Opinião

Opinião: "Margens para um Rio" de António M. Magalhães

16:44



mais informação acerca do livro neste
link

Opinião:
Este livro trata-se de uma colectânea de contos que o autor nos conta, do passado, de uma infância, de um percurso de adolescência, e de uma fase adulta.
Perante uma infância, brincadeiras são descritas, os valores da família, e mesmo as relações de povos da mesma freguesia são apresentadas.
O autor presenteia-nos com descrições de locais daqui e de longe, de situações, que me fizeram pensar nos que tocam aqui ao norte, e a Barcelos em específico, como seriam afinal naquele tempo, pois esta é a minha terra. Referiu num conto, o sobrenatural / oculto, coisa que quando era jovem me fazia pensar também como um 2º Tio meu, fazia aquele habilidade de com uma vara dizer "aqui passa água, podemos fazer o furo ou o poço", ele refere aqui o pêndulo, mas também conhecia, não sei se é comum em todo lado mas era recorrente por cá.

A escrita é boa, os capítulos / contos são independentes, conseguindo ainda assim seguir uma ordem cronológica sequencial e ordenada.
De um modo geral, gostei do livro, é uma forma de transporte de, como se encontra no livro, por um rio de palavras.

Ao autor, por ser da terra, os parabéns pela obra :)
Ler mais »

Passatempo

Resultado Passatempo - "Complexo – Universo Paralelo" de Ricardo Martins Pereira

01:41

Olá a todos! :-)

Tínhamos para oferta 1 exemplar do livro,


Este passatempo só foi possível graças ao apoio das Editorial Presença, muito obrigado pelo apoio!

Neste passatempo contamos com mais um sucesso, muito obrigado a todos os 280 participações.

Como sempre algumas participações foram válidas outras não, que no seu total foram 12 não apuradas para sorteio.

O vencedor deste passatempo é:



* 45 - Horácio Teles - Alverca


Muitos Parabéns! Ao vencedor, enviei um e-mail de confirmação a pedir a morada para envio do prémio.
Quem não ganhou desta vez, não desanime e continuem a participar.
Irão continuar a aparecer novidades!

Cumprimentos a todos e boas leituras!
Clube dos Livros
Ler mais »

Opinião

Opinião: "Conspiração 365 - Janeiro" de Gabrielle Lord

19:21



mais informação acerca do livro neste
link

Opinião:
A saga Conspiração 365 de Gabrielle Lord é uma saga de 12 livros cada um correspondendo aos meses do ano, começando com o livro de Janeiro.
É neste livro que ficamos a conhecer Callum Ormond, um rapaz de 15 anos que se vê envolvido em algo completamente inesperado.
Na véspera de Ano Novo é avisado por um homem estranho que o vão matar e que tem de se manter a salvo nos próximos 365 dias. Inicialmente, Cal pensa que o homem é louco, mas após uma série de eventos estranhos, Cal percebe que o homem não é tão louco quanto pensou.
Primeiro sofreu um acidente de barco com o tio Rafe, depois o tio começou a comportar-se de forma estranha e suspeita, Cal é raptado e por fim é acusado, injustamente, de tentativa de homicídio.
Todos estes eventos estão relacionados com o que o seu pai descobriu. O seu pai descobriu algo tão importante que irá até mudar a História da Humanidade, algo conhecido como a Singularidade de Ormond. É por este motivo que a vida de Cal corre perigo e é também por esta razão que Cal é constantemente seguido por pessoas que procuram desvendar o Enigma de Ormond.
É com a ajuda do seu melhor amigo Boges que Cal consegue esconder-se de tudo e todos enquanto tenta arranjar uma forma de provar a sua inocência, mas parece impossível, uma vez que nem a sua própria mão acredita na sua inocência.
O que será que o pai de Cal descobriu? O que será a Singularidade de Ormond? E porque está toda a gente louca atrás deste Enigma? Porque será que Rafe está a agir de forma tão estranha? Quem será que tentou matar o tio Rafe e a Gabbi, a irmã mais nova de Cal? Será Cal capaz de sobreviver ao primeiro mês do ano? Conseguirá ele manter-se a salvo nos próximos 365 dias?
Esta é uma excitante aventura repleta de acção, suspense e bastantes intrigas. Não percam a oportunidade de ler esta maravilhosa saga.


Opinião de Sara Pinto
Ler mais »

Passatempo

Passatempo - "Pele" de Mo Hayder

20:03

Olá a todos!
O Clube dos Livros tem um novo passatempo, com o apoio das Publicações Europa-América.

Temos para oferta 2 exemplares do livro

"Pele" de Mo Hayder

O passatempo terminará no Domingo dia 6 às 23:59h (daí só serão aceites as participações feitas até essa hora/data), os vencedores serão anunciado aqui no blogue e contactados via e-mail após realização de sorteio e publicação do resultado.

Os vencedores serão sorteados aleatoriamente, na mesma aplicação (com suporte do random.org) que se realizaram anteriores sorteios de passatempos aqui do blogue, entre os que responderem a tudo acertadamente e que preencham todos os dados pedidos do formulário abaixo.

Importante:
_ Só será aceite uma participação por pessoa e e-mail;

_ Só serão aceites participações de pessoas residentes em Portugal (Continente e Ilhas);

_O envio do prémio ficará a meu cargo, não sendo responsável por quaisquer dano, extravio ou não recepção dos mesmos.

_ O vencedor terá um período de 7 dias de calendário, com início de contagem a partir do dia em que recebe o e-mail de confirmação de minha parte a solicitar os dados para envio.

_ Em caso de não concordar com algum dos pontos referidos, deverá abster-se de participar.
Só me resta desejar boa sorte!

As respostas encontram-se no excerto aqui


Passatempo Terminou
Ler mais »

Novidades

"Uma Inquietante Simetria" de Audrey Niffenegger

00:26

Disponível a 2 Março

Autor: Audrey Niffenegger
P.V.P.: 22,50 €

Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-23-4502-6
Nº de Páginas: 424
Dimensões: - x - mm
Colecção: Grandes Narrativas Nº 493
Editora: Editorial Presença
NOVO LIVRO DA AUTORA DO BESTSELLER INTERNACIONAL
A MULHER DO VIAJANTE NO TEMPO


Esta obra promete! Ou muito me engano ou será um dos melhores e dos grandes sucessos do ano

Sobre a obra:
Quando Elspeth Noblin morre de cancro deixa o seu apartamento em Londres às sobrinhas Julia e Valentina, que nunca chegou a conhecer. As jovens, gémeas idênticas e inseparáveis desde a nascença, decidem mudar-se para lá, na esperança de também conhecerem um pouco mais da história da sua família. Mas o que vão encontrar no prédio com vista para o famoso Highgate Cemetery é muito mais obscuro do que contavam enfrentar… Uma deliciosa história sobre o amor, a identidade, os laços que nos unem e a força da vida, que transcende todas as barreiras.

Sobre autor:
Audrey Niffenegger é escritora e artista plástica. O seu primeiro romance, A Mulher do Viajante no Tempo, que a Presença publicou nesta colecção, figurou em 11.º lugar na lista dos 50 Melhores Livros de Sempre do Daily Telegraph, votada pelos leitores. Em 2010 estreou em Portugal uma adaptação cinematográfica desta obra.

Imprensa:
«Um sério candidato a livro do ano.»
Red Magazine

«Delicioso e perturbador.»
Yorkshire Evening Post

«Não há como duvidar da originalidade de Niffenegger… É uma autora de facto rara: ao mesmo tempo uma grande escritora e genuinamente obsessiva.»
Evening Standard
Ler mais »

Novidades

"Hotel Majestic" de J. G. Farrell

21:37


Autor: J. G. Farrell
P.V.P.: 17,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN:-
Nº de Páginas: 416
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Porto Editora

J. G. Farrell também venceu duas vezes o Man Booker Prize


Chega às livrarias portuguesas, no dia 3 de Março, Hotel Majestic, de J. G. Farrell, autor que, a par de J. M. Coetzee e Peter Carey, venceu o Man Booker Prize por duas vezes. A primeira vitória, porém, só foi atribuída post mortem.
Até 2010, apenas dois escritores tinham vencido por duas vezes o prestigiado Man Booker Prize: o sul-africano J. M. Coetzee e o australiano Peter Carey. Porém, em Maio último, a organização do prémio decidiu galardoar os livros que em 1970 tinham ficado fora da votação, devido a uma alteração das regras. E, para o efeito, criou o Lost Man Booker Prize. O romance Hotel Majestic (Troubles, no original) venceu com clara maioria e o seu autor, J. G. Farrell, no fundo, foi distinguido pela segunda vez, dado que em 1973 já havia recebido o Man Booker Prize, com The Siege of Krishnapur (a publicar pela Porto Editora em 2012).

Com o lançamento, esta quinta-feira, de Transgressão, de Rose Tremain, romance finalista do Man Booker Prize 2010, e deste Hotel Majestic, no início do próximo mês, a Porto Editora inicia uma sequência que dá a conhecer quatro grandes obras ligadas ao referido prémio. As outras duas são Room (título original), de Emma Donoghue, e A Questão Finkler, de Howard Jacobson. A primeira era apontada como grande favorita, mas foi a segunda a conseguir a vitória em 2010.




Sobre a obra:
1919: Após o final da I Guerra Mundial, o Major Brendan Archer dirige-se até à Irlanda, na esperança de descobrir se de facto está comprometido com Angela Spencer, cuja família anglo-irlandesa é proprietária do em tempos famoso Hotel Majestic. Mas a sua noiva está estranhamente diferente e a fortuna familiar sofrera enormes perdas. As centenas de quartos do hotel deterioram-se a olhos vistos; os seus poucos hóspedes dedicam-se quase em exclusivo a pequenos boatos e a jogos de uíste; bandos de gatos tomaram positivamente conta do Bar Imperial e dos andares superiores; canas de bambu ameaçam as fundações do edifício; leitões brincam nos courts de squash.
Mas não são apenas as paredes do outrora grandioso hotel que prometem cair de vez. Lá fora, o império britânico enfrenta desafios vindos dos quatro cantos do mundo, incluindo da sua vizinha Irlanda.


Ler Excerto

Sobre autor:
James Gordon Farrell nasceu em 1935 em Liverpool, no seio de uma família anglo-irlandesa. É considerado um dos mais importantes autores do séc. XX, apesar da sua actividade de escritor ter sido tragicamente interrompida por um acidente enquanto pescava na costa irlandesa.
Tendo escrito outras três novelas antes de 1970, ficou famoso sobretudo pela “Trilogia do Império”, que retrata a decadência do Império Colonial Britânico com uma ironia sagaz, evidente nas descrições e nas características das personagens, enquanto o pano de fundo é um cenário histórico baseado em acontecimentos reais.
Em 1971 Troubles, o primeiro volume da trilogia, ganhou o Faber Memorial Prize, e em 1988 foi adaptado a telefilme.
O segundo volume da trilogia, The Siege of Krishnapur, a ser publicado brevemente pela Porto Editora, ganhou o Man Booker Prize em 1973 e foi nomeado para o prémio Best of the Booker.

Imprensa:
Hotel Majestic tem tudo: uma bela história, personagens irresistíveis, diálogos verídicos e grandes ideias. É um livro que tem estofo para ganhar o Booker de qualquer ano, não só o de 1970.
John Crace – The Guardian

Não há outra obra do mesmo calibre que tenha sido escrita acerca deste período de transição da história da Irlanda: constitui uma referência na literatura irlandesa do séc. XX.
Kevin Myers – The Irish Independent

[J.G. Farrell] era um grande talento cuja vida foi interrompida. Acho que, naquela altura, ele estava a transformar-se em alguém de que todos ouviríamos falar e teríamos estudado na escola.
Katie Derham – membro do júri do Lost Man Booker Prize
Ler mais »

Passatempo

Resultado Passatempo - "Carta a um ex-amante" de Julieta Ferreira

14:05

Olá a todos! :-)

Tínhamos para oferta 1 exemplar do livro,

Este passatempo só foi possível graças ao apoio da autora Julieta Ferreira, muito obrigado pelo apoio!

Neste passatempo contamos com 28 participações.

O vencedor deste passatempo, escolhido pela autora, é:

*Arnaldo Santos - Santo Tirso *

Muitos Parabéns! Ao vencedor, enviei um e-mail de confirmação a pedir a morada para envio do prémio.
Quem não ganhou desta vez, não desanime e continuem a participar! Pois só desta forma, garante a viabilidade de continuar a realizar passatempos.

Cumprimentos a todos e boas leituras!
Clube dos Livros
Ler mais »

Novidades

"O Indesejado" de Sarah Waters

22:28


Autor: Sarah Waters
P.V.P.: 16,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-53-0467
Nº de Páginas: 480
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Editorial Bizâncio

Sobre a obra:
Num Verão poeirento depois da guerra, na zona rural de Warwickshire, um médico é chamado para ir ver uma doente a uma casa isolada chamada Hundreds Hall. É nela que vive a família Ayres há mais de dois séculos. A casa de traça georgiana, outrora bela e imponente, está agora em declínio, com a alvenaria a cair, os jardins sufocados pelas ervas e o relógio do estábulo parado para sempre nas vinte para as nove. Os seus proprietários — mãe, filha e filho — tentam adaptar-se a uma sociedade em mudança, e apaziguar os seus próprios conflitos. Mas estarão os Ayres assombrados por algo mais sinistro do que um modo de vida que está a desaparecer?

Sobre autor:
Nasceu no País de Gales em 1966 e é doutorada em Literatura Inglesa. Em 1998 recebeu o prémio New London Writers. Em 2000 recebeu o prémio do Sunday Times para jovens escritores e o prémio Somerset Maugham, ambos por Afinidade. O romance Falsas Aparências foi ainda finalista do Booker Prize. Foi considerada pela prestigiada revista Granta uma das 20 jovens escritoras britânicas mais promissoras.

Ler mais »

Novidades

"O Meu Testemunho perante o Mundo" de Jan Karski

22:23


Autor: Jan Karski
P.V.P.: 16,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-53-0471
Nº de Páginas: 464
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Editorial Bizâncio

Sobre a obra:
Publicada pela primeira vez nos EUA em 1944, esta obra fazia também parte da missão de denúncia e apelo a que o autor se propusera. Jan Karski, membro da resistência polaca, foi nesse ano o mensageiro do povo polaco junto do seu governo no exílio, o mensageiro dos judeus perante o mundo e o homem que alertou para o genocídio judaico, que ele mesmo presenciara, quando ainda era possível detê-lo. Além dos documentos e relatórios que deveria entregar ao seu governo no exílio e aos aliados, conseguiu ainda entregar ao presidente Roosevelt documentos relatando o que vira no Gueto de Varsóvia e no campo de concentração de Izbica Lubelska, os quais fazem também parte desta obra. Apesar de inicialmente ter sido um bestseller, a obra foi acolhida com alguma frieza pelas autoridades ocidentais e acabou por cair no esquecimento; o mundo não estava então preparado para os relatos de Karski, e o reconhecimento surgiu tardiamente. Obra capital de um Justo entre as Nações, proibiu e proíbe, em definitivo, as palavras «Não sabíamos».

Sobre autor:
(1914-2000), principal emisssário da resistência polaca e primeira testemunha do genocídio em marcha, denunciou na Europa Ocidental e nos EUA as atrocidades cometidas contra os judeus polacos e apelou à sua defesa e protecção.

Ler mais »

Novidades

"Aqui Há Gato 7 - Hollywood é demasiado Pequeno para mim" de Darby Conley

22:15


Autor: Darby Conley
P.V.P.: 12,61 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-972-53-0470
Nº de Páginas: 128
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Editorial Bizâncio

Sobre a obra:
Satchel é a personagem tonta de Hollywood É Demasiado Pequeno Para Mim, o filme concebido e produzido por Bucky-Kat, o gato siamês com um talento natural para a trapaça e uma desmedida mania das grandezas. No elenco de luxo deste filme podemos ainda apreciar o solteirão Rob Wilco.

Um candidato a óscar, no mínimo.

Sobre autor:
É um cartoonista americano que se popularizou pela sua famosa BD Aqui há Gato. Conley nasceu em Concord, Massachusetts em 1970 e cresceu em Knoxville, Tennessee.
Ainda frequentava o liceu, em 1986 quando ganhou um concurso estudantil de cartoonistas. Frequentou o Amherst College, onde estudou Belas Artes, desenhou cartoons para o jornal universitário, e era membro de um grupo exclusivamente masculino de inflência jazz, um grupo a cappella, os Zumbyes.
Tal como Rob Wilco, o protagonista humano de Aqui Há Gato, Conley é um entusiástico fã de rugby, e foi jogador da modalidade durante a faculdade, onde adquiriu algumas mazelas, que não fizeram diminuir a sua paixão pelo o desporto.
Antes de se tornar cartoonista, Darby teve um vasto leque de empregos: professor primário, director de arte num museu de ciência, nadador salvador, e reparador de bicicletas. Actualmente, Conley vive em Boston, Massachusetts.

Ler mais »

Novidades

[Casa das Letras] Novidade para Março

21:56

Ficam aqui as principais novidades literárias da Casa das Letras, para o mês de Março:

Título: Sem Rumo
Autor: Joshua Ferris

Sinopse: Durante vinte anos de casamento, Tim e Jane Farnsworth saborearam os frutos do trabalho dele como advogado de sucesso: vivem numa casa confortável, fazem férias em locais exóticos, não têm quaisquer preocupações financeiras. Tim venceu por duas vezes uma bizarra e inexplicável doença, mas tais episódios, embora não completamente esquecidos, fazem parte do passado. É então que a doença regressa, obrigando-o a comportar-se de uma forma assustadoramente nova.
Joshua Ferris foi recentemente considerado pela revista The New Yorker um dos melhores escritores com menos de 40 anos.
Nas Livrarias a 31 de Março


Título: Autobiografia de Fidel Castro
Autor: Norberto Fuentes

Sinopse: Norberto Fuentes foi um membro da Revolução Cubana e fez parte, durante anos, do círculo mais próximo de Fidel Castro. Mas, nos finais dos anos 80, quando o regime começou a enviar alguns dos seus camaradas mais antigos para o pelotão de fuzilamento, passou a ser Um Homem Que Sabia de Mais. Tendo escapado à pena de morte e agora a viver no exílio, Fuentes converteu o seu conhecimento e a sua experiência naquela a que muitos chamam a biografia definitiva de Fidel Castro, mas fê-lo na primeira pessoa, como se fosse o próprio Fidel a redigi-la.
Nas Livrarias a 31 de Março


Título: Casper – O Gato Viajante
Autor: Susan Finden

Sinopse: Casper tornou-se uma celebridade nacional quando os jornais divulgaram a história de um gato extraordinário que apanhava regularmente o autocarro número 3, fazendo viagens de dezoito quilómetros pela sua cidade, Plymouth, em Devon.
Contado de uma maneira comovente pela sua dona, que o amava profundamente, Casper, O Gato-Viajante, é a história tocante de um gato branco e preto muito especial, que viajava de autocarro e que conquistou os nossos corações.
Nas Livrarias a 21 de Março


Título: A Morte Tem Cura e Outras 99 Curiosidades Médicas
Autor: Roger Dobson

Sinopse: Já pensou porque é que os bebés chupam no dedo ou porque preferem os homens as loiras? Quer saber como os chuveiros podem fazer mal ao cérebro ou descobrir por que razão as mulheres gemem durante o sexo? Ou tem curiosidade em saber como a depilação aumenta o risco de cancro ou apenas como curar os soluços? Gostaria de saber exa¬ctamente a data em que vai morrer?
Cem dessas teorias foram reunidas em A Morte Tem Cura, livro baseado numa das mais polémicas publicações médicas do mundo: a Medical Hypotheses.
Nas Livrarias a 21 de Março
Ler mais »

Opinião

Opinião: "Descobri que te Amo" de Ann E. Cannon

18:29



mais informação acerca do livro neste link

Opinião:
Em “Descobri que te Amo”, encontramos uma história interessante, divertida, surpreendente e cativante.
No meio de um grupo de jovens, Ed, Ellie, Scout e Quark, acompanhamos as suas peripécias divertidas que os levam a encontrar o amor, Ellie é alvo da paixão de Ed, que se refugia na “máscara” de Sérgio, devido as suas incertezas, contudo Ed, é o alvo da paixão de Scout que por sua vez é vista como a paixão de Quark. É isto que vamos acompanhar ao longo do livro, com isto vamos rir e divertir.
Propício a que os leitores se consigam identificar com as personagens, daí ser um livro mais jovem.
Um livro com capítulos curtos e tamanho de fonte de letra que nos incentiva à leitura (falo por mim, um tamanho pequeno, cansa-me rápido porque requer mais esforço para ler), com escrita fluida e simples, que nos envolve nas suas páginas. Recomendado!

Ler mais »

Opinião

Opinião: "O Templo da Glória Literária" de Miguel Almeida

18:21



mais informação acerca do livro neste link

Opinião:
Nesta obra, Miguel Almeida apresenta-nos poemas inspirados em grandes nomes literários, que se foram tornando eternos, ao longo dos tempos, constituindo assim uma obra que funciona de certa forma como um tributo a todos estes poetas dos tempos antigos e mais recentes.
O autor leva-nos a reflectir sobre a importância da escrita e sobre a solidão de que o poeta é vítima para se refugiar e produzir a arte, para se libertar e escrever, sobre a interrogação de um EU. Enquanto foram vivos, muitos dos grandes nomes literários permaneceram anónimos e depois de mortos receberam títulos de magníficos, gigantes, eternos do mundo literário, sendo que este reconhecimento veio quase sempre tarde... E é justamente sobre esta mesma situação que o autor nos leva a reflectir com os seus poemas.
Trata-se de uma obra bastante interessante, com uma escrita que nos envolve e nos leva a percorrer 5 partes distintas, dependentes umas das outras, que funcionam como uma sequência, neste seu livro. Funcionaria como uma boa base de suporte, o conhecimento de obras de alguns dos autores citados neste livro, seria mesmo um bom complemento à leitura.
Parabéns pela obra.

Ler mais »

Novidades

"Metro 2033" de Dmitry Glukhovsky

20:52


Autor: Dmitry Glukhovsky
P.V.P.: 19,90 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-557-781-1
Nº de Páginas: 416
Dimensões: - x - mm
Colecção: 1001 Mundos
Editora: Edições Gailivro

O FUTURO DA HUMANIDADE
PASSA POR AQUI… APANHA-O!


· Best-seller em toda a Europa.
· 400.000 Livros vendidos em 2009, só na Rússia.
· Prémio “encouragement award of the european fiction society”.
· Deu origem a um dos jogos de vídeo com maior sucesso em 2010 (PC e XBOX) nomeado para a categoria “Outstanding Achievement in Story” pela Academia Interactiva de Artes e Ciência (2011).

Sobre a obra:
Estamos no ano 2033. O mundo foi reduzido a escombros. A humanidade foi quase extinta. Mas alguns milhares de pessoas sobreviveram, sem saberem, no entanto, se serão os únicos habitantes da Terra. Vivem no Metro de Moscovo, o maior abrigo contra ataques aéreos no planeta. É o último refúgio da humanidade. È um mundo sem amanhã, sem espaço para sonhos, planos ou esperanças. Aí o sentimento deu lugar ao instinto - e o mais importante é a sobrevivência. A qualquer preço. VDNKh é uma estação habitada, que se situa na extremidade norte da linha e ainda é considerada segura. Mas há uma nova e terrível ameaça. Artyom, um jovem que vive nessa estação, é incumbido de penetrar no coração do Metro e de viajar até à lendária estação conhecida por Pólis. O objectivo é alertar todos os habitantes do Metro para o perigo que se avizinha e, assim, obter apoios para a defesa da VDNKh. O futuro da sua estação está agora nas mãos de Artyom, tal como o futuro do Metro e da humanidade.

Metro 2033 foi um êxito esmagador em toda a Europa, revelando um mundo claustrofóbico onde falta a esperança e o desespero domina.

Para terem acesso acesso a 256 páginas deste livro, acedam aqui www.metro2033.gailivro.pt

Sobre autor:
Publicado inicialmente online (2002), METRO 2033, do escritor russo Dmitry Glukhovsky, transformou-se rapidamente, após a sua publicação em 2005, num best-seller nacional, e ascendeu ainda mais depressa à condição de sucesso europeu, revelando Glukhovsky como um dos mais promissores autores russos de ficção científica da actualidade. Com mais de 400.000 exemplares vendidos na Rússia (só em 2009), traz aos leitores portugueses uma história que antecipa a 3ª Guerra Mundial e as suas consequências devastadoras à escala planetária.
Escritor e jornalista, Dmitry A. Glukhovsky nasceu em Moscovo, Rússia, em 1979 e estudou Relações Internacionais em Jerusalém. Conhecido pelos romances METRO 2033 e It’s Getting Darker, Glukhovsky é ainda autor da série satírica Stories of Motherland, que critica a actual Rússia. Como jornalista, trabalhou para a cadeia de televisão russa Russia Today, para a alemã Deutsche Welle e para a EuroNews TV (França). Escreve também artigos para a Harper’s Bazar, Officiel e Playboy. Em 2007, ganhou o prémio Encouragement Award of the European Fiction Society, no concurso EUROCOM, em Copenhaga. Hoje em dia, Glukhovsky vive em Moscovo.
Em 2009, na sequência de METRO 2033, aquela que é uma espécie de sequela desse livro – METRO 2034 – vendeu, em apenas 6 meses, 300.000 exemplares na Rússia. E o sucesso está para durar…
Ler mais »

Novidades

"Vidas Trocadas" de Sandra Brown

20:30


Autor: Sandra Brown
P.V.P.: 17,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-822-846-8
Nº de Páginas: 460
Dimensões: 155 x 235 mm
Colecção: -
Editora: Quinta Essência
Uma criação magistral, um fascinante romance de suspense, vingança, reviravoltas e desvios imprevisíveis...
Sobre a obra:
As gémeas Melina e Gillian Lloyd são praticamente iguais, ambas empresárias de sucesso e solteiras. Mas numa coisa são diferentes: Melina é impulsiva, enquanto Gillian gosta de ponderar bem as suas decisões. Além disso, Gillian quer um filho. Sentindo o relógio biológico a avançar inexoravelmente, opta por se submeter a uma inseminação artificial, utilizando esperma de um dador anónimo. A história começa no dia em que ela faz a inseminação. Nesse dia, Melina acompanha, na sua qualidade de relações públicas, o coronel da NASA Christopher «Chefe» Hart à cerimónia de entrega de um prémio. Mas terá sido mesmo Melina? A vida do coronel choca, depois interliga-se, com a das gémeas. Uma partida aparentemente inofensiva acaba em catástrofe. Na manhã seguinte a terem trocado de identidades, Melina recebe uma notícia terrível: a irmã fora brutalmente assassinada — e o coronel, apesar de inocente, é o principal suspeito. O que parece de início ser um homicídio de fácil resolução acaba por conduzi-los às montanhas do Novo México.

Imprensa:
«Milhões de leitores vibram com os romances de Sandra Brown, o que não surpreende: a autora tem a habilidade de despertar a imaginação e os sentidos graças a personagens irresistíveis, reviravoltas inesperadas, segredos escandalosos e muito mais…»
Literary Guild

«Enredo veloz e astuto.»
Publishers Weekly

«Outro livro viciante que não desapontará os fãs de Sandra Brown... Adorei este romance... Sandra Brown consegue realmente dar-nos coisas boas.»
Salisbury Post

«A acção começa na primeira página e nunca mais acaba... Deixa os leitores a sentir... que acabaram de dar uma volta na melhor montanha-russa do mundo.»
Midwest Book Review

«Uma leitura cheia de mistério com uma reviravolta brilhante. Não admira que Brown tenha tido já mais de quarenta bestsellers do New York Times.»
Beyond the Cover

«Uma apresentação excelente de lutas internas... excitante... ritmo veloz.»
Review of Texas Books

«Uma contadora de histórias magistral que, cuidadosamente, tece enredos que fazem com que os leitores não consigam parar de ler.»
USA Today

«Fascinante... um final realmente surpreendente.»
Harrisburg Sunday Patriot-News

Sobre autor:
Sandra Brown é a autora de mais de setenta romances, na sua maioria bestsellers do New York Times. É uma das mais importantes escritoras de romances policiais dos Estados Unidos, distinguida, entre outros, com os prémios Texas Medal of Arts Award for Literature e o Thriller Master de 2008,a distinção máxima atribuída pela International Thriller Writer's Association.
Nascida em Waco, no Texas, Brown trabalhou como modelo e em programas de televisão antes de se dedicar à escrita. Publicou o seu primeiro romance em 1981 e, desde então, já vendeu cercade setenta milhões de exemplares em todo o mundo, estando a sua obra traduzida em trinta e três idiomas.
Vive com o marido em Arlington, no Texas.
Ler mais »

Novidades

"Perfume de Paixão" de Jude Deveraux

20:24


Autor: Jude Deveraux
P.V.P.: 16,15 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-822-848-2
Nº de Páginas: 392
Dimensões: 155 x 235 mm
Colecção: -
Editora: Quinta Essência
E se descobrisse que o seu noivo não era quem afirmava ser?
Sobre a obra:
Noiva do encantador e sedutor Greg Anders, Sara Shaw mal consegue esperar pelo dia do seu casamento em Edilean, na Virgínia. A data foi marcada, as flores encomendadas e o seu vestido, já usado por várias gerações de noivas da família, está pronto. Mas apenas três semanas antes do dia do casamento, Greg recebe um telefonema durante a noite e sai sem dar qualquer explicação. Dois dias mais tarde, um homem aparece através de um alçapão no soalho da casa de Sara, afirmando que é o irmão da sua melhor amiga e informando-a que se vai mudar para casa dela.
Embora Mike Newland esteja realmente a dizer a verdade sobre a sua identidade, a razão que o levou ali tem muito mais que se lhe diga. É um detective que trabalha infiltrado; a sua missão é usar Sara para descobrir o paradeiro de uma mulher — uma das criminosas mais notórias dos Estados Unidos — que, por acaso, é a mãe do homem com quem Sara tenciona casar.
Mike acredita que a investigação não será difícil — isto é, caso consiga arranjar maneira de fazer com que uma jovem de «boas famílias» como Sara confie em si. No entanto, Mike não faz a mais pequena ideia do que aquela missão lhe reserva. Esforçou-se ao máximo para esconder as suas ligações a Edilean, as quais remontam ao tempo em que a sua avó vivera naquela localidade, em 1941. Mas à medida que Mike e Sara se vão conhecendo, ele não consegue evitar partilhar segredos que nunca tinha partilhado com ninguém. Ela retribui confidenciando a Mike aspectos da sua vida que jamais teria revelado a Greg. Enquanto trabalham juntos para resolverem os dois mistérios, o amor crescente que desabrocha entre os dois começa a sarar cicatrizes de uma forma que nunca teriam imaginado ser possível.
Com Perfume da Paixão Jude Deveraux continua a série centrada em Edilean, que teve início com Jardim de Alfazema.

Imprensa:
«Jude Deveraux é uma exímia contador de histórias, e os seus livros estão repletos de emoção e aventura, tornando-a uma das mais populares escritoras de romances da actualidade. Perfume da Paixão não foge à regra. Com personagens fortes, um encanto discreto e uma intrigante história, os fãs vão gostar de ter mais notícias dos habitantes de Edilean»
Times Record News

«Mais um romance que prende os leitores e os deixa com um sorriso nos lábios.»
Booklist

«Qualquer romance de Deveraux é sempre agradável
E consegue prender a atenção dos leitores.»
The Advocate

«A escrita de Jude Deveraux é encantadora e requintada.»
Book Page

Sobre autor:
Jude Deveraux é autora de uma vasta obra, com mais de 30 títulos publicados, que marcam regularmente presença na lista dos livros mais vendidos do New York Times, incluindo First Impressions, Carolina Isle, Holly Always, Wild Orchids, Forever and Always, The Mulberry Tree, The Summerhouse, Temptation e Secrets. Os seus livros, bestsellers em vários países, já venderam mais de 50 milhões de exemplares em todo o mundo.
Jude Deveraux nasceu em 1947 em Fairdale, Kentucky. Licenciou-se em Arte na Universidade de Murray. Foi professora durante alguns anos, antes de se dedicar exclusivamente à escrita. Actualmente vive na Carolina do Norte.
Ler mais »

Novidades

"Desejos de Chocolate" de Trisha Ashley

19:47


Autor: Trisha Ashley
P.V.P.: 15,00 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: 978-989-822-847-5
Nº de Páginas: 356
Dimensões: 155 x 235 mm
Colecção: -
Editora: Quinta Essência
Uma história encantadora e divertida sobre o amor perdido... e reencontrado.
Sobre a obra:
Na perfeita aldeia de Sticklepond, Lancashire, Chloe faz e vende chocolates deliciosos e inspiradores, que contêm uma previsão ou uma frase encorajadora para cada cliente. Se a sua vida fosse tão fácil de prever, talvez Chloe pudesse ter visto que iria ser abandonada junto ao altar…
Mas quando um novo vigário chega à aldeia, os rumores aumentam de intensidade. Para além de ser o carismático ex-líder da banda rock Mortal Ruin, Raffy Sinclair é também o primeiro amor de Chloe e o homem que lhe destroçou o coração.
Por mais que tente, Chloe não consegue ignorar aquela aparição do seu passado. Poderá ter chegado agora o momento de pedir um desejo – e atrever-se a acreditar que este se pode transformar em realidade?
Uma heroína simpática que faz chocolates, um irmão adolescente (e gótico), um avô escritor que é também feiticeiro, uma tia cigana que lê cartas de tarô e folhas de chá, um herói invulgar (e lindo!) e uma aldeia cheia de personagens excêntricas e adoráveis são os ingredientes deste encantador romance de Trisha Ashley, autora publicada pela primeira vez em Portugal pela Quinta Essência.

Imprensa:
«Repleto de romance, chocolate e humor, esta leitura é demasiado deliciosa para ser interrompida.»
Closer

«Uma das melhores escritoras da actualidade!»
Katie Fforde

«Cheio de um humor terra-a-terra.»
Sophie Kinsella

«Trisha Ashley é sinónimo de uma agradável leitura.»
The Times

«Fresco e divertido.»
Woman's Own

«Pretende algo doce e agradável com que se enroscar ao anoitecer? Não procure mais… delicie-se com esta história da Cinderella e do seu belo herói.»
Publishing News

Sobre autor:
Trisha Ashley nasceu em St. Helens, Lancashire, e agora vive no Norte do País de Gales. O seu romance A Winter's Tale foi candidato ao Melissa Nathan Award na categoria de Romance-Comédia em 2009. Teve vários empregos a tempo parcial ao longo dos anos, mas a sua ocupação actual como funcionária sazonal do National Trust combina perfeitamente três dos seus maiores interesses: casas históricas, jardins e conhecer pessoas. Embora Trisha adore chocolate, não se considera «chocoólica» - pode desistir quando quiser, a sério!
Ler mais »

Novidades

"Um Promontório em Moledo" de António Sousa Homem

19:37


Autor: António Sousa Homem
P.V.P.: 16,95 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 288
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Bertrand Editora
Depois de Os Males da Existência – Crónicas de Um Reaccionário Minhoto, em 2008, chega uma nova compilação de crónicas de um dos maiores cronistas portugueses.
«Um cronista exemplar» – Maria Filomena Mónica

Sobre a obra:
«O meu médico de Viana (a quem recorro nas aflições, e que vigia o temperamento das coronárias e do fluxo renal) não o diz, mas sei que a longevidade dos Homem o aflige como um milagre da província. O segredo é só este: espremer a pasta de dentes pelo fundo, não ler demasiados romances, manter os retratos dos antepassados, levantar cedo e evitar ceder à indignação. Depois de fazer oitenta e cinco anos, já lá vão uns tempos, a família trata-me como uma página do álbum de glórias, anterior ao Titanic, destinado ao naufrágio ou ao museu. Faço o que posso, só para não os desiludir.»

Sobre autor:
António Sousa Homem nasceu no Porto em Março de 1921 e vive actualmente em Moledo, no Minho. Foi advogado de profissão, é autor de um livro de botânica e de um roteiro do Minho Litoral, ainda inéditos. Em 2002 publicou o seu primeiro livro, Os Ricos Andam Tolos, que reunia algumas das crónicas que escreveu para o semanário O Independente. Até 2008 escreveu semanalmente para a revista NS (do Diário de Notícias e do Jornal de Notícias) e actualmente escreve no Correio da Manhã, aos domingos. Em 2008 publicou Os Males da Existência – Crónicas de Um Reaccionário Minhoto, com prefácio de Maria Filomena Mónica (edição Bertrand), que o intitula de “um cronista exemplar”. E a comprová-lo está o facto de o Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho ter decidido incluir as crónicas de António Sousa Homem num dos seus mestrados.

http://antonio-sousa-homem.blogspot.com/
Ler mais »

Novidades

"Príncipes de Portugal" de Aquilino Ribeiro

19:30


Autor: Aquilino Ribeiro
P.V.P.: 16,95 €
Data 1ª Edição: 2011
Nº de Edição:
ISBN: -
Nº de Páginas: 248
Dimensões: - x - mm
Colecção: -
Editora: Bertrand Editora
Mais uma grande obra das Obras de Aquilino Ribeiro

Sobre a obra:
«Aquilino Ribeiro… aceitou o encargo de compor a vida dos grandes portugueses, príncipes, reinantes ou apenas caudilhos, que deixaram na história mais que uma passagem meteórica (...) O critério dele é o do romancista: interessalhe tudo o que não é comum. Para a história, de resto, não há apenas ouro, há também o oricalco. (…) Aquilino Ribeiro olhou para esses grandes de Portugal e pintou-os como Velasquez fazia com as tintas do arco-íris. Tais como eram. Melhor, tais como lhe pareceram. Sem deixarem de ser a obra do historiador, escreveu estes perfis o novelista.»

Excerto:
Excerto da «Advertência ao Leitor» que Aquilino Ribeiro escreveu para ser assinada pelos primeiros editores dos Príncipes de Portugal, onde tecia diversas considerações sobre a natureza, o espírito e a forma como traçara o perfil das personagens históricas que escolhera.

Sobre autor:
Aquilino Ribeiro nasce na Beira Alta, concelho de Sernancelhe, no ano de 1885 e morre em Lisboa em 1963. Deixou uma vasta obra em que cultivou todos os géneros literários partilhando com Fernando Pessoa, no dizer de Óscar Lopes, o primado das letras portuguesas do século XX. Foi sócio de número da Academia das Ciências e, após o 25 de Abril, reintegrado, a título póstumo, na Biblioteca Nacional, condecorado com a Ordem da Liberdade e homenageado, quando do seu centenário, pelo Ministério da Cultura. Em Setembro de 2007, por votação unânime da Assembleia da República, o seu corpo foi depositado no Panteão Nacional.
Ler mais »

Follow on Facebook