura ou remissão existem.

Sobre autor:
O autor sempre dedicou muito do seu tempo ao seu semelhante, lendo, consultando e reunindo informação, tornando possível o que poderia parecer impossível, encontrando caminhos e soluções e transformando a desesperança em esperança.Ainda acreditando e fazendo acreditar(pelo exemplo) de que a solidariedade existe.

Também por isso, em 2007, ainda sem sequer imaginar que poderia ter um cancro, criou o blog http://escritoriosdispersos.blogs.sapo.pt/, já visitado por mais de um milhão e meio de internautas, fazendo actualmente parte da lista do Top 100 Nacional por média diária de visitas (weblog.com.pt), onde procura estar disponível e ao serviço de outros na blogoesfera, na transmissão de informação que considera útil.

O cancro ou tumor maligno (o meu, embora agressivo, tem um nome simpático:GIST),confirmado em Maio de 2008, aos 44 anos, originou uma intensa transformação pessoal, permitindo-me RENASCER,VIVER em busca de uma natureza verdadeira e sempre mais esclarecida,procurando ver mais além (para além do azul do céu), saber quem sou,ganhar um novo sentido para a vida, enriquecido, continuando discreta e mais intensamente disponível para quem mais precisa, procurando ajudar os outros , partilhando esperanças, dedicando mais tempo à promoção da saude où à falta dela, tarefa que vai muito além da Medicina ou do Direito .

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook