Opinião: "Antes de Adormecer" de S. J. Watson



mais informação acerca do livro neste
link
adquira o livro neste link

Opinião:
No livro acompanhamos a vida de Christine, uma mulher que acorda e não reconhece o que a rodeia, desde o estranho com que se depara mal abre os olhos e este está deitado a seu lado, o próprio local, até mesmo o seu corpo e feições lhe são desconhecidas. Isto acontece desde que o seu misterioso acidente ocorre, aos 29 anos.

Com um passado e um futuro pela frente, Christine vive cada dia como se este fosse o primeiro e o último, não por vontade própria mas por motivos de doença que esta sofre, onde sempre que adormece, quando acorda a sua memória fica limpa, não consegue reter a sua memória após o sono, isto devido ao acidente que lhe acontece. Christine consegue ter uma vida saudável e normal, através da ajuda dos que a rodeiam principalmente o seu marido Ben, segundo este, contudo ela quer saber a sua história de vida, a história do seu casamento, a sua relação, o que fez e como chegou aquele estado, é então que procurada por Dr. Nash, esta passa a ser o seu caso de estudo, pela doença rara que apresenta, este médico acompanha-a e faz com que ela através de um diário e de uma série de visitas e raciocínios lógicos ajudam na evolução da sua cura. Christine começa a ter alguns flashes de memória, recorda certos momentos, acredita e fica com vontade de cada vez saber mais e mais.

Aqui está o seu erro fatal, o querer saber mais e mais, acreditar num filho, num casamento, num mundo que a rodeia que não existe, ou que poderá mesmo ter existido… pode levá-la a descobrir que isto pode ser o seu fim.


No meu ponto de vista, este livro é fácil fazer a sua análise, porque envolve de tal forma que no meu caso, ainda bem cedo, na página 30 e poucos, já se iniciava o meu esboço de um fim trágico ou terrível, o que me ia agradar imenso, quanto mais avançava, mais certezas eu ia criando que tinha um marido falso, um marido que a usava para ter residência europeia, um marido que lhe administrava drogas para não conseguir reter memórias e assim mantê-la perdida e afastada dos seus planos e tarefas terroristas que este poderia em prática, etc etc… Mas na realidade não foi o que aconteceu. Fiquei desiludido pelo final que idealizei e que não aconteceu, mas fiquei bastante satisfeito pelo seu final, induziu-me de uma forma tão segura que acreditei ser o que esperava.

Tendo em conta que a acção se passa num muito curto espaço de tempo, temos umas personagens que passam em flashes de memória mas que mesmo assim têm uma característica ou outra definida, bem como a sua descrição breve; Outras temos acompanham o livro todo Christine e que têm a sua descrição, que por mais curta que seja e superficial, acabam por ter uma descrição que não se torna notória a falta de um ou outro detalhe que se calhar complementava em alguns pontos, porque o enredo centra-nos no querer saber mais e mais, fazendo esquecer estes pontos.

Se por um lado temos a ansiedade de querer mais acção mais desenrolar do mistério, mais e mais, por outro temos o sistema nervoso e raiva a funcionar por começar a pensar o quão desesperante a situação dela é, e pela dificuldade de ajuda que esta tem.

Não me alongo mais, porque quando é um livro que nos “absorve”, faz-nos expandir demais os horizontes e capazes de pegar em 1001 pontos para desenvolver uma crítica.
Pegando em poucas palavras, podemos de forma geral definir o livro como:
Perturbador, inquietante e viciante, pois mexe-nos com a ansiedade e o sistema nervoso, por mais que tentemos abstrair-nos do enredo, pois este absorve-nos.
Será um bom argumento para um filme, sim primeira fila já… Podem contar comigo!
Opinião: "Antes de Adormecer" de S. J. Watson Opinião: "Antes de Adormecer" de S. J. Watson Reviewed by Clube dos Livros on setembro 14, 2011 Rating: 5

2 comentários:

  1. Olá Paulo!

    Concordo com tudo o que dizes. Senti desconfiança pelo marido porque embora fosse atencioso e preocupado com a sua cara metade, notava-se que não desejava que ela recuperasse na totalidade a memória. De início ainda pensei que pudesse ser por ela deixar depois disso de o idolatrar como fazia, mas depois pareceu-me que deveria ser algo mais. Foi, sem dúvida, das melhores personagens do livro, por me fazer sentir apreço e ao mesmo tempo desconfiança.

    Também achei o livro bastante viciante e, tal como a ti adorei a forma como terminou. Tal como te havia dito no facebook o final idealizado por ti seria deveras interessante :P, mas o escolhido pelo autor foi surpreendentemente bom. :)

    ResponderEliminar
  2. Um livro que sem duvida quero ler!

    Boas leituras

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.