Harper Collins | "Os Vizinhos do Número 9" de Felicity Everett

junho 11, 2018

15,93 € | 304 pág


Sobre livro:
Apresentamos-te os teus novos vizinhos, tu de que lado estás?
Quando Gav e Lou se mudam para a casa ao lado, Sara passa dias a preparar-se para ter coragem para ir cumprimentá-los. Os vizinhos são glamorosos, caóticos e um pouco excêntricos e, em comparação com eles, o resto da rua parece ser muito chata. Eles mostram-se dispostos a começar uma amizade, e isso entusiasma e lisonjeia Sara; por mais incrível que pareça, Gav e Lou veem, por sua vez, algo digno de admiração em Neil e nela. Os dois casais tornam-se inseparáveis muito rapidamente...

Compartilham jantares, garrafas de vinho e o cuidado das crianças, ficam até tarde em casa uns dos outros a conversar e a divertir-se, trocando piadas e partilhando segredos.
Quanto mais tempo Sara passa com os vizinhos, mais deseja fazer mudanças na sua própria vida, mas essas mudanças têm um preço. Gav e Lou não demoram a começar a pedir-lhes coisas que não têm direito a pedir, e as consequências são devastadoras para todos...

Conheces os teus vizinhos do número 9? Aqui tens um inquietante romance sobre invejas, anseios e traições num bairro residencial...

Sobre autor:
Felicity Everett cresceu em Manchester e estudou Literatura Inglesa na Universidade de Sussex. Trabalhou numa editora londrina enquanto formava uma família e é autora de mais de vinte obras infantis, tanto de ficção como de divulgação. Após um breve parênteses na sua carreira, voltou a dedicar-se à escrita a tempo inteiro. Os vizinhos do número 9 é o seu segundo romance. Felicity voltou recentemente ao Reino Unido depois de passar alguns anos em Melbourne e vive com o marido em Gloucestershire.

Imprensa:
«Inteligente, persistente e extremamente reconhecível. Adorei-o absolutamente!» 
Katie Fforde

«Uma fábula sobre o que acontece quando nos envolvemos com as pessoas da moda e tentamos ser o que não somos. Diálogo inteligente, detalhes tão bons como os de um suplemento de um jornal de domingo e um bom olho para a comédia social. Bebi-o mais depressa do que um Martíni.» 
Veronica Henry

«Irresistível, excruciante e impossível de pousar.»
Fanny Blake

«Incisivamente espirituoso, dolorosamente real... Atrai o leitor com a alegria voyeurista de mexericar sobre os amigos e os vizinhos e oferece uma reviravolta final que nos apanha desprevenidos.»
Samantha Kin

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook