"O Enigma" de Alison Croggon

janeiro 05, 2011


Autor: Alison Croggon
P.V.P.: 19,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 496
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Bertrand Editora
Livro II das Crónicas de Pellinor chega para dar continuação a O Dom

Sobre a obra:
Maerad é uma rapariga com um passado trágico e amargo, mas os seus poderes crescem a cada dia que passa. Agora, ela e o seu mentor, Cadvan, perseguidos pela Luz e pela Escuridão, andam em busca do Enigma da Canção da Árvore – a chave para restaurar a paz no reino em ruínas.
Mas será a própria Maerad o maior enigma de todos?
A épica missão de Maerad continua à medida que ela viaja desde mares aterradores até glaciares vastos e selvagens, cada vez mais atraída para o seu inimigo, o Rei do Inverno – o aliado mais poderoso e tirano do Sem Nome.

Imprensa:
«A história de Maerad continua, radiante, desesperada e arrojada. O mundo de Croggon é rico e apaixonante. Soberbamente delicioso.»
Kirkus

Sobre autor:
Alison Croggon é poeta, crítica, editora literária e escritora. Estagiou como jornalista no Melbourne Herald, sendo autora de numerosas colecções de poesia e peças teatrais, internacionalmente elogiadas. O seu primeiro livro de poemas, This is the Stone, ganhou os Anne Helder Awards e Dame Mary Gilmore Awards de 1991. A sua novela Navigatio foi altamente aclamada nos prémios literários Vogel/ Australiano. O seu segundo livro de poemas, The Blue Gate, foi nomeado para o Victorian Premier’s Poetry Prize. Attempts at Being foi nomeado para o Kenneth Slessor Poetry Prize nos Prémios Literários NSW Premier e foi também nomeado para um Pushcart Prize nos EUA.
O Dom, o primeiro livro de As Crónicas de Pellinor, a aclamada saga de fantasia para jovens adultos de Alison, foi nomeado para dois Aurealis Awards por Excelência em Ficção Fantástica Australiana e considerado um CBCA Notable Book em 2003.
Alison é crítica de teatro para o jornal The Australian, e gere um respeitado blogue sobre crítica de teatro, Theatre Notes.

www.alisoncroggon.com

You Might Also Like

1 comentários

  1. Uma bela história e uma tiragem tão fraca em tradução e revisão... Que péssimo erro editorial.

    ResponderEliminar

Follow on Facebook