"O revisor" de Ricardo Menéndez

janeiro 18, 2011


Autor: Ricardo Menéndez
P.V.P.: 14,50 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN:-
Nº de Páginas: 128
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Porto Editora

O Revisor é o último livro da trilogia de Ricardo Menéndez Salmón

Depois de A Ofensa e Derrocada, a Porto Editora publica, no dia 27 de Janeiro, O Revisor, o último livro da Trilogia do Mal de Ricardo Menéndez Salmón.
Ricardo M. Salmón tem vindo a solidificar a sua posição enquanto um dos mais importantes escritores da nova geração espanhola, tendo o seu último romance, La luz es más antigua que el amor, que será publicado pela Porto Editora no próximo ano, sido considerado um dos melhores livros publicados em Espanha em 2010.
O autor vai estar presente no festival literário Correntes d’ Escritas, em
Fevereiro, na Póvoa do Varzim.


Sobre a obra:
Em 11 de Março de 2004 a história de um país denominado Espanha sofreu uma mudança irreversível. Este romance fala-nos daquele dia terrível e, mais tarde, da sua reconstituição, por um revisor de provas. Um revisor que é obrigado a corrigir os erros dos outros e que, naquele dia, tropeça numa errata incorrigível e escrita no livro da realidade.
Concebido como o testemunho de um cidadão comum, mas sobretudo como uma confissão de amor, O Revisor é uma homenagem àqueles que nos permitem manter o bom senso nos tempos de incerteza, e um testemunho impressionante acerca do poder do amor nas suas diversas formas – a amizade, a paternidade, a sexualidade – como abrigo contra a inclemência da vida e contra as mentiras do Poder.
Assim, se A Ofensa indagava a Segunda Guerra Mundial num cenário de
História lida e interpretada, se Derrocada se interrogava, a propósito dos nossos medos, através da História intuída ou imaginada, O Revisor aproxima-se, sem rodeios, através do narrador implacável, da História vivida e protagonizada na primeira pessoa.


Sobre autor:
Licenciado em Filosofia pela Universidade de Oviedo, Ricardo Menéndez
Salmón era já autor de uma obra diversificada quando, em 2007, com a
publicação de A Ofensa, se transformou numa das referências da nova literatura espanhola. Derrocada veio a lume em 2008, seguindo-se-lhe, em 2009, O Revisor. Estes três romances, conhecidos como Trilogia do Mal, integram o catálogo da Porto editora.

Imprensa:
Ricardo Menéndez Salmón ainda não tem 40 anos e já é uma referência da nova literatura espanhola.
Isabel Coutinho, Público

Um dos autores mais sólidos, profundos e interessantes dos nossos dias.
Vicente Luis Mora, Diário de Lecturas

Ricardo Menéndez Salmón foi condenado à eternidade da Arte.
Enrique Turpin, El Periódico

Menéndez Salmón é um homem carregado de cultura e dotado de um estilo próprio, expressionista, forte.
Rafael Conte, El País

Uma referência incontornável na hora de contemplar a mais recente narrativa espanhola.
Javier Moreno, Quimera

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook