[Porto Editora] Sem medo da crise, apresentou novidades para 2011

Esta segunda-feira, em Lisboa, a Porto Editora apresentou as novidades editoriais para o primeiro semestre de 2011. As apostas são fortes e a editora não receia a crise.
A apresentação começou com uma breve retrospectiva da actividade editorial da Porto Editora no ano de 2010. Foram destacadas as publicações de: O Braço Esquerdo de Deus, de Paul Hoffman; O Hipnotista, de Lars Kepler; Submundo, de Don DeLillo (Sextante); 1822, de Laurentino Gomes; e Matteo perdeu o emprego, de Gonçalo M. Tavares.
Da intervenção de Cláudia Gomes, realce para um dos mais prestigiados prémios internacionais: o Man Booker Prize. A Porto Editora vai publicar o livro vencedor da edição de 2010, A Questão Finkler, de Howard Jacobson, e um dos finalistas mais elogiados, Room, de Emma Donoghue.
Manuel Alberto Valente evidenciou a entrada de José Manuel Saraiva e de Leonardo Padura no catálogo da Porto Editora. O português apresenta o seu romance mais recente, A Terra Toda, e Leonardo Padura O Homem Que Gostava de Cães, romance de 2009.
Na Sextante, João Rodrigues deu particular ênfase às edições dos novos romances de Teolinda Gersão, A Cidade de Ulisses, que surge catorze anos após a publicação da sua última obra, e de Ponto Ómega, de Don DeLillo, agraciado em 2010 com o Prémio Pen/Saul Bellow de carreira.
No total, sessenta e quatro é o número de títulos a publicar em quatro chancelas – Porto Editora, Ideias de Ler, Albatroz e Sextante – no período compreendido entre Janeiro e Julho de 2011.

Ver alinhamento de Janeiro a Julho - aqui
[Porto Editora] Sem medo da crise, apresentou novidades para 2011 [Porto Editora] Sem medo da crise, apresentou novidades para 2011 Reviewed by Clube dos Livros on janeiro 10, 2011 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.