"As Crónicas de Explosão" de Yan Lianke | Relógio D'Água - Clube dos Livros

"As Crónicas de Explosão" de Yan Lianke | Relógio D'Água




Sobre livro:
A pequena aldeia de Explosão, situada entre as límpidas águas do rio Yi e os cumes da serra de Balou, é o cenário deste livro. 

Em apenas cinquenta anos, a povoação tornou-se uma cidade de vinte milhões de habitantes, rivalizando com Pequim ou Xangai. Esta expansão, alimentada pela ambição desmesurada e a corrupção, teve profundas consequências para todos. 

A narrativa de Yan Lianke desvenda as feridas abertas na atual sociedade chinesa, oferecendo-nos uma imagem de uma transformação que parece saída de uma fábula fantástica.


Sobre autor:
Yan Lianke nasceu em agosto de 1958, em Song, na província chinesa de Henan. Os seus pais eram camponeses pobres sem recursos para lhe pagar um curso universitário, encorajando-o por isso a entrar no exército, o que ele fez aos vinte anos. Em 1985, formou-se em Ciências Políticas na Universidade de Henan e, em 1991, em Literatura no Instituto de Arte do Exército Popular de Libertação. Começara a escrever ficção em 1978, tendo saído do exército em 2004. As suas obras de pendor crítico e às vezes satírico provocaram reações do regime, tendo dois dos seus romances sido proibidos e o seu passaporte apreendido por algum tempo. É atualmente professor no Instituto de Literatura da Universidade de Renmin da China. Além de receber por duas vezes o Prémio Literário Lu Xun, foi proposto, em 2012, para o Prémio Príncipe das Astúrias de Letras e fez parte da shortlist do Man Booker Prize por duas vezes. Em 2014, foi-lhe atribuído o prémio internacional de literatura Franz Kafka e, em 2021, o Prémio Newman para Literatura Chinesa.


Imprensa:
-

"As Crónicas de Explosão" de Yan Lianke | Relógio D'Água "As Crónicas de Explosão" de Yan Lianke | Relógio D'Água Reviewed by Clube dos Livros on agosto 25, 2021 Rating: 5

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.